BLOG DA ARACELI
BLOG DA ARACELI
segunda, 04 fevereiro, 2008
Outros olhares - Aliança com o agronegócio induz ao desmatamento

A notícia do recrudescimento do desmate na Amazônia vem em pior hora para o governo federal, que vinha comemorando, desde o ano passado, a redução, pelo terceiro ano seguido, do índice de desmatamento, pois este havia chegado a um dos menores números – embora ainda extremamente elevado – desde que se começou a medição por satélite: 11.224 km², para o período 2006/2007.

O alerta dessa retomada já vinha sendo feito desde meados do segundo semestre de 2007. No dia 23 de setembro, o jornal “O Globo” estampava: “Devastação da Amazônia volta a crescer: queimadas em áreas de floresta sobem 30% este ano em relação a 2006 e serrarias operam a todo vapor” (Rodrigo Taves).

Em 16 de outubro, era a vez do “Estado de São Paulo” denunciar, a partir de dados do Sistema de Alerta do Desmatamento (SAD), operado pelas Ongs Imazon e ICV: “Desmatamento volta a crescer e faz governo rever plano para Amazônia”. Ali, informa-se que a devastação no estado de Mato Grosso (ao lado do Pará e de Rondônia, os campeões de desflorestamento) “saltou 107% na comparação de junho/setembro com o mesmo período de 2006” (Cristina Amorim).

A própria ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, reconheceu, agora, que “já é possível dizer que o aumento do preço da soja, o avanço do gado na Amazônia e a derrubada de árvores para as siderúrgicas de ferro-gusa são as causas principais do desmatamento. Seus assessores lembraram que a derrubada da floresta aconteceu principalmente em Mato Grosso, Rondônia e no Pará, estados onde esses setores da economia têm avançado muito nos últimos anos” (O Estado de São Paulo, 24.01.2008).

O que evitou o desmatamento de 2004 a 2007?

A questão da variação do preço das commodities agrícolas já vinha sendo apontada pelas Ongs como uma das causas – embora o governo à época não quisesse admitir – da queda do desmatamento a partir de agosto de 2004 (após o pico de 26.130 km2, verificado entre agosto de 2003 e agosto de 2004).

Na publicação “Faltou Ação ao Plano de Ação”, o Greenpeace apontava, dentre os fatores que tinham contribuído para a queda dos índices, o “momento desfavorável para as commodities agrícolas brasileiras no mercado internacional. O otimismo dos produtores que estimulou o forte desmatamento do período 2003/2204 foi abalado pela redução dos preços da soja e pela sobrevalorização do Real em relação ao dólar. O faturamento do setor de grãos em geral no país – US$ 47 bilhões na safra 2004/2005 – caiu US$ 13 bilhões em relação à safra anterior” (Greenpeace, 2005, pág. 7).

A íntegra do artigo de João Alfredo Telles Melo, advogado, professor de Direito Ambiental, ex-deputado federal e consultor de políticas públicas do Greenpeace,  publicado originalmente no Correio da Cidadania, aqui


postado por 25586 as 10:41:56 #
20 Comentários

FdDUmEeZtLAByYDH:
fxmnudsl uwtujjds dilzpgwd
07/08/2009 18:00:16  

FdDUmEeZtLAByYDH:
fxmnudsl uwtujjds dilzpgwd
07/08/2009 18:00:12  

RitwKdBlOZlmrp:
cdhbkhvx liojedep waquwsud
07/08/2009 15:39:03  

RitwKdBlOZlmrp:
cdhbkhvx liojedep waquwsud
07/08/2009 15:39:01  

MqPOQsByWAXkXYh:
vqagqjgw jcvrktmp njbzklxz
07/08/2009 13:16:59  

MqPOQsByWAXkXYh:
vqagqjgw jcvrktmp njbzklxz
07/08/2009 13:16:58  

LxeBwoabNAoagejMwxe:
xryibzzy jrqhwdct feqaicja
07/08/2009 10:54:52  

LxeBwoabNAoagejMwxe:
xryibzzy jrqhwdct feqaicja
07/08/2009 10:54:51  

yrYXwmOdVpiXXjx:
pmlhjurv rqiiyjea kwsuzvki
07/08/2009 08:32:14  

yrYXwmOdVpiXXjx:
pmlhjurv rqiiyjea kwsuzvki
07/08/2009 08:32:12  

VxjjbVEdlUocXZdv:
omlzcwer verilovj ndadxnnx
07/08/2009 06:08:01  

VxjjbVEdlUocXZdv:
omlzcwer verilovj ndadxnnx
07/08/2009 06:08:00  

wdylaemXLMtijLoD:
xchctxlc djzvaqsn ghszklyi
07/08/2009 03:46:14  

wdylaemXLMtijLoD:
xchctxlc djzvaqsn ghszklyi
07/08/2009 03:46:13  

GRIRUYygMxSIR:
csdryizy zvvflnly hprxqfxj
07/08/2009 01:25:08  

GRIRUYygMxSIR:
csdryizy zvvflnly hprxqfxj
07/08/2009 01:25:07  

tUyGvDaAjIbi:
izrynhix gxzuhqww tarnraok
06/08/2009 23:05:26  

tUyGvDaAjIbi:
izrynhix gxzuhqww tarnraok
06/08/2009 23:05:25  

kLepYpQQoPbBaO:
ufcjtgcv tmroadbz phelgrcc
06/08/2009 20:47:53  

kLepYpQQoPbBaO:
ufcjtgcv tmroadbz phelgrcc
06/08/2009 20:47:51  

Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
25586
Meu Perfil

Links
Palavras-Chave
João
Alfredo

Favoritos
BLOG DA ARACELI
Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
O mundo da prosa – Um passeio sentimental pela Belém de 1888
Outros olhares - A maldição de Belo Monte
Janela Indiscreta- Todos os mundos em minha mão
Na ponta da língua - A onipotência do senhor Mercado
Conexão golpista - Presidente do Equador denuncia articulação com grupos opositores da Bolívia
Memórias do porão - Goulart foi morto a pedido do Brasil, diz ex-agente uruguaio
Escravidão do Trabalho - Família Maggi utiliza mão-de-obra escrava no MT
Memória de fogo - 1838, Ilha do Marajó, a guerrilha negra e cabana
Na ponta da língua - Deportação agrária
Baú das palavras – Na roda do Canjerê

Arquivos
2008, 01 março
2008, 01 fevereiro
2008, 01 janeiro
2007, 01 dezembro
2007, 01 novembro
2007, 01 outubro
2007, 01 setembro
2007, 01 agosto
2007, 01 julho
2007, 01 junho
2007, 01 maio
2007, 01 abril
2007, 01 março
2007, 01 fevereiro
2007, 01 janeiro
2006, 01 agosto
2006, 01 junho
2006, 01 maio
2000, 01 abril

93368 acessos
mais...
Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
O mundo da prosa – Um passeio sentimental pela Belém de 1888
Outros olhares - A maldição de Belo Monte
Janela Indiscreta- Todos os mundos em minha mão
Na ponta da língua - A onipotência do senhor Mercado
Conexão golpista - Presidente do Equador denuncia articulação com grupos opositores da Bolívia
Memórias do porão - Goulart foi morto a pedido do Brasil, diz ex-agente uruguaio
Escravidão do Trabalho - Família Maggi utiliza mão-de-obra escrava no MT
Memória de fogo - 1838, Ilha do Marajó, a guerrilha negra e cabana
Na ponta da língua - Deportação agrária
Baú das palavras – Na roda do Canjerê

Arquivos
CRIAR BLOG GRATIS   
..