Federação Israelita Sefaradi B'nei Anussim
Federação Israelita Sefaradi B'nei Anussim
domingo, 12 junho, 2011
Hoje termina o prazo para purgarmos a mora

B’H

 

SãoPaulo, 13 de junho de 2011.

 

 

Hojetermina o prazo para purgarmos a mora, sairemos conscientes que lutamos pornossos objetivos, se não haver um milagre, continuaremos nossa campanha paratermos outro lugar para sinagoga e as  obras sociais e cultural em São Mateus.  

Permita-mecontar um pouco de minha historia, quando decidimos assumir a identidadejudaica por sermos descendentes e entender que judeu (anussim ou não) é aqueleque nasce de ventre judaico ou (filho da forçada), acreditávamos que acomunidade fosse nos receber de braços abertos, ao invés disso, encontramos asportas fechadas, a principio não entendíamos o porquê, o judaísmo é umareligião familiar, um é testemunha do outro, desta maneira a comunidade seprotege, de ataques anti-semitas e de confusões ideológicas. Na época todas asreligiões que conhecíamos logravam a rebanhar adeptos. Os órgãos judaicosexistentes não nos davam respaldo não nos reconheciam como judeus, por muitasvezes, fomos vítimas de preconceito e ignorância de não judeus e de judeus, aponto de um destes ditos judeus me perguntarem por que vocês querem um povo quenão os querem? Minha resposta foi imediata ninguém pode negar a si mesmo.

Diza Torá não darás falso testemunho, honra teu pai e tua mãe.

Nósnão podemos dar falso testemunho,negando nossa origens e os nossosantepassados, quando aceitamos o  jugo daTorá, aceitamos também alegrias e sofrimento,como o famoso ditado diz naalegria na dor ,na riqueza na pobreza, com toda adversidades  o amor pela Unicidade de D-us  e sua Santa Torá,  permanece impresso dentro de nós, lembrando–nos continuamente quem somos e qual é a nossa missão.

Quantasvezes celebramos shabat sem nada para colocar na mesa devido à situação edificuldades, em nossa inocência fazendo kidush com pão e água, lembro-me dodia que o meu melhor amigo Fausto Arruda faleceu, o shabat deve ser celebradocom alegria, com muita fé celebrei o shabat, sem chorar em meio a agonia, destavez não pela falta de comida, pois a mesa estava farta, mais coração triste.

““Comtudo isso acontecendo não podíamos negar como cremos nem como somos simplesmente”Judeus.” Cumprindo o pacto do Sinai e com o Ami Israel (povo de Israel)

Lembro-metambém quando nossa casa e instituição  foi invadida, com homem armado as criançasgritando com medo, tivemos que chamar a policia, a noite terminou as 06:00 damanhã, outro dia com depoimentos e tudo mais na delegacia.

Aochegar a casa minha filha me disse: Eles (goym)  não gostam de nós, o que fizemos para eles? Eurespondi nada, ela perguntou é verdade o que ele disse? O que ele disse?  Que nos matamos J.C, eu disse a ela você matou?Ela me disse não, nem eu, aqui ninguém conheceu este homem. Depois deste episodio apareceram acusações,diversas colocando em risco nossa família, e instituição, Até hoje corremapuração de quem foi,e  quando surgiram, estasacusações. Minhas filhas não têm escola judaica, já sofrerão descriminação,foram agredidas, fomos expulsos de uma casa alugada, com contas pagas e semmotivo aparente por quê?A resposta do proprietário nos surpreendeu vocês sãojudeus vão procurar sua turma, cheguei a receber telefonema de um pai meameaçando dizendo que não queria sua filha com minhas filhas, porque éramos malditos,que jogamos a nossa salvação fora, que ele veio para os seus mais....etc...,disseque se as minhas filhas não se afastassem de sua filha ,que ele iria nosencontrar pessoalmente,  que seriajustiça de deus (maldito seja este). Isso nos levou a existir juridicamentepara reivindicar perante as autoridades o nosso direito de liberdade religiosa,outro motivo é que por entender a importância da união dos descendentes dejudeus da Inquisição que desejam voltar à fé original de seus pais, é que nóspropomos o ajuntamento de todas as congregações de origem anussim do Brasil.

