Ares
Ares
quinta, 04 dezembro, 2008
Orixá Iansã


Bom dia meu visitante, hoje o artigo é sobre o Orixá – IANSÃ.

EPARREI MINHA MÃE

Catolicismo

A Igreja Católica cultua Santa Bárbara  desde 4 de dezembro do século XII, seus símbolos são:  uma torre de três janelas, a palma, um cálice, o relâmpago e a coroa de mártir, é considerada a  padroeira dos mineiros e  de outras profissões que envolvem o risco de morte violenta e súbita, incluindo artilheiros, pirotécnicos, bombeiros armeiros e engenheiros militares. Também  é invocada ante o risco de desastres com o mesmo risco de morte súbita, inclusive incêndios e tempestades de raios.

 

Umbanda

Na umbanda, o símbolo de Iansã é uma taça ou cálice e as contas usadas por seus filhos e filhas são amarelas. Ela é normalmente sincretizada com Santa Bárbara ou Iansã. Na interpretação mais tradicional, é a líder de uma das falanges da linha de Iemanjá, como "Cabocla Iansã". Chamada também de "A Virgem da Coroa", Iansã é de expressão séria e porte de guerreira, batalhadora e lutadora. Iansã na umbanda incorpora com expressão altiva e com o braço direito estendido para cima e com a mão direita a balançar, como se estivesse chamando os raios. Sua imagem é a de Santa Bárbara, ou seja, uma moça de cabelos claros com uma túnica vermelha por cima de um vestido amarelo, segurando um ramo ou uma espada. As cores de Iansã na Umbanda variam conforme a região, o que se reflete nas cores de suas velas votivas, amarelas ou azuis. Recebe como oferendas, guaraná, queijadinha, flores amarelas.

 

Candomblé

Iansã é considerada a Deusa dos ventos e das tempestades, simbilizando os raios, também é conhecida como Oyá, Deusa do Rio Níger, a mãe dos nove orum, dos nove filhos, do rio de nove braços, a mãe do nove, Ìyá Mésàn, Iansã (Yánsàn). Também é conhecida como a dona dos Eguns, os quais domina. Também é um Orixá dual, por um lado alegre, guerreira, defensora do oprimido e por outro exterioriza seu castigo aqueles que a contrariam. Esta Orixá é extremamente feminina e gosta de ajudar em todos os casos de amor que a primeira vista não tem solução.

Características do Orixá

Região da África: Irá

Odu Regente: Osá, Owarín

Saudação: Epahei Iansã

Dia: quarta-feira

Elementos: Pertence ao elemento Fogo, pois a tempestade é um raio que corta o céu no meio da chuva, ao elemento Água, pois a tempestade se transforma em chuva, ao elemento Ar pelo movimento dos ventos.

