Familia, Santuario de Vida
Familia, Santuario de Vida

quarta, 27 julho, 2011
SER PAI

Pai (do latim patre; também chamado de genitor, progenitor, ou ainda gerador) é a figura masculinade uma família que tenha um ou mais filhos e assume oprimeiro grau de uma linha ascendente de parentesco. A paternidade dá-se pela ancestralidade biológica (isto é, a partir da fertilização), proveniente do casamento. Ainda há também a possibilidade legal de paternidade a partir da adoçao.

         Comumente,o termo assume um cunho religioso, proveniente da igreja cristã e da judaica, sendo um dos epítetos de Deus. Também é aprimeira pessoa da Santissima Trindade e é usado parase referir a padres, a partir daorigem da palavra.

         E para minha alegria desde o dia 22 de fevereiro de 2011 que estou vivendo esse papel de PAI. Deus nos deu a graça de acolher o nosso Miguel Antonio, filho gerado em nosso coração. Desde a época de namoro que conversamos sobre a construção da nossa família, que sonhávamos sempre com a chegada dos filhos. Porem Deus com sua infinita sabedoria tem um projeto para nós, muitas vezes diferente do que nós planejamos. E no projeto dele teríamos que acolher o nosso filho Miguel Antonio.

         E uma pessoa que abriu nossos olhos para a questão da adoção foi a Dr. Marly de Brasilia-Df, que veio participar de um congresso aqui em nossa Arquidiocese em 2010. E em conversa com a mesma, falando de nossa dificuldade para gerar um filho, a mesma veio com uma frase que não esqueço nunca: “Será que o projeto de DEUS para vocês é gerar um filho, ou acolher uma criança gerada por outra família?”.

         Desde aquela conversa que continuamos tentando engravidar, porem com a busca e preparação para uma possível adoção. Adoção essa que se iniciou em Novembro de 2010, com o acompanhamento gestacional do nosso Miguel Antonio.

         Posso dizer que hoje sou um homem realizado, por ser PAI. Tenho aprendido que ser pai não é apenas comprar leite e fralda. Ser pai é participar de todos os momentos da criação. É acordar de madrugada para dá mamadeira de leite, é dá banho, é trocar fralda, entre tantos momentos diários de uma criança. E confesso que é um prazer enorme viver esses momentos com meu Miguel Antonio.

         Porem tenho consciência que a minha responsabilidade de PAI, vai muito alem de toda tarefa diária. Está em ensinar e educar meu filho para ser um CristãoVerdadeiro, seguidor dos ensinamentos de Jesus Cristo.

         Desejo a todos os pais muita saúde e felicidade, para que vivam plenamente o seu papel de PAI, responsabilidade essa dada por DEUS. E lembrem que somos e sempre seremos exemplos para nossos filhos.

         Que DEUS nos abençoe e nos ilumine.

    


postado por 127738 as 09:19:16 1 comentários
terça, 31 maio, 2011
CARTA CNBB A RESPEITO DA DECISÃO DO STF QUANTO A UNIÃO DE PESSOAS DO MESMO SEXO!

Queridos irmãosem Cristo neste mês vamos publicar a nota da CNBB a respeito da decisão do STFquanto a união entre pessoas do mesmo sexo.

“Nós, Bispos do Brasil em Assembleia Geral, nos dias4 a 13 de maio, reunidos na casa da nossa Mãe, Nossa Senhora Aparecida,dirigimo-nos a todos os fiéis e pessoas de boa vontade para reafirmar oprincípio da instituição familiar e esclarecer a respeito da união estávelentre pessoas do mesmo sexo. Saudamos todas as famílias do nosso País e asencorajamos a viver fiel e alegremente a sua missão. Tão grande é a importânciada família, que toda a sociedade tem nela a sua base vital. Por isso é possívelfazer do mundo uma grande família.

           A diferença sexual é originária e não meroproduto de uma opção cultural. O matrimônio natural entre o homem e a mulherbem como a família monogâmica constituem um princípio fundamental do DireitoNatural. As Sagradas Escrituras, por sua vez, revelam que Deus criou o homem ea mulher à sua imagem e semelhança e os destinou a ser uma só carne (cf. Gn1,27; 2,24). Assim, a família é o âmbito adequado para a plena realizaçãohumana, o desenvolvimento das diversas gerações e constitui o maior bem das pessoas.

          As pessoas que sentem atração sexualexclusiva ou predominante pelo mesmo sexo são merecedoras de respeito econsideração. Repudiamos todo tipo de discriminação e violência que fere suadignidade de pessoa humana (cf. Catecismo da Igreja Católica, nn. 2357-2358).

         As uniões estáveis entre pessoas domesmo sexo recebem agora em nosso País reconhecimento do Estado. Tais uniõesnão podem ser equiparadas à família, que se fundamenta no consentimentomatrimonial, na complementaridade e na reciprocidade entre um homem e umamulher, abertos à procriação e educação dos filhos. Equiparar as uniões entrepessoas do mesmo sexo à família descaracteriza a sua identidade e ameaça aestabilidade da mesma. É um fato real que a família é um recurso humano esocial incomparável, além de ser também uma grande benfeitora da humanidade.Ela favorece a integração de todas as gerações, dá amparo aos doentes e idosos,socorre os desempregados e pessoas portadoras de deficiência. Portanto têm odireito de ser valorizada e protegida pelo Estado.

        É atribuição do Congresso Nacionalpropor e votar leis, cabendo ao governo garanti-las.Preocupa-nos ver os poderesconstituídos ultrapassarem os limites de sua competência, como aconteceu com arecente decisão do Supremo Tribunal Federal. Não é a primeira vez que no Brasilacontecem conflitos dessa natureza que comprometem a ética na política.

