Agronegócio
O que é Agronegocio

A importância econômica da agropecuária não se resume à produção primária de alimentos nem a criação de animais. Há um complexo conjunto de atividades industriais e de serviços que se desenvolvem a partir da produção do campo – o agronegócio, também conhecido como agroindústria ou agribusiness, em inglês.

O agronegócio é a cadeia de estabelecimentos (empresas, cooperativas, etc.) que utilizam de matéria-prima de origem vegetal ou animal e as transformam em produtos elaborados, de maior valor agregado. Suco de laranja, óleo de soja, açúcar, álcool, café beneficiado, carnes congeladas ou em conserva, derivados do leite ou indústria vinícola são exemplos de produtos da matriz agroindustrial.

O desenvolvimento do agronegócio brasileiro nos últimos anos vem consolidando um poderoso circuito econômico, principalmente no interior. Nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, principalmente, observa-se o crescimento de importantes áreas urbanas, muitas dotadas de moderna infra-estrutura. Serviços sofisticados na área de biotecnologia, veterinária, agronomia e engenharia de alimentos são amplamente utilizados no agronegócio, o que significa o emprego de mão de obra qualificada e bem remunerada.

O sucesso do campo beneficia todo o setor industrial. Os investimentos em mecanização dinamizam o segmento de máquinas e equipamentos agropecuários, a ponto de torna-lo competitivo no mercado mundial. Informações da Associação Brasileira de Agribusiness (Abag) apontam o agronegócio como o segmento econômico mais importante do país, com 25% da produção e 40% das exportações. Graças a elevada competitividade internacional, o setor registra um superávit comercial de 19 bilhões de dólares em 2001, o que representa enorme ajuda nas contas externas. O agronegócio é também grande gerador de empregos. Em 2002, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a atividade agrícola emprega formalmente (com carteira assinada) mais trabalhadores que a construção civil, tradicionalmente a maior.

Os investimentos em mecanização dinamizam o segmento de máquinas e equipamentos agropecuários, a ponto de torna-lo competitivo no mercado mundial. Informações da Associação Brasileira de Agribusiness (Abag) apontam o agronegócio como o segmento econômico mais importante do país, com 25% da produção e 40% das exportações. Graças a elevada competitividade internacional, o setor registra um superávit comercial de 19 bilhões de dólares em 2001, o que representa enorme ajuda nas contas externas. O agronegócio é também grande gerador de empregos. Em 2002, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a atividade agrícola emprega formalmente (com carteira assinada) mais trabalhadores que a construção civil, tradicionalmente a maior.
postado por AGRONEGÓCIO em 05:34:29 :

0 comentários:Comente este post!
Perfil
naghammadi
Perfil Completo
Palavras-Chave
Colaboradores do Blog
Comunidades
Posts Anteriores
  • 0 acessos
CRIAR BLOG GRATIS
..