CRONICAMENTE INVIÁVEL & OUTROS ESCRITOS
CRONICAMENTE INVIÁVEL & OUTROS ESCRITOS
terça, 19 fevereiro, 2008
CÚMULOS


A espera

O velho carro de bois ficava no pátio da fazenda, embaixo da sombra do pé-de-manga mais que centenário. Tornara-se peça obsoleta depois que o pai comprou o carroção com pneus de caminhão no lugar das antigas rodas de madeira. A diversão preferida do menino era ficar deitado sobre as tábuas da engenhoca. Mãos cruzadas para proteger a cabeça da rusticidade da madeira, ele passava tardes inteiras a observar as nuvens no céu. Era divertido vê-las tomar as formas mais bizarras e, dali a pouco, se transformar em coisas novas.  

Ele vislumbrava torreões e muralhas de cidades imaginárias, bando de carneiros todos brancos e até um magnífico São Jorge, montado em seu cavalo, a espada apontada para um dragão de cúmulos – numa repetição gigantesca da cena triunfal que se vê por ocasião da lua cheia.  
 
Quando adolescente, imaginava um céu habitado por ninfas lascivas, soltas no céu daqueles outonos, as cabeças viradas para trás em olhares insinuantes. Também via os braços nus e o enorme dorso de uma imensa mulher nua, sentada sobre a vastidão das nuvens. As tardes passavam ligeiras e o menino ficava ali, em cima do carro de bois agora destituído de sua função principal, a esperar o movimento das nuvens, fazendo e desfazendo coisas sob o comando de um sudoeste mais ativo.

O pai implicava com a mania do menino e, às vezes, o despertava do seu sonhar acordado ali pelo meio da tarde, quando devia cumprir a obrigação diária de tanger as vacas para o curral da fazenda. O velho carro de bois e as tardes em que ele escrutinava as nuvens deixaram como legado sua principal virtude, agora que já era homem feito: a capacidade de saber esperar. Em verdade, sua vida pode ser resumida a esse mister.

O anjo da anunciação, que lhe explicaria enfim o sentido da vida, não apareceu nas inúmeras vezes em que ficou sentado na porteira da fazenda, com os olhos fixos na estrada que se perdia no horizonte, a se indagar sobre tantas filosofias e o porquê da existência. Esperou pela boa fortuna e o amor ideal, que viria no formato de belos olhos e longos cabelos, todos negros. Cogitou mudar de profissão e de país, no que resultou em novas expectativas por sonhos que não se realizariam.  

Esperou que o tempo se cumprisse, mas essa esperança também foi vã: o caminho do paraíso perdido não lhe foi revelado nem a Atlântida submersa rompeu a epiderme dos oceanos. Vieram os filhos e as rugas, mas só estas ficaram. Sob sua fronte já despencam mechas de cabelos brancos, e agora, como num ritual há muito esquecido, ele fica sentado por longos períodos na porta da casa.

Vasculha o céu em busca de formas antigas, perdidas em um canto qualquer da memória. Tudo o que consegue delinear são traços disformes de figuras pouco familiares. Mas espera assim mesmo, com resignação e paciência infinitas. Ele sabe que um dia um sudoeste mensageiro ainda vai compensar toda expectativa e devolver sonhos dissolvidos em nuvens de outros céus.    


postado por 78623 as 12:00:13 #
4 Comentários

vQJZinBBbVTbDsTv:
6lwwWx , [url=http://lutrvfkosblx.com/]lutrvfkosblx[/url], [link=http://epleredujdxm.com/]epleredujdxm[/link], http://vkhsvcxawujq.com/
quarta, outubro 19, 2011 10:00 

vQJZinBBbVTbDsTv:
6lwwWx , [url=http://lutrvfkosblx.com/]lutrvfkosblx[/url], [link=http://epleredujdxm.com/]epleredujdxm[/link], http://vkhsvcxawujq.com/
quarta, outubro 19, 2011 10:00 

gaNznttL:
PBRiGl <a href="http://uchsyujdwple.com/">uchsyujdwple</a>
quarta, outubro 19, 2011 05:52 

gaNznttL:
PBRiGl <a href="http://uchsyujdwple.com/">uchsyujdwple</a>
quarta, outubro 19, 2011 05:52 

Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
78623
Meu Perfil

Links
Blog Grátis

Palavras-Chave
CÚMULOS
SONHOS

Favoritos
Não há favoritos.

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
CERTA VEZ UM OUTONO
ONOMATOPÉIA
ANTICLIMAX
CRONICAMENTE NO BLOG DO NOBLAT

Arquivos
2009, 01 fevereiro
2009, 01 janeiro
2008, 01 setembro
2008, 01 julho
2008, 01 junho
2008, 01 maio
2008, 01 abril
2008, 01 março
2008, 01 fevereiro
2007, 01 dezembro
2007, 01 novembro
2007, 01 outubro

10644 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..