Cultura Paraense
Cultura Paraense
sexta, 06 julho, 2007
Culinária Paraense


Culinária Paraense

A culinária paraense é muito rica e exótica, são de origem indígena, Os elementos encontrados na região, formam a base de seus pratos, o que deixa os gourmets maravilhados pela alquimia utilizada na produção destes pratos.

Importante dizer que a cozinha paraense é a mais brasileira e genuína, não possui influências europeias ou africanas. Os pratos são MARAVILHOSOS, deliciosos, surpreendente pelo uso de ingredientes nativos, espraia-se pela vasta região norte do país, onde a natureza comanda o paladar e o uso de produtos.

Maniçoba, pato no tucupi, chibé, tacacá... são explêndidos.

A maniçoba:

Sua preparação leva em média uma semana, pois a folha da maniva ( a planta da mandioca), depois de moída, deve ser cozida durante, pelo menos, quatro dias, após o que se acrescenta o charque, toucinho, bucho, mocotó, orelha, pé e costelas salgadas de porco, chouriço, lingüiça e paio, praticamente os mesmos ingredientes de uma feijoada completa. Pode ser acompanhado de arroz branco, farinha d'água e pimenta de cheiro a gosto. O aspecto estranhíssimo, causa impacto no turista, seja brasileiro ou estrangeiro. As pessoas olham desconfiadas.

O tacacá:

Mesmo não sendo considerada um refeição, o tacacá é algo consumido diariamente nas esquinas das principais ruas das cidades paraenses, sobretudo Belém. É considerada uma bebida ou sopa, é vendida pelas "tacacazeiras", Na hora de servir são misturados, na cuia, tucupi, goma de tapioca cozida, jambu e camarão seco. Pimenta-de-cheiro a gosto.

O chibé:

Sem dúvida, o Chibé é, por assim dizer, a mais paraense de todas as comidas. O chibé nada mais é do que  uma Bebida feita com água, em que foi desmanchada e deixada tufar um pouco de farinha de mandioca. Água e farinha, eis o chibé tradicional. Muito consumida nas mesas dos ricos ou dos menos favorecidos, entre índios, caboclos ou civilizados, o chibé é sempre muito bem-vindo. Aliás, a expressão “paraense papa-chibé” é uma das marcas registradas do nosso povo.

Pato no tucupi:

Ingredientes:

4 a 5 Kg de pato ou dois patos médios
Vinha-d'alhos: suco de cinco limões, cinco cabeças de alho socadas, meio litro de vinagre branco, uma pimenta-de-cheiro, sal a gosto
5 litros de tucupi
3 pimentas-de-cheiro
5 cabeças de alho
6 maços de folhas de jambu
Temperos: alfavaca, chicória do Norte e sal a gosto

O prato mais consumido entre os paraenses. Na verdade, o pato é uma tradição do almoço do Círio, mas se as condições financeiras não forem das mais favoráveis, vale o frango, o peru ou até mesmo o chester ao tucupi.


postado por 63926 as 02:52:16 #
0 Comentários
Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
63926
Meu Perfil

Links
Blog Grátis
Hoteis

Palavras-Chave
delicia

Favoritos
Não há favoritos.

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
CulturaPA

Posts Anteriores
Lendas Paraenses
Tradição e expressão de uma cultura

Arquivos
2010, 01 janeiro
2007, 01 julho
2007, 01 junho

27467 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..