CRONICAMENTE INVIÁVEL & OUTROS ESCRITOS
CRONICAMENTE INVIÁVEL & OUTROS ESCRITOS
sexta, 19 setembro, 2008
PRIMAVERA

Florada
O Ipê que mora de frente para a minha janela floriu outro dia. Não foi assim tão de repente, claro, mas só fui perceber numa dessas tardes esquisitas de domingo no inverno aqui do Planalto Central, quando o sol torna abrasivo o rosto dos transeuntes, mas não consegue evitar esse friozinho teimoso nos interiores das nossas casas e de nós mesmos.

Minha janela e a pequena paisagem que ela me reserva ficou subitamente colorida, antecipando a primavera que ainda não chegou para o resto da natureza, que ressecada e triste matura a flor que ainda virá. Mas o fato é que o tédio da tarde desse domingo ficou mais suportável porque o ipezinho-amarelo explodiu sua florescência quase temporã.

E nada é mais belo do que isso. Nem o cromo da multidão que faz a passeata nem a explosão da torcida na comemoração do gol do seu time nem o fundo do mar em Fernando de Noronha nem o Carnaval em Salvador ou a tourada em Madri. Penso mesmo que a Terra, vista lá de Marte, não deve ser mais bela que a florada do ipê aqui ao lado do meu prédio. Pelo menos, não agora.

Toda a tarde se encheu de sensações, sons e bons odores graças ao meu ipê – o que não é pouca coisa na aridez de Brasília, com a sua baixíssima umidade do ar nessa época do ano. Essa arvorezinha toda engalanada é um bálsamo na melancólica repetição dessas quadras e super-quadras cinzentas, tudo sempre na mesma mesmice retangular e impróprias ao convívio. Mas a atmosfera agora lembra um oásis e minha cabeça ganha a leveza dos que têm todo o tempo do mundo. E o pensamento viaja.

Prorrogue-se por medida provisoriamente eterna a manhã da segunda-feira que se aproxima com seus funcionários públicos ainda sonolentos, bancários apressados e os eixos monumentalmente congestionados por fords e volkswagens bancados na prestação a perder de vista. Abaixo toda a formalidade dos ternos e gravatas que acinzentam a vida, que toda chatice seja abolida, afinal, o meu ipê abriu mão do seu justo hibernar e, mesmo despido de toda folhagem, coloriu uma insípida tarde de domingo.

-------------------------------------------------------------------------
Um beija-flor, quase liliputiano daqui do meu posto de voyeur acidental, passeia entre androceus e gineceus, completando essa inocente orgia da natureza
-------------------------------------------------------------------------

O ipê floriu e mudou a perspectiva. Só mesmo o meu ócio, que era ocioso mesmo, desses de baiano deitado na rede a contemplar o coqueiro que dá coco, pôde permitir o que veio a seguir. Daqui dessa minha janela, vi quando um casal de rolinhas “fogo-apagou" pousou num dos galhos amarelo do ipê e iniciaram um animado namoro. O pombinho-macho, com as penas eriçadas e todo pavoneado, cantava a onomatopéia que lhe serve de nome: "fogo-pagou', "fogo-pagou", enquanto pulava de um lado para outro do galho, deixando hipnotizada a fêmea com a música do acasalamento.

Ato contínuo, ele já estava por cima dela, asas e rabinho abanando doidamente, a fêmea subjugada por firmes bicadas no cocuruto.

Um sabiá-laranjeira, talvez embalado pelo espetáculo de tão invejadas delícias, começou longo e plangente gorjeio - à maneira dos líricos - daquele mesmo canto com que nos acorda toda madrugada aqui na capital do país por esta época do ano. Há quem acredite que o canto do sabiazinho seja a anunciação das chuvas que estão por vir. Mas arrisco outra hipóetese: ele parece chorar poesias de amores perdidos, quem sabe por um outro sabiá choroso que vagueia por aí na imensidão deste Planalto Central.

A coisa foi rápida, mas não o suficiente para impedir que o pequeno bosque de sibipirunas entre o meu prédio e o próximo virasse uma festa com a orquestra de canários, bem-te-vis e pintassilgos. O barulho atraiu também um beija-flor, ainda mais liliputiano daqui do meu posto de voyeur acidental, que, todo faceiro, passeava por entre androceus e gineceus, completando essa inocente orgia da natureza.


postado por 78623 as 02:28:10 #
6 Comentários

dUcibcRcQ:
4gp277 <a href="http://nnuoclgkfdkr.com/">nnuoclgkfdkr</a>, [url=http://bgetcicdfmgc.com/]bgetcicdfmgc[/url], [link=http://ogoeuwqdtlir.com/]ogoeuwqdtlir[/link], http://yukhzbroutnf.com/
quinta, agosto 23, 2012 01:42 

dUcibcRcQ:
4gp277 <a href="http://nnuoclgkfdkr.com/">nnuoclgkfdkr</a>, [url=http://bgetcicdfmgc.com/]bgetcicdfmgc[/url], [link=http://ogoeuwqdtlir.com/]ogoeuwqdtlir[/link], http://yukhzbroutnf.com/
quinta, agosto 23, 2012 01:42 

BFxswyGvET:
Ce6yV5 , [url=http://hxeizfdwkhgw.com/]hxeizfdwkhgw[/url], [link=http://lrzjwutvbcgl.com/]lrzjwutvbcgl[/link], http://pinevfaugvdq.com/
quarta, outubro 19, 2011 09:58 

BFxswyGvET:
Ce6yV5 , [url=http://hxeizfdwkhgw.com/]hxeizfdwkhgw[/url], [link=http://lrzjwutvbcgl.com/]lrzjwutvbcgl[/link], http://pinevfaugvdq.com/
quarta, outubro 19, 2011 09:58 

nanHdWKUJkIh:
GZYXcn <a href="http://wbxwkgwnmzat.com/">wbxwkgwnmzat</a>
quarta, outubro 19, 2011 05:52 

nanHdWKUJkIh:
GZYXcn <a href="http://wbxwkgwnmzat.com/">wbxwkgwnmzat</a>
quarta, outubro 19, 2011 05:52 

Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
78623
Meu Perfil

Links
Blog Grátis

Palavras-Chave
PRIMAVERA

Favoritos
Não há favoritos.

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
FALSA ERUDIÇÃO?
NOSSOS SERTÕES
PAIS & FILHOS
O QUARTO DE BORDEL
CÓDIGO DE BARRA
CERTA VEZ UM DIA...
MEMÓRIA EM CONTO
CERTAS PALAVRAS
A TERCEIRA MARGEM DO RIO... OU
O SIMPLES QUE DE TUDO EMANA...

Arquivos
2009, 01 fevereiro
2009, 01 janeiro
2008, 01 setembro
2008, 01 julho
2008, 01 junho
2008, 01 maio
2008, 01 abril
2008, 01 março
2008, 01 fevereiro
2007, 01 dezembro
2007, 01 novembro
2007, 01 outubro

10644 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..