Emanações:  Ygbalè ou Iybalé: é a deusa dos mortos, ligada diretamente ao culto de Egun, por isso senhora dos cemitérios. Tem pleno domínio sôbre os mortos,trazendo consigo uma falange de Eguns que ela controla e administra  pois todos temem o seu terrível poder. Algumas de suas Emanações são: Furé: usa uma foice na mão esquerda e um aruexim na direita, veste branco e por cima de suas vestes a palha da costa. Dança como se estivesse carregando na cabeça uma enorme cabaça. Em suas vestes vão pequenas cabaças dependuradas, no tornozelo direito uma pulseira de aço, tem ligação direta com o culto a morte e aos Eguns e preside a vida e a morte. Iamesan: É a que foi esposa de Oxóssi, meio animal e meio mulher, só come caça, mãe dos nove filhos (1 – Imalegã -  Nasceu no primeiro dia do EBOYKÙ, arrancado do ventre de OYA pelas ÌYÁMI, e foi envolvido em abanos. 2 - Iorugã - Foi envolvido na palha seca e alimentado com talos de bananeira. Nasceu com a vaidade de OYA e é o preferido.  3 - Akugã - Nasceu no terceiro dia da tempestade e foi criado nas touceiras de bambu. É rebelde. Não se deve tocar o chão do bambuzal.  4 - Urugã - Alimenta-se das folhas da bananeira e esconde-se nas florestas.  5 - Omurogã - Alimenta-se do pó do bambu que está caído no chão. Vive no milharal e fica escondido nos bambuzais observando os seres humanos. 6 – Demó - Oyá cobriu-o de lama para saber os segredos de seus inimigos. Usa pele de búfalo para acompanhar Oxossi. 7 - Reigá - Acompanha os mortos e ronda os cemitérios. Esconde-se nas grandes árvores dos cemitérios e ronda as sepulturas a procura de objetos perdidos ou esquecidos pelas pessoas.  8 - Heigá - É violento e vive perseguindo o Ori do ser humano. Propicia desastres e desordens.  9 - Egunegun - preparou-o para combater,  se apossa do ser humano, fazendo-o cometer desatinos). Onirá: É uma orixá das águas doces cujo culto no Brasil confundiu-se com o de Iansã por ser uma guerreira. Seu culto na África era independente. Tem ligação com o culto a Egun e laços de amizade com Oxum, pois foi Onira quem ensinou Oxum Opará a guerrear. Afefe Iku Funã: senhora do fogo e dos ventos da morte. Caminha com Ogum e Obaluaiê e tem caminhos, também, com Egun e Iku (morte). Veste branco ou azul-claro. Afakarebò: não é feita em seus eleitos, é a verdadeira dona a quem são entregues todos os ebós. Seus caminhos levam diretamente a Exu e Egun. Seus rituais são todos feitos no morim, cabaças e porrões. Afefe: comanda os ventos. Tem caminhos com Obaluaiê e Egun.Veste vermelho e branco, usa o coral e o chorão de seu adé é alaranjado. Bagan: não tem cabeça, come com Exu, Ogum e Oxóssi. Tem caminhos com Egun. Petu: ligada aos ventos e as árvores. Esposa de Xangô, que vai sempre na frente anunciando sua chegada.

Símbolos: iruechim (rabo de cavalo), espada

Exú Mensageiro:  Maria Mulambo   das Almas - está sempre disposta a ajudar e quando incorporada é sempre muito educada  gosta de conquistar seus adeptos com suas cantigas. Trabalha muito no baixo astral socorrendo espíritos errantes, fica o tempo inteiro por lá, pois com a sua vibração é muito mais fácil os espíritos de luz saberem qual o errante que esta precisando de mais ajuda. Suas oferendas são:  vela vermelha, cigarrilha, champanhe, maçã, cerejas.

Dança: O Aguerê é também o ritmo para a coreografia de Iansã, que domina os ventos e a tempestade, tem como propriedade feminina o enlaçar dos braços. A partir desses meneios desenvolve-se o "iruechim", uma ondulação flutuante de mãos com os braços erguidos, comumente, chamada de quebra-pratos, e na qual se utiliza um feixe de fios de rabo de cavalo. O "iruechim" é uma evocação aos Eguns (espírito dos mortos), simbolizando a vida física que se quebrou, se foi, ou melhor, passou para outro estágio.

Ponto Cardeal: os quatro quadrantes

Cor: vermelho e branco, coral

Metal: cobre

Seus domínios: Tempestades, ventanias, raios, morte, bambuzais.

Pedras: coralina        

Planetas: Júpiter

Comidas:  O Amalá de Iansã é o Acarajé. Coloca-se um quilo de feijão fradinho de molho de um dia para o outro, afim de que, com facilidade se possa retirar a película que envolve o grão. Leva-os a máquina para triturar grãos, transformando o feijão em uma massa fina. Moem-se os temperos, cebola, camarões secos, adicionando um pouco de Dendê. Bate-se bem a massa, leva-se ao fogo uma frigideira de azeite de dendê, quase cheia, deixa-se ferver e depois vai se colocando pequenas porções da massa para fritar. Os bolinhos chamam-se acarajés que são abertos e recheados com molho, camarão seco e pimenta.

Sacrifício: Galinha, Carijó, escura, cabra, e galinha-d'angola.

 Bebidas: Caldo do cozimento da canjica amarela temperado com canela em pó.