Paracriarmos nossas escolas judaicas, quantos pais judeus têm seus filhos em escolapública ou particular, que sofrem influência de outras culturas e religiões, comatividades culturais que não tem nada haver com que cremos ou o que queremos, algumasante-semita, comidas proibidas pela Torá e por ai vai..., por este motivoqueremos a união da comunidade como um todo, vocês, irmãos são tudo que nos restamcomo instrumentos de D-us, nossa  grandefamília sefarad de origem Ibérica.

Hileldiz: ”não te afastes da comunidade, nem confies em ti até o dia da tua morte,não julgues o teu próximo enquanto não te encontrares na situação dele, nãodiga coisas esperando que não sejam ouvidas, não digas estudarei quando tivertempo, pois talvez nunca tenhas tempo”. (mishná 5:capitulo 2)

“nãote afastes da comunidade, nem confies em ti até o dia da tua morte”

Nãote afastes da comunidade significa: que juntos seremos forte, nem confies em tiAté o dia da tua morte significa: não acredite que você poderá fazer algosozinho e que não depende de ninguém.

“Nãojulgues o teu próximo enquanto não te encontrares na situação dele” significa:sempre imagine a situação do teu próximo antes de julgá-lo.

“Nãodiga coisas esperando que não sejam ouvidas” Não critique achando que suaopinião não fará diferença, sempre a alguém que as escuta, desta maneira o mal(lashon hará) não ficara somente para ti, mas contaminaras aos outros também.

“Nãodigas “estudarei quando tiver tempo, pois talvez nunca tenhas tempo”. O estudoeleva a alma o tornando puro de coração, e retira a ignorância, a morte éinesperada o tempo não se recupera.

Queridosirmão, ainda estamos longe do nosso objetivo, mais a positividade é a mesmaacreditamos que venceremos mais está etapa passaremos por mais este obstáculo, estamosna corrida contra o tempo o que muitas das vezes nos faz perguntar:

Porqueenquanto o justo sofre os homens se calam?Porque os que se dizem justos nãolutam por justiça, antes abandonam a justiça cometendo injustiça.

Saiba… perante quem você estádestinado a dar julgamento e justificativa.
Ética Dos Pais, 3:1.
OsIsraelitas mais abastardo, não temos acesso, aos disponíveis a nos ajudartambém tem dificuldades financeiras, mais á aqueles que simplesmente cruzamseus braços dizendo este problema não é meu, estes mostram que não entenderamnada sobre judaísmo nem comunidade .

Temosque nos unir para decidirmos qual vai ser o  nosso futuro, o tempo não se recupera a hora éagora...

Ki-Atáh abinu kiAbraham lo yeda'anu we'Yisra'El lo yakiranu Atáh Adonay abinu goalenu me'olamshemecha".

Isaías63:16

.16Mas tu és nosso Pai, ainda que Abraão não nos conhece, e Israel não nosreconhece; tu, ó SENHOR, és nosso Pai; nosso Redentor é o teu nome desde aantiguidade.

É chegado o momento de reerguermo-nos, como a famosa ave mitológicaque se fez símbolo para todo o judaísmo hispano-português, cujo mito faz mençãoao "levantar-se Fênix das cinzas após haver sido queimada", é o quequeremos se nos disserem comecem, nos já começamos há dez  anos, a aqueles que dizem, até agora só estãoesperando.

Esperandoo que?

Baruch Hashem(bendito seja o nome) pelos visionários inconformados com a atual situação.

O“PRESENTE É AGORA"

Enecessário agir em conjunto

Conhecero ambiente de ação

Conheceros obstáculos a ser vencido.

Conhecersuas fraquezas e suas virtudes.

Pontosfortes e pontos fracos.

As Leisda ética e conduta do povo judeu é o meio, mas depende exclusivamente de cadaum de nós usá-lo da maneira certa para realmente nos tornarmos exemplos vivosda Torá, judeus verdadeiros, por dentro e por fora

 

Cuide de seus PENSAMENTOS,
porque se tornam palavras;

Escolha sua PALAVRAS,
porque se tornam ações;

Entenda suas AÇÕES,
porque se tornam hábitos;

Estude seu HÁBITOS,
porque se tornam seu caráter;

Desenvolva seu CARÁTER,
porque ele torna-se o seu DESTINO

Bem-aventuradosos visionários, essas criaturas cujos olhos não se limitam a observar a rotina.