         A instituição familiar corresponde aodesígnio de Deus e é tão fundamental para a pessoa que o Senhor elevou o Matrimônioà dignidade de Sacramento. Assim, motivados pelo Documento de Aparecida,propomo-nos a renovar o nosso empenho por uma Pastoral Familiar intensa evigorosa. 

        Jesus Cristo Ressuscitado, fonte deVida e Senhor da história, que nasceu, cresceu e viveu na Sagrada Família deNazaré, pela intercessão da Virgem Maria e de São José, seu esposo, ilumine opovo brasileiro e seus governantes no compromisso pela promoção e defesa dafamília.” 

Aparecida (SP), 11 de maio de 2011



postado por 127738 as 09:20:22 0 comentários
domingo, 24 abril, 2011
SEMANA SANTA EM FAMILIA

Se algo que temos hoje em dia é que a batalha de manter o equilíbrio entre os aspectos religiosos e seculares de uma celebração não são tão fáceis de lidar. E, não é fácil, porque as celebrações seculares quase sempre são mais atrativas que sua contraparte religiosa. A Páscoa não é a exceção. Como católicos que somos, a Páscoa é a celebração litúrgica mais importante do ano. É um dia em que reafirmamos nossa fé na Ressurreição de Cristo entre os mortos. Mas, para a maioria das crianças, é o dia em que o coelhinho da Páscoa lhes traz uma cesta cheia de doces e presentes. Garanto-lhes que se vocês perguntarem a qualquer criança menor de 10 anos que escolham entre ir a Missa para celebrar a Ressurreição de Cristo ou participar de uma festa com coelho pascal incluído por certo este gracioso animal ganharia. O fato é que, sempre há maneiras de encontrar conexões entre a religião e as tradições seculares. A maneira como fazemos é nosso desafio como pais, avós, tios, tias e padrinhos católicos que somos. Por exemplo, enquanto seus filhos adoram a caça dos ovos de páscoa pela casa, (assim ganhariam os prêmios escondidos dentro), pode-lhes explicar que o costume dos ovos de páscoa tem uma origem cristã e que simboliza Cristo: assim como o ovo oculta uma vida que brotará, a tumba de Jesus também oculta sua futura ressurreição. Também, que o desejado coelho de Páscoa é um símbolo cristão da Ressurreição. Seu uso se remonta a antigos pregadores do norte europeu que viam na lebre um símbolo da Ascensão de Jesus e de como deve viver o cristão: as fortes patas traseira da lebre lhe permitem ir sempre para cima com facilidade, enquanto que suas débeis patas dianteiras lhe dificultam a descida. Estas pequenas explicações –que podem ser ditas a maneira de história- podem abrir a porta para uma discussão entretida sobre o batismo, a ressurreição de Cristo, etc. Ainda se a criança é muito pequena para entender o que o Sacramento do Batismo, por exemplo, verdadeiramente significa, é bom ir introduzindo-os sobre este tipo de tema de uma forma simples e entretida. Por exemplo, quando seu filho abrir seu livro de fotos e observar as fotos de seu batismo, junto com seu marido podem ir lhe contando que essas fotografias foram tiradas no dia em que ela passou a formar parte da família da Igreja. Tais argumentos, pelo menos, fazem que os filhos sejam conscientes deste sacramento e do que significa. Parte do desafio de fazer os filhos participarem das celebrações religiosas é que a maioria das festas da Igreja são para adultos em natureza e conteúdo. Os muitos símbolos e histórias que acompanham a Semana Santa e a Páscoa provê numerosas oportunidades para as crianças se comprometerem e lhes ensinar mais a respeito da fé. Nesta Páscoa procure oportunidades para fazer conexão entre as tradições festivas seculares e as cristãs. Oportunidades há, você deverá aprender algo novo no processo. Que possamos viver verdadeiramente esse período Pascal e a Semana Santa em família. Participe com toda a sua família das celebrações religiosas de sua comunidade. Feliz Páscoa, que o verdadeiro Cristo possa ressuscitar em vossos corações e no seio da sua família.



postado por 127738 as 07:20:09 0 comentários
Perfil
127738
Meu Perfil
Meus Links
Blog Grátis
Criar Blog
Manta Absorvente de Óleo
Hoteis
Palavras-Chave
MIGUEL
ANTONIO
Favoritos
Não há favoritos.

adicionar aos meus favoritos

Colaboradores do Blog

Comunidades
Não há comunidades.
Posts Anteriores
SER PAI
CARTA CNBB A RESPEITO DA DECISÃO DO STF QUANTO A UNIÃO DE PESSOAS DO MESMO SEXO!
SEMANA SANTA EM FAMILIA
A ARTE DE AMAR
Dom da Vida
Decisão para Evangelização
QUE SUA FAMIILIA TENHA UM FELIZ NATAL!
O que Deus quer do casamento, da família?
Semana Nacional da Vida e Dia do Nascituro
VERGONHA - DESABAFO DE UM CRISTÃO CATÓLICO
Arquivos
2011, 01 julho
2011, 01 maio
2011, 01 abril
2011, 01 fevereiro
2011, 01 janeiro
2010, 01 dezembro
2010, 01 novembro
2010, 01 outubro
2010, 01 setembro
2010, 01 julho
2010, 01 junho
2010, 01 maio
2010, 01 abril
2010, 01 março
2010, 01 fevereiro
2010, 01 janeiro
2009, 01 novembro
2009, 01 outubro
1268 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..