entrar          esqueci minha senha
  Usuário/email:
  Senha:
        

UM DEDO DE PROSA
7 comentário(s):
Adriano Taques:
Olá! tenho eu escutado nas rádios principalmente nas FM, muitas musicas de viola interpretadas por jovesns violeiros, que ao meu ver são muito moderninhos pro meu gosto, tocam pagodes e algumas modas de viola, mas sem conteúdo nenhum! São frutos da industria cultural, músicas ao meu ver dercartáveis, não tem aquela essência e a simplicidade da versaseira música caipira! é uma coisa vazia e enfadonha. raros são os que se interessam em tentar resgatar e preservar os antigos toques e afinações de viola, que na maioria das vezes eram trans mitidos de pai pra filho, através da tradição oral, sem contar que esses jovens tão mais pra cowboy do que pra caipira. temos que manter nossa cultura de pé e procurar valorizar o que é nosso sem modismos estrangeiros.
Att. Adriano Taques-MS
30/01/2011 11:51:40
Orlando - Para Leiva:
Olá, Leiva!
Não consegui informações sobre a peça de teatro citada por você. Fica portanto o registro, e torcer para que consigamos em breve.
Um forte abraço.
09/04/2009 12:57:41
Leiva Lúcia Mendes Pinto:
Oi Orlando, td bem? Li suas matérias sobre a cultura caipira, achei-as muito boa, amo teatros e piadas sobre caipira. Na verdade eu estava em busca de um "teatro" que vi ha muito tempo que se chamava "QUEM NÃO SE COMUNICA SE ISTRUMBICA".Ele conta a história de um caipira que vai pedir dinheiro ao banco, e por ele ser da roça, não conhecia a linguagem da Capital, do Banco e então ele entende tudo errado e desiste de fazer o empréstimo. Eu sou professora e queria trabalhar este teatro com meus alunos, para mostrá-los a importância da leitura. Se por acaso tiver e poder me ajudar, ficarei grata. O teatro é uma comédia muito boa e que nos dá uma lição de vida. No mais é só.
Parabéns pelos textos e ótima semana.
Bjusss!!!
24/03/2009 23:37:39
Orlando:
ORIGEM DA CATIRA
( resposta a Bento Pedroso)
Olá, Bento;
Segundo a antropóloga e cientista social Lúcia Helena Vitalli Rangel, em seu livro FESTAS JUNINAS, Origem, Tradições e História, a CATIRA é uma versão, um outro nome dado ao CATERETÊ, introduzido pelos jesuítas em várias festividades religiosas.
“Os dançarinos formam duas fileiras, com acompanhamento de viola, cantos, sapateados e palmas. Os dançarinos não cantam, apenas batem os pés e as mãos e acompanham a evolução. As melodias são cantadas por dois violeiros: o mestre, que canta a primeira voz, e o contramestre, que faz a segunda”.
E então, já tem um palpite de como surgiu a dupla caipira?
Um abraço.

28/10/2007 21:10:20
bento pedroso:
Rapaz...que bom saber de pessoas como vc...gosto muito de nossa historia de nossas raizes, fiquei sabendo do senhor lá na comunidade caipira..gostei tbm, de saber dessa iniciativa do dia do saci..já sabendo que o senhor é estudioso do assunto..faço lhe uma pergunta ,claro não sei se o senhor pode me responder.
ouvi falar que a "catira" esta até nos escritos do Padre Anchieta é verdade o senhor sabe de alguma coisa?

obrigado

28/10/2007 16:52:27
Melissa:
oi orlando...

que bom encontr´-lo por aqui. estamos sentindo muita falta do sinhô...

parabéns por tudo.

te vejo feliz.

um beijo!!!!!
24/10/2007 15:42:29
Eunice Reis:

O so Orlando, o sinhô tá muito chique! Tem inté Brog na terneti...

gostei mutio!


Fica com Deus, Jesus, Maria, José...

Inté

Abraços

Eunice

09/10/2007 08:31:44
Copyright 2005-2017 UniBlog.com.br