Insistemem ver um futuro, não para esperar passivamente que ele chegue.

Maspara correr ao seu encontro com a disposição de moldá-lo e construí-lo.

Esseé o Judaísmo que não temos, mas é o Judaísmo que temos que construir!

A QUEM  INTERESSAR NOSSO CONTATOS: fisba_fisba@hotmail.com

Fisba_fisba@yahoo.com.br  Cel:( 55)0119314 5027 – 6427 9176

Seeu cair levantar mi-ei, se me assentar em trevas o Eterno será minha luz

MordechaiMoré Ben Yehuda S’T ( Marcos Moreira da silva).

  BANCO ITAÚ

Agencia/7131 - C/C: 04544-0                                              

 

BANCOBRADESCO

Agencia:2866-5 - C/C: 1585-7

 

Aos cuidados deNelsi Roseli Bianco.

 



postado por 42887 as 12:46:35 2 comentários




quarta, 01 junho, 2011
Urgencia

 CNPJ:02.354.990/0001-91


CarosLeitores:


Quemsomos:FederaçãoIsraelita Sefarad B’nei Anussim.

FISBAé uma organização de sociedade religiosa de interesse público(Org.) cuja principal meta é a AÇÃO SOCIAL independente devínculo religioso. Pela aplicação do conhecimento, possibilitaráa comunidade local a ter acesso a uma vida digna, saudável eeconomicamente sustentável.Somos uma associação de cooperativismosocial de forma independente , de acordo com a lei de associação doBrasil. Fundada em 01 de outubro de 1997, Nossa intituiçao trabalhaem prol do desenvolvimento social e econômico, para combater oanti-semitismo e promover a cultura e o assistencialismo.

Nossoobjetivo pricipaldefender os interesses dos descendentes de judeus sefaradim, noresgate dos b,nei anussim de todo Brasil e incersão na comunidadeoficial através dos procedimentos halachicos.

Nossaentidade é primeira federação no Brasil de origem Ibérica a fazereste trabalho social, realizando assim um sonho, que trás,respeito, dignidade e educação de qualidade. Pioneira no assuntoatua no país inteiro para atender todo e qualquercidadão.
Promovendo o desenvolvimento social e econômico comsustentabilidade, justiça, ética e transparência, por meio daaplicação do conhecimento humano e da mobilização religiosa esocial, com possíveis parcerias com empresários e governos.

Atualmente fazemos nosso possivel, mas o atual presidente e também fundadorque para realizar um sonho, tirou muitas das vezes do proprio bolso, para fazer alegria de familias mais carentes e crianças, seusrecursos já acabaram, pois ele não tem intenção de lucro, paraele a maior dadiva é garantir que as crianças de hoje não setorne os marginais de amanhã, lares mal estruturados produzem sereshumanos dezajustados socialmente , com traumas muitas das vezesinrreparavel, por agreção fisica e maus tratos.

Nossopedido é de ajuda efetiva digo com participaçao ativa de suapessoa, nos acompanhando .

Nessecitamosurgente de ajuda em contribuição pois estamos preste a perder o local denossa sinagoga e projetos sociais , prazo final é até o dia 13/6dado pelos proprietarios em acordo juduridico.


Historicodo local:a FISBA fez um contrato com locador de aluguel mais compraem 2 anos ,mediante um adiantamento, atravez de e-mails e tuiterpedimos ajuda mais infelismente nimguém nos ouviu, Sr. MarcosMoreira (Mordechai Moré ) é quem tem arcado com todas asresponsabilidade, muitos nos procuram com promessas, mas nem umacumprida.

Lamentamosa vergonha ou a falta dela, nas pessoas que se dissem religiosas semahavat shamaym(Amor pelos Ceus ).

Maisfica aqui uma promessa aos sinceros, que nós não desistiremos donossos objetivo, que não abandonaremos a causa Anussim, “E o comodiz, a fisica, quanto maior a pressão mais forte é a resistência”Já estamos com novo projeto que parte já foi postado em nosso BLOG,que tende a resolver a questão estrutural para melhor servir atodos da comunidade local e em todo Brasil .


AAjuda daqueles que vem acompanhando nosso trabalho e progresso, émuito importante qualquer quantia será bem recebida para honrarmoscom este acordo Já somos um povo perseguido e se darmos mutivostrabalharemos contra nós mesmos.