Frutas: maçã, morango, pitanga, romã, manga rosa, uvas, melão, groselha, pêssego, framboesa e cajá.

Doces: merengue e doce de morango.

Flores: amarelas, vermelhas, de preferência gerânio e rosas vermelhas.

Ervas: Abre-caminho,  Alfavaca-roxa, Alecrim-do-campo, Amor-agarradinho, Azougue-de-pobre,  Aperta-ruão, Alumã, Bambu-amarelo, Café, Cavalinha, Dormideira, Erva-de-São-João, Erva-de-Santa-Maria, Erva-Moura, Erva-de-Bicho, Folha-da-Fortuna, Fumo-bravo, Gervão Roxo, Levante, Malva Branca, Limoeiro, Mimos-de-Vênus, Mil homens, Musgo-da-pedreira, Mulungu, Mangerona, Nega-mina, Noz moscada, Panacéia, Pata-de-Vaca, Para-raio, Quebra-Pedra, Pau-pereira, Pessegueiro, Romã, Ruibarbo,  Saião,  Sucupira, Tiririca,  Umbaúba, Urucum.

Partes do corpo: uma parte do fígado e o sangue.

Arquétipos de seus filhos: Os filhos de Iansã são aventureiros, divertidos, espertos, transparentes pois não escondem seus sentimentos e pensamentos e demonstram em suas atitudes. Gostam de desafios, de guerras, de festas e sempre escolhem os seus caminhos mais por paixão do que por reflexão, saindo em busca do objetivo traçado. Com relação a parte afetiva, quando amam são fiéis, quando terminam a relação partem em busca de outros amores que a complete.

Afinidades: Os filhos com as filhas de Oxalá,  Oxumaré, Xangô, Oxossi  e as filhas com os filhos de  Oxum,  Oxossi,  Exú, Xangô, Ibejis.

Oração: Assobiou o vento na terra, assobiou o vento no mar, é sinal que Iansã guerreira, senhora dos ventos dos quadrantes está a me escutar. Olha por nós, não permita que as tempestades da natureza afetem nossos lares e as tempestades da discórdia a união dos homens de todas as Nações. Varre de nossos pensamentos a negatividade, de nossas emoções sentimentos inferiores. Minha Mãe, que os espíritos sem luz não nos alcancem hoje e sempre. Epahei minha Mãe Iansã.

Um dia de axés para você.

 

 


postado por 90607 as 07:50:22 #
0 Comentários

Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
90607
Meu Perfil

Links
Blog Grátis

Palavras-Chave
Artigo

Favoritos
Ares
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
Deusa VESTA
Dezembro Místico
Mês de dezembro
Grafico Radiônico
O amor e o Sagitariano
Nativo de Sagitário II
Características de Sagitário
Sagitário I
Simpatias para o Amor V
Simpatias para o Amor - Parte IV

