CRONICAMENTE INVIÁVEL & OUTROS ESCRITOS
CRONICAMENTE INVIÁVEL & OUTROS ESCRITOS
sábado, 29 março, 2008
CERTAS PALAVRAS

Salvo melhor juízo

Faço um convite ao leitor que por acaso se detiver neste canto de página para um pequeno exercício sobre os que escrevem e por quê o fazem. Vaidade, necessidade, dom para o mister ou disponibilidade de tempo. Certamente, motivos não faltam. Mas sobre o ato mesmo de rabiscar palavras é preciso lembrar a coragem daqueles que se expõem à curiosidade e ao julgamento alheio.

Feita a ressalva de que não entendo nada do assunto, aliás, cada vez mais me convenço que não entendo nada de coisa alguma, penso que o sujeito que se dispõe a escrever sobre qualquer tema deve possuir domínio mínimo para tal, sob pena de pregar no deserto. Fora daí reside o talento, de tão rara ocasião e ocorrência entre o gênero humano para o fim da elaboração de bons textos e, de resto, para qualquer atividade que requer o lampejo da genialidade.

Nunca se escreveu tanto como nos dias atuais e nunca foi tão fácil soltar palavras ao vento. Vai daí que o excesso da oferta resulta na piora da qualidade e fica cada vez mais difícil esbarrar com um Machado, um Eça, um Thomas Mann, um Dostoiesvki, Balzac, Faulkner, um Lima Barreto e tantas omissões quantas me forem possíveis. Ora, o mandamento mais rudimentar dos que escrevem é ter algo a dizer, da mais reles literatura ao enunciado de uma técnica ou feito científico, qualquer texto. Nunca se escreveu tanto e, em tese, qualquer um de nós pode se dedicar a fazê-lo, desde que se tenha paixão pela coisa, uma dose cavalar de condescendência para consigo e pouco senso do ridículo.

Como todo mundo acha que o seu texto é melhor do que o do outro, ficamos todos bem resolvidos nesse movediço campo das vaidades ilimitadas. E a questão de saber por que escrevemos fica sem solução. A coisa só não toma rumos de epidemia porque não é todo mundo que se atreve a mandar suas mal traçadas para o jornal do bairro ou publicar a prosa e a poesia que vão reduzir a pó-de-traque tudo o que se produziu nos séculos anteriores.

Já que toquei no assunto, confesso minha admiração pelo sujeito que consegue a façanha de escrever crônicas diárias para o jornal que lhe paga o pão de cada dia. Escrever por dinheiro não é nada fácil e a história da literatura mundial é repleta de exemplos de homens que foram obrigados a usar mais transpiração do que propriamente inspiração na luta pela sobrevivência e que, talvez por isso mesmo, deixaram como legados as obras-primas de que tanto nos orgulhamos.

Mas que ninguém perca suas mais íntimas esperanças. Nosso Paulo Coelho é incensado no mundo todo e do alto dos seus muitos milhões de exemplares vendidos e traduções não sei para quantas línguas, mostra que tudo é possível quando o sujeito é esperto o suficiente para por no papel aquilo que a massa ansiosa espera.

Nestes nossos tempos tão atribulados, aqueles textos mais ou menos açucarados que apontem para alguma direção, qualquer uma, costumam cair no gosto dos que ainda lêem. Salvo avaliação mais competente, aí reside o segredo da coisa toda. No mais, é prosseguir na árdua tarefa de garimpar os gênios que nos trazem enlevo e prazer. Eles estão por aí, escassos como sempre e cada vez mais invisíveis na multidão dos que se arriscam a escrever.



Visite também o blog  www.luisclaudioguedes.uniblog.com.br


postado por 78623 as 08:25:06 #
6 Comentários

MwVGuGPaoch:
SukV1z , [url=http://beurolmezzcf.com/]beurolmezzcf[/url], [link=http://kjufbqtvobcb.com/]kjufbqtvobcb[/link], http://ntauzpdidgog.com/
quinta, outubro 20, 2011 10:25 

MwVGuGPaoch:
SukV1z , [url=http://beurolmezzcf.com/]beurolmezzcf[/url], [link=http://kjufbqtvobcb.com/]kjufbqtvobcb[/link], http://ntauzpdidgog.com/
quinta, outubro 20, 2011 10:25 

csJoxcZdA:
Js76od <a href="http://lmqoccbsjcxz.com/">lmqoccbsjcxz</a>
quarta, outubro 19, 2011 05:25 

csJoxcZdA:
Js76od <a href="http://lmqoccbsjcxz.com/">lmqoccbsjcxz</a>
quarta, outubro 19, 2011 05:25 

miriam:
Olá, gostei do seu texto, do que você trata. Acho muito difícil escrever porque sou muito crítica, então acabo me criticando demais, mas gosto de blogar...
Estou esperando a sua visita
Um abraço.
sexta, abril 04, 2008 07:56 

Pretta:
Olá,parabéns pelo blog ta ótimo.
Me encantei com tudo isso aki.
bjs..
domingo, fevereiro 17, 2008 01:09 

Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
78623
Meu Perfil

Links
Blog Grátis

Palavras-Chave
O
ATO
DE
ESCREVER

Favoritos
Não há favoritos.

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
A TERCEIRA MARGEM DO RIO... OU
O SIMPLES QUE DE TUDO EMANA...
CÚMULOS
CERTA VEZ UM OUTONO
ONOMATOPÉIA
ANTICLIMAX
CRONICAMENTE NO BLOG DO NOBLAT

Arquivos
2009, 01 fevereiro
2009, 01 janeiro
2008, 01 setembro
2008, 01 julho
2008, 01 junho
2008, 01 maio
2008, 01 abril
2008, 01 março
2008, 01 fevereiro
2007, 01 dezembro
2007, 01 novembro
2007, 01 outubro

10644 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..