Arespeito de nosso trabalho:

Arevista Folha de São Paulo fez uma materia ao nosso trabalho no dia (7 a 13de novembro 2010) titulo “Um rabino negro na zona leste.”

TV Gazeta, Mosaico naTV mídia judaica

http://www.youtube.com/watch?v=1RQhi1jkVSwTV Gazeta, mídia judaicahttp://www.youtube.com/watch?v=-pHtv7Gx6HE&feature=related

http://www.uniblog.com.br/fisba/

http://www.pontourbe.net/edicao7-artigos/125-judaismo-na-periferia-lazer-e-formas-de-sociabilidade

Desdejá agradecemos a vossa compreensão e crendo que seremos atendidos.

Ovalor que necessitamos é 15,000,00 até o dia 13/06/20011.

Federação Israelita Sefarad B’nei Anussim

Banco Itaú

C/C:04544-0 Ag:7131


Banco Bradesco

C/C:1585-7 Ag:2866-5

Aos C/ Nelsi Roseli Bianco



Mordechai Moré S”T






postado por 42887 as 01:28:20 2 comentários




segunda, 04 abril, 2011
”a união faz a força”

<!-- @page { margin: 2cm } P { margin-bottom: 0.21cm } -->

Todosjá conhecem o dito popular que diz:”a união faz a força”,aqui no Brasil os benei se dividiram por causa da fúria daInquisição, esta fúria nos deixou traços psicológicosinconsciente de desconfiança até os dias de hoje, diferentes dosirmãos da Holanda que se manterem unidos, sendo testemunha uns dosoutros, os benê do Brasil, foram assimilados na cultura do cadaum por si.Será que se um grupo de bene anussim de qualquer parte do Brasilfechar as portas da sua congregação hoje, nós da comunidadeanussita sentiria?

Issonão seria um golpe duro para aqueles que têm esperança de verreerguida a comunidade sefarad origem Ibérica do Brasil?

ParaFISBA seria uma tristeza, por falta de sensibilidade dos própriosanussim isso ocorre quase sempre, é uma vergonha pela atualcircunstância de não podermos atender os anussim do Brasil, porboicote deles mesmos.

Cadaum por si,este pensamento é contra a Torá que diz que todo povo, é como sefosse um, a falta de união dos benêi anussim tem sido o seu maiordesafio na integração na comunidade judaica oficial.

Obenê tem que reaprender a viver em comunidade e se associar em umacomunidade religiosa. Cumprir com suas obrigações na comunidadecomo um todo, procurando criar estabelecimentos de estudos tantojudaico como secular, e assistência social para o bem comum detodos.Judaísmo não é mais uma entidade, somos um povo, quando sediz povo nos lembra nação que significa um ideal, uma só lei um sódestino, alegrias e dissabores, é assim que os benê têm que ser eagir .Juntar as forças é uma das estratégias para vencermos asdificuldades, para crescermos e alcançarmos os nossos objetivos queé o nosso retorno definitivo.

Nossaentidade é um movimentodecooperativismo sendo assim não nos interessa pessoas que só pensamem seu umbigo, ou seja, que só quer resolver o seu problema,ignorando os demais bene anussim do Brasil e do mundo, quem seassocia a fisbatem que entender que o nosso lema é o mesmo dos três Mosqueteiros“UMPOR TODOS, TODOS POR UM”nós não podemos esquecer-nos de quem nos ajudou e nos estendeu amão, da mesma maneira que nós retornamos, atrás de nós tem maispessoas com o mesmo desejo, que só vão conseguir fazer o seuretorno com a ajuda dos que já conseguiram fazer o seu, o que maisacontece em nosso meio são de pessoas que já retornaram não digoesquecem, mas sim ignoram os irmãos que ficaram para trás, muitosdestes que retornaram foi com ajuda dos próprios, pessoas que ficaram esperando com promessas dos mesmos, que voltariam para ajudara causa dos que ficaram, mas isso não aconteceu, quando sãoprocurados por estas pessoas, simplesmente eles não se lembram, amemória fica curta, acabam adquirindo amnésia temporária, alguns se formaram rabino, estes fazem questão de esquecer o seu passado eignoram comunidades inteiras que estão oculta ao mundo judaico quedesejam retornar.O que estou querendo passar para as pessoas, é quenós temos que ter compromisso, temos que ser unidos, nãoesquecermos dos nossos irmãos, temos que ajuntar forças, paracomunidade sefarad se levantar com orgulho, prestígio e dignidade,temos que pensar nas nossas gerações futura, o que adianta hoje nósvivermos judaísmo, lutarmos para retornar , se os nossos netos nãoderem continuidade do que nós resgatamos e buscamos comsacrifícios, porque todos que realmente desejam viver judaísmo sabeque não é fácil, mas fizemos por amor porque escolhemos e não nosfoi imposto.