Arquivos
2008, 12 dezembro
2008, 11 dezembro
2008, 10 dezembro
2008, 09 dezembro
2008, 08 dezembro
2008, 05 dezembro
2008, 04 dezembro
2008, 03 dezembro
2008, 02 dezembro
2008, 01 dezembro
2008, 28 novembro
2008, 27 novembro
2008, 26 novembro
2008, 25 novembro
2008, 24 novembro
2008, 21 novembro
2008, 20 novembro
2008, 19 novembro
2008, 18 novembro
2008, 17 novembro
2008, 14 novembro
2008, 13 novembro
2008, 12 novembro
2008, 11 novembro
2008, 10 novembro
2008, 07 novembro
2008, 06 novembro
2008, 05 novembro
2008, 04 novembro
2008, 03 novembro
2008, 02 novembro
2008, 01 novembro
2008, 31 outubro
2008, 30 outubro
2008, 29 outubro
2008, 28 outubro
2008, 27 outubro
2008, 24 outubro
2008, 23 outubro
2008, 22 outubro
2008, 21 outubro
2008, 20 outubro
2008, 17 outubro
2008, 16 outubro
2008, 15 outubro
2008, 14 outubro
2008, 13 outubro
2008, 10 outubro
2008, 09 outubro
2008, 08 outubro
2008, 07 outubro
2008, 06 outubro
2008, 03 outubro
2008, 02 outubro
2008, 01 outubro
2008, 30 setembro
2008, 29 setembro
2008, 27 setembro
2008, 26 setembro
2008, 25 setembro
2008, 24 setembro
2008, 23 setembro
2008, 22 setembro
2008, 20 setembro
2008, 19 setembro
2008, 18 setembro
2008, 17 setembro
2008, 16 setembro
2008, 15 setembro
2008, 14 setembro
2008, 12 setembro
2008, 11 setembro
2008, 10 setembro
2008, 09 setembro
2008, 08 setembro
2008, 07 setembro
2008, 06 setembro
2008, 05 setembro
2008, 04 setembro
2008, 03 setembro
2008, 02 setembro
2008, 01 setembro
2008, 31 agosto
2008, 28 agosto
2008, 27 agosto
2008, 26 agosto
2008, 25 agosto
2008, 22 agosto
2008, 21 agosto
2008, 20 agosto
2008, 19 agosto
2008, 18 agosto
2008, 16 agosto
2008, 15 agosto
2008, 14 agosto
2008, 13 agosto
2008, 12 agosto
2008, 11 agosto
2008, 09 agosto
2008, 08 agosto
2008, 29 julho
2008, 26 julho
2008, 25 julho
2008, 24 julho
2008, 23 julho
2008, 22 julho
2008, 21 julho
2008, 19 julho
2008, 18 julho
2008, 17 julho
2008, 16 julho
2008, 15 julho
2008, 14 julho
2008, 12 julho
2008, 11 julho
2008, 10 julho
2008, 09 julho
2008, 08 julho
2008, 07 julho
2008, 05 julho
2008, 04 julho
2008, 03 julho
2008, 02 julho
2008, 01 julho
2008, 30 junho
2008, 29 junho
2008, 27 junho
2008, 25 junho
2008, 24 junho
2008, 23 junho
2008, 20 junho
2008, 19 junho
2008, 18 junho
2008, 15 junho
2008, 10 junho
2008, 09 junho
2008, 08 junho
2008, 07 junho
2008, 06 junho
2008, 05 junho
2008, 04 junho
2008, 03 junho
2008, 02 junho
2008, 01 junho
2008, 31 maio
2008, 30 maio
2008, 29 maio
2008, 28 maio
2008, 27 maio
2008, 26 maio
2008, 24 maio
2008, 23 maio
2008, 22 maio
2008, 21 maio
2008, 20 maio
2008, 19 maio
2008, 17 maio
2008, 16 maio
2008, 15 maio
2008, 14 maio
2008, 13 maio
2008, 12 maio
2008, 11 maio
2008, 10 maio
2008, 09 maio
2008, 08 maio
2008, 07 maio
2008, 06 maio
2008, 05 maio
2008, 03 maio
2008, 02 maio
2008, 01 maio
2008, 30 abril
2008, 29 abril
2008, 28 abril
2008, 26 abril
2008, 25 abril
2008, 24 abril
2008, 23 abril
2008, 22 abril
2008, 21 abril
2008, 19 abril
2008, 18 abril
2008, 17 abril
2008, 16 abril
2008, 15 abril
2008, 14 abril
2008, 12 abril
2008, 11 abril
2008, 10 abril
2008, 09 abril
2008, 08 abril
2008, 07 abril
2008, 05 abril
2008, 04 abril
2008, 03 abril
2008, 02 abril
2008, 01 abril
2008, 31 março
2008, 29 março
2008, 28 março
2008, 27 março
2008, 26 março
2008, 25 março
2008, 24 março
2008, 21 março
2008, 20 março
2008, 19 março
2008, 17 março
2008, 15 março
2008, 14 março
2008, 13 março
2008, 12 março
2008, 11 março
2008, 10 março
2008, 08 março
2008, 07 março
2008, 06 março
2008, 05 março
2008, 04 março
2008, 03 março
2008, 01 março
2008, 28 fevereiro
2008, 27 fevereiro
2008, 26 fevereiro
2008, 25 fevereiro
2008, 24 fevereiro

22046 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..