VIVENDO INTENSAMENTE
VIVENDO INTENSAMENTE

quarta, 10 janeiro, 2007
Escuta aqui

Acho engraçado quando as pessoas culpam umas as outras pra se isentarem de peso na consciência.

Me pergunto: isso funciona? Você está enganando quem?

Já decepcionei algumas pessoas, mas em nenhum momento achei que culpa-las pelo meu erro me tiraria o peso das costas ou me faria melhor.

Creio eu que você só conhece alguém depois que este te decepciona, ou melhor, é ai que você conhece o outro lado.

Muito fácil eu dizer que você me enganou, me decepcionou, me iludiu, sendo que o que aconteceu foi o contrário, isenção de culpa momentânea? Só pode, porque mais cedo ou mais tarde isso virá á tona, e lá no fundo você saberá que não adianta culpar o outro, isso não diminuirá o sentimento de vazio ou amargor que a decepção trás, de maneira alguma mudará o que passou ou seus erros.

Pense bem, não é mais fácil admitir que errou e tocar a vida em frente?

Enquanto você me culpa pelos SEUS erros, minha vida segue e eu que tenho plena convicção que dei o meu melhor e não sou culpada, continuo a viver sem que nada vindo disso me faça peso extra.

Sou a favor de parar de usar essa armadura e olhar de frente, é tão simples, assuma suas perdas, seus desmerecimentos.

Pare de atrasar sua própria vida achando que culpar os outros pelos seus desastres vai te fazer melhor, não seja cruel com seu coração.

Qualquer dia desses quando cair na realidade verá que foi uma terrível perda de tempo, que o brilho no olhar terá se perdido, que a culpa nem é tão grande assim, e que a outra parte envolvida segue com seus sentimentos, novos amores, novas perdas e ganhos.

Erros acontecem na tentativa de acerto, e sinceramente é difícil quando só uma parte quer tentar, quer arriscar.

Levantar vôo solo, aterrissar com o nariz no asfalto, sofrer, morrer, ajoelhar e martirizar-se, nada disso adiantou..

E agora até quando vai continuar a tormenta? Saiba que deste lado as coisas fluem não como um mar de rosas, porém sem muitos espinhos, e que não adianta gorar a felicidade alheia, isso só te trará mais decepção.

Que tal viver seu mundinho real e parar de viver nesse castelo de farsas?

A princesa presa na torre, mais dia menos dia vai querer um lugar melhor pra viver e ai talvez perceba que vive no reino encantado de fantasias dos seus desejos, acordaa, para de usar mascaras, pois o meu carnaval já acabou.

No mais fica aqui meu descontamento com tanto sentimento desperdiçado.

Entre as perdas e ganhos, ao contrário do que possa parecer, isso vai para os meus ganhos. Ganhei experiência, novos horizontes, passei não criei raízes, embora um dia esse tenha sido nosso mais fiel desejo, mas agora vejo que tudo acontece realmente no seu momento e que não adianta o quanto você queira apressar seu destino, ele vai vir em sua direção, suave e simples como um temporal, e embora muitas vezes você queira abrir um imenso guarda-chuva, boa parte da água vai cair e te encharcar, mesmo que seja de baixo pra cima, não importa, quando tiver que acontecer será do jeito que Ele preparou.

Nada mais vindo de você me afeta, mas veja bem, segue sua vida porque eu estou seguindo a minha, me deixa, me esquece, demorei para escrever isso, achei que não devia perder meu precioso tempo, mas quem sabe assim você se toca, e tenta TOCAR (se é que me entende), sua vida de vez.

(Post escrito para uma única pessoa cuja identidade prefiro não revelar, mas como eu o tenho como leitor assíduo o recado será dado.)



postado por 38849 as 02:32:14
0 comentários:

Comente este post
Início
Perfil
38849
Meu Perfil

Meus Links
>> Blog Grátis
Criar Blog
Manta Absorvente de Óleo
Hoteis

Palavras-Chave
>> Culpa

Favoritos
There is a light that never goes out.
Universo Paralelo
VIVENDO INTENSAMENTE
orquidea
°°°Wany§am°°°
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
>> Sexo é escolha amor é sorte.
>> Aniversário – parte 2 – A festa.
>> Aniversário - parte 1
>> Reecontro
>> Everything - o clipe
>> Everything
>> Eu não vim até aqui pra desitir agora..
>> Escrevi, mas não mandei..
>> Depressão: Ato invontário de ficar triste
>> Ano do Macaco

Arquivos
02/01/2007
01/01/2007
12/01/2006
11/01/2006
10/01/2006

5529 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..