OTalmud diz não jogarás pedra no poço que te deu água”

Exemplo:um empresário necessita de um jatinho para 30 pessoas, ele não temrecursos para adquirir, sabe que vai ter um custo alto com piloto,hangar, combustível e a manutenção da aeronave, ele então procuraempresários com a mesma necessidade, juntos teriam capacidade de teruma aeronave até maior, um modelo mais atual, e juntos vão ver ummeio entre os sócios da aeronave para ambos poderem usa-lá.

aimportância da vida em comunidade

Porqueé tão estranho viver em comunidade para os ocidentais? Ao longodesta caminhada, na reconstrução da comunidade de origem sefaraditabene anussim, notamos a grande dificuldade em permanecermos unidos emtodos os sentidos.

Osjudeus orientais viviam em comunidades para escapar da pobreza,guerras e perseguições, por segurança, até hoje os judeus vivemem grupos.

Quandomoravam todos juntos, cada um tinha sua tarefa diária, assim todosparticipavam da sustentação da casa de forma digna, não tínhamosmais ricos, nem mais pobres todos em pé de igualdade, tinham maistempo para as crianças, por que havia revezamento no cuidado dasmesmas, havia mais festas, todos contribuíam, porque todos játinham uma rotina definida que lhes permitiam crescerfinanceiramente. Todos confiavam uns nos outros, pois se mantinham nomesmo propósito.

Viverem comunidade não quer dizer perder a intimidade familiar veja bem,viver em comunidade significa ter regras de convivência, moramos nacidade e todos nós temos vizinhos e nem por isso eles entram emnossas casas a hora que querem, cada um respeita a lei civil e a boaeducação. Não é ter pessoas estranhas dentro da sua casa, e tera família por perto e entender que toda a comunidade faz parte dafamília, não são estranhos, são nossa gente, seguindo regras derespeito e discrição, a lei da cumplicidade e ajuda mútua.

Porisso aqui no Brasil, nossos pais foram grandes senhores de engenho,fazendeiros, comerciantes em geral, muitas pessoas não sabem, maseles tinham uma linguagem secreta de identificação, casavam os seusfilhos entre si e mantinham um cooperativismo em seus negócios, comoa maioria sabe estes antepassados nossos, são de ascendênciajudaica anussim, que aprenderam a viver em comunidade mesmo em tempode perseguição, mantinham-se unidos, no livro caderno doinquisidor encontramos referencias de grandes comunidades anussita doRio de Janeiro, Minas Gerais, Recife e Pernambuco.

Umexemplo bom de agir em comunidade, e com cooperativismo é estemidrashim que o rabino conta:

umanjo levou um homem ao inferno, ele pode notar que havia variaspessoas sentadas à mesa, com muita fartura, mas não podiam comerporque suas cabeças estavam para trás, desta forma não podiamlevar os talheres em direção a boca, espantada ele diz ao anjo comoserá nos céu? O anjo lhe disse: ”vamos ver”, chegando ao céu asituação era exatamente a mesma, porem havia uma diferença que oscolocava em vantagem, um colocava a comida na boca do outro.

Estemidrashim enfatiza que uma situação de inferno é quando os homensagem sem cooperativismo, e uma situação pode ir de inferno ao céuquando todos se ajudam, nossa mesa é farta só depende de nós comovamos nos alimentar.

