entrar          esqueci minha senha
  Usuário/email:
  Senha:
        

ELOGIE MAIS, MUITO MAIS....
2 comentário(s):
Silvana Cervantes:
FALOU TUDO CREMILDA!
04/07/2011 00:26:02
cremilda estella teixeira:
A FANTÁSTICA COVARDIA DA GLOBO, MOSTRANDO A PROFESSORA ARROGANTE REPROVANDO O ALUNO LÍDER

No último programa do ano a Globo mostrou a FANTÁSTICA covardia da escola pública que reprova e humilha o aluno líder. Reprovou muitos alunos, mas reprovar o líder foi de uma covardia gritante.
O esperado; nenhuma surpresa. O cotidiano na escola pública com as bênçãos e a aprovação da imprensa PEDÓFOBA.
Em São Paulo também, nunca se reprovou tanto como neste ano que passou.
A escola onde o Fantástico mostra a professora arrogante que chama alunos de praguinhas e diz que quem manda é ela e usa o velho chavão bem ditador: "MANDA QUEM PODE E OBEDECE QUEM TEM JUÍZO".
A professora, que é apresentada como a boazinha, não permite nem que o aluno se sente onde escolhe.
Ela até leu um discurso onde afirma que a escola é lugar de direito mas PRINCIPALMENTE de deveres.
Deveres e direitos deveriam ser iguais, na escola pública não é.
Reprovar e humilhar em rede nacional um líder na oitava série nos faz sentir vergonha do Rio de Janeiro e do Brasil.
Só a Rede Globo acha bonito ser feio.
Acha que mostrar uma escola onde se reprova, e que se esquece que o professor merece a nota que dá, é uma vergonha.
Que o líder seria reprovado, era óbvio. Desde os primeiros programas vimos a professora arrogante e convencida, mostrando tudo que não queremos de uma professora.
Com certeza nessa escola que a Rede Globo mostrou, não tem nenhuma educadora.
Uma educadora é serena e não tem o prazer que a professora Mirza demonstrou ao reprovar o aluno.
Educador sabe que a sua função é ensinar.
Na sala onde não tinha nem vinte alunos, ela ainda conseguiu reprovar o líder.
Cai por terra a desculpa de que as salas muito lotadas dificultam o ensino.
No discurso de despedida que a professora mostrou para o programa do Fanstástico ela chamou os alunos de praguinhas, imagina no seu cotidiano longe das câmeras.
O mais gritante foi a sua falta de conhecimento da lei.
Com professores assim e com esse comportamento da imprensa incensando os maus professores, nunca teremos uma cultura de paz e nem formaremos cidadãos combativos e corajosos.
O Fantástico mostrou tudo que não precisamos numa escola pública e uma professora absolutamente incapaz e que está longe de ser chamada de educadora.
Uma escola excludente, que reprova o seu líder, humilha os alunos e os desconsidera.
Para completar, mostra que o Brasil está nos últimos lugares na qualidade de ensino.
Sendo que pagamos um dos maiores impostos do mundo, temos alunos inteligentes esforçados, disciplinados e líderes, falta só colocar o professor no lugar dele.
Com todo respeito que o professor merece, mas a escola precisa vir a ser do aluno.
O aluno precisa ser a prioridade.
Essa professora ditadora e convencida, que reprova o melhor futuro homem da sua sala, tida como a heroína.
Nem podemos dizer que o programa de hoje foi FANTÁSTICO.
Foi o cotidiano da nossa imprensa que odeia aluno de escola pública e o responsabiliza pelo fracasso da escola.
Enquanto a imprensa não sarar de sua ALUNOFOBIA não teremos uma escola de boa qualidade e nem uma cultura de paz.

27/12/2010 00:52:23
Copyright 2005-2017 UniBlog.com.br