Hileldiz: ”não te afastes da comunidade, nem confies em ti até o diada tua morte, não julgues o teu próximo enquanto não teencontrares na situação dele, não diga coisas esperando que nãosejam ouvidas, não digas estudarei quando tiver tempo, pois talveznunca tenhas tempo”. (mishná 5:capitulo 2)

Aregra é antiga e clara, nosso direito termina onde começa o dooutro. Assim, por exemplo, as comunidades que vivem isoladas estãosendo constantemente divididas por que a mentalidade esta errada, nãoé judaica, há ainda restolho do cristianismo, todos querem serlíder, até os que mal começaram no judaísmo, só porqueaprenderam a rezar, acham que já sabem de tudo, arrumam brigas,confusões se dividem, e lá se formam outro grupo, infelizmente issoé uma vergonha, é o tipo de gente que ainda publica e divulga nanet, achando que isso vai ajudar isso só nos prejudica ainda mais,demonstrando assim a desorganização e a falta de união, falta desinceridade, egoísmo, interesses obscuros.

ènecessario mudar para Crescer.

Quandovamos escolher uma escola para nossos filhos, nós vamos ver oambiente se nos agrada, queremos segurança e professores capacitadoscom boa formação, um lugar bem estruturado com boa aparência, istoporque queremos um ambiente saudável para nossos filhos, se não oencontramos procuramos outro, da mesma forma os benei anussim doBrasil, necessitam de criar um ambiente saudável e familiar de boaaparência, sem brigas e contendas, se não somos capacitados vamosbuscar capacitação, e adquirir para nós bons mestres, para issonecessitamos de ter um caixa para contratarmos um rabino, ou umprofessor de yeshiva, se chegarmos a ele pedindo ajuda não teremos,mas se através de uma entidade o contratamos é diferente eleaceita, pois é um trabalho é um meio de sustento justo, correto ecerto porque ele estudou para isso, ninguém aprende nada sozinho.Você pode estar se perguntando, mas eu moro em Minas Gerais a sededa FISBA é em São Paulo como vou fazer para aprender, é simplesnão vamos sentar e aprender dentro de uma sala de aula vamosaprender dentro de nossas casas, reunir a nossa família, judaísmosó de um homem ou de uma mulher não existe, o que existe éjudaísmo familiar.

Estecurso é reconhecido para retorno ou conversão e ália?

Ocurso é preparatório, para apresentação ao Beit Din ortodoxo,segundo as leis de Israel, lembrando que a FISBA não é um movimentopolítico, mas sim religioso, se houver o interesse de fazer o curso,o filiado a FISBA tem que ter a consciência de ser religiosoortodoxo, e que o Beit Din tem poder para negar o admitir novosmembros em suas fileiras, a FISBA não tem poder algum de admitiralguém junto à comunidade judaica mundial, se a pessoa for admitidapelo Beit Din depois de passar pelo processo religioso, será emitidapelo Beit Din uma carta em hebraico para agência judaica, a qualfará os procedimentos para ália.

Porquedevo me filiar a FISBA se ela não me emite nem um documento?

Quandodecidimos assumir a identidade judaica por sermos descendentes eentender que judeu é aquele que nasce de ventre judaico,acreditávamos que a comunidade fosse nos receber de braços abertos,ao invés disso, encontramos as portas fechadas, a principio nãoentendíamos o porquê, já que todas as religiões que conhecíamoslogravam a rebanhar adeptos.Os órgão judaicos existes não nosdavam respaldo, por muitas vezes fomos vitimas de preconceito eignorância de não judeus e de judeus, isso nos levou a existirjuridicamente para reivindicar perante as autoridades o nosso direitode liberdade religiosa, outro motivo é que por entender aimportância da união dos descendentes de judeus da Inquisição, éque nós propomos o ajuntamento de todas as congregações de origemanussim do Brasil. Nós procuramos entidades que se propõe a fazero retorno ou a conversão ao judaísmo dos bene anussim , a maioriafalava que não cobrava nada, mas haviam custos de documentos, enviospara Israel e mais uma série de procedimentos rabínicos, e nosdeparamos com um valor considerável, e a grande maioria dos beneianussim do Brasil não teriam possibilidades de dispor de talquantia nem nós, por este motivo procuramos desenvolver um sistemade cooperativismo, aonde todos nós ajudariam uns aos outros, aregularizar a situação de cada um perante a comunidade e terdireto de fazer ália e ser um judeu pleno, e estamos trabalhandoneste projeto a anos, sem descanso, apesar de sermos boicotados pelospróprios anussim, não desistimos do nosso propósito e objetivos,de ter uma comunidade firme,forte e na preservação étnica culturalda nossa origem sefarad, e é por causa deste trabalho serio é quetem rabinos dispostos a nos ajudar.A FISBA esta dando um meio deestudar judaísmo a um custo acessível a todos de forma digna comrabinos ortodoxos, até o momento não conhecemos nem uma entidadeque se propôs a tal trabalho, provamos que é possível fazer comunião e com cooperativismo.

Comovai ser as aulas?

Nainternet tem um programa chamado Paltalk, através deste programatemos uma sala restrita com áudio e vídeo, aonde os mestres nosensinarão e nos orientaram, vamos poder interagir com o mestre e osalunos, tirando duvidas e sendo esclarecidos, lembrando, aqui vamosaprender com mestre, não ensinar, podemos questionar mas não impora nossa vontade ou o nosso achometro,se você veio para aprender vaiaprender, se veio pra ensinar esta no lugar errado, será convidado ase retirar.Nosso mestre será sefarad, nosso rito é sefarad como ode nossos pais.

Qualmaterial será usado?

Omaterial será de autoria do mestre, que terá seus direitos autoraispreservados e remunerados pela instituição, a instituição FISBAproduzira conforme a demanda de alunos, e enviará via correio, omaterial e o envio serão pago aparte, não está incluso nainscrição e na mensalidade que são valores a parte.

Porquea FISBA é quem vai distribuir o material?

Todaa instituição necessita sobreviver e a FISBA não é diferente dasdemais, o prédio onde está localizada precisa ser pago, água, luz,telefone, internet, imposto, funcionários etc...não estamos fazendofavor, estamos unidos juntos em prol de um movimento de restauraçãoda comunidade judaica sefarad de origem ibérica, ninguém chegalugar algum sem ajuda mútua.Nós estamos aqui pra tirarduvidas,atender as pessoas, e pra isso tudo se tem um custo.

Qualé a importância de congregar na sinagoga?

Asinagoga é uma oportunidade de vida comunitária, troca deexperiência e aprendizagem na comunidade local, deve -seestabelecer no bairro da kachal “Congregação” a fim deestabelecer minian para permitir a continuidade das rezas diárias,tal como estabelecer negócios e oportunidades e instituições deensinos para obem comum da comunidade local, quanto aos que estão longe de SãoPaulo, deverão se houver grupo ter ao menos uma Beit tefilá (casade oração) para pratica judaica comunitária,caso não haja grupoindicaremos a comunidade mais próxima associada.

Quantotempo de estudo?

Osprazos estabelecidos por nossos mestres é no mínimo de dois anos deestudo, precisamos entender que não existe retorno ou guerut,instantânea se trata de um compromisso sério que mudará suageração no mundo judaico, um Beit Din sério aceito por 90% em todomundo judaico.

Porquevocê quer ser reconhecido como judeu?

Serjudeu por status se é este o seu motivo para nossa entidade éinterpretado de maneira errada, e você só servirá de escândalopara comunidade judaica israelense, será também uma vergonha paratoda comunidade judaica brasileira, pois muitos foram a Israel comojudeus conversos, e lá deixaram o judaísmo, vivendo como goy, sevocê quer ser reconhecido, porque é judeu e se sente judeu comtodos deveres e responsabilidade de manter sua futuras gerações nojudaísmo, este é para nós o motivo correto.

Nãosomente se esforçar para manter suas gerações mais também unidoscriarmos nossas próprias sinagogas, entidades judaicas para atendertodo povo judeu, sem preconceito, vivendo o verdadeiro judaísmo daTorá.


Conteúdodo curso básico de judaísmo:

1.Curso de Judaísmo

1.1.Calendário

1.2.Shabat

1.3.Iamim Noraim (Dias Austeros)

1.4.Festas,

1.5.Bênçãos

2.Ceremonial

2.1.Brit Milah

2.2.K’riat Sidrurim vhaTorah

2.3.Talit

2.4.Tefilin

2.5.Mezuzá

2.6.Tsom

2.7.Avelut

2.8.Bar Miztvá

2.9.Kashrut

2.10.Brachot

2.11.Chupá VeKidushim

3.Liturgia

3.1.Serviço Religioso

3.2.Shabat e Yom Tov

3.3.Pidion HaBen

3.4.Princípio do Judaísmo

3.5.Diferença entre Cristianismo e Judaísmo

3.6.O Perigo dos Judeus Messiânicos

3.7.O Mashiach esperado por nós e o Messias esperado por eles.

Objetivoespiritual da FISBA

  1. Propagar o conhecimento cultural e espiritual entre a sociedade, a fim de educar todas as pessoas que queirám na Torá, restabelecendo o equilíbrio dos valores éticos, preparando as futuras gerações para cumprir nosso pacto com Israel bíblico na era do Mashich.

  2. Propagar a a unicidade de D-us, assim como foi revelada atraves de Moshê no Sinai,garantindo o conhecimentos de nossos sabios.

  3. Unir os membros da comunidade e torná-los mais próximos de D-us. Isto fará com que cada alma seja parte integrante de de seu projeto para um mundo melhor.

  4. Ensinar e encorajar o movimento a restauraçao da comunidade sefaradita de origem iberica,erguer para os membros desta comunidade Yeshivot , um local de ensino, cultura, e laser e negócios entre os menbros.

  5. Manter os membros unidos com a finalidade de ensinar um modo de vida mais simples e natural atraves da vida em comunidade;

  6. Publicar e distribuir periódicos, revistas e livros com os propósitos acima mencionados.

Objetivosocial religioso da FISBA.

I.O ajuntamento de todas as congregações de origem Benê Anussim ounão;


II.Nossas comunidades podem ser liberal, Ortodoxa, ou conservadora;


III.Formação do cadastro Nacional Benê anussim, arquivo e documentos,fotos

paraformação dos centros de cultura, em todo território Nacional;


IV.Promover o reconhecimento de nossa comunidade junto a Israel e outras

Federações,como proporcionar o surgimento de novas sinagogas.


V.Promover o surgimento de Yeshiva para nossos filhos, formação derabinos;


VI.Associar-se a clubes, assistência médica e convênio Odontológicose cemitérios Israelitas e colégio com orientação rabínica dacultura e o hebraico.


Quala diferença entre AS OUTRAS INSTITUIÇOES E A FISBA?

Oprojeto da FISBA não atinge somente o associado com, atinge tambémsua família e todas suas futuras gerações, proporcionandoreintegração a comunidade mundial e sua religião, boa formaçãoacadêmica e uma renda mensal vitalícia enquanto associado, podendoparte ser usados pelo associado em cursos, clubes, planos de saúde eodontológicos. Pois os recursos financeiros mensais são vitalícios,ou seja, enquanto for associado, deixando de ser associado perde seusrecursos provenientes das indicações ativas.

Nossaentidade se orgulha de não ter usado atalho para chegarmos ao quesomos hoje, temos consciência de nosso testemunho perante acomunidade judaica mundial.

Porisso Criamos sistemas de filtragens inclusive descredenciados algumaspessoas que nunca colaboraram com a causa de maneira efetiva e real,só virtual.

Quemsomos?

Somosuma associação de cooperativismo religioso e social de formaindependente, de acordo com a lei de associação do Brasil.Fundada em 01de outubro de 1997,a FISBA trabalha em prol do desenvolvimento religioso e social eeconômico, para combater o anti-semitismo e promover a culturajudaica no Brasil. A Fisba é a primeira federação no Brasil deorigem ibérica a fazer esse tipo de trabalho social de auxílio aoretorno e adaptação, realizando, assim um sonho que trás,respeito, dignidade e educação de qualidade possibilidade deprosperidade. Pioneira no assunto atua no país inteiro para atendertodos bene anussim que queira retornarão judaísmo por linhaortodoxa no Brasil.
Promovendoo desenvolvimento social e econômico com sustentabilidade, justiça,ética e transparência, por meio da aplicação do conhecimentohumano e da mobilização religiosa e social, com possíveisparcerias com empresários e governos.

Temoso objetivo principal o retorno dos benê anussim para o povo deIsrael






postado por 42887 as 02:16:45 3 comentários




Perfil
42887
Meu Perfil

Meus Links
Hotéis no Brasil
Encontra Brasil
Guia RR
Encontra Roraima
DNS Dinâmico
Blog Grátis
Criar Blog
Manta Absorvente de Óleo
Hoteis

Palavras-Chave
uniao

Favoritos
Federação Israelita Sefaradi B'nei Anussim
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
federaçaoisraelita sefarad B,nei anussim
federação Israelita Sefarad B`nei Anussim

Posts Anteriores
Hoje termina o prazo para purgarmos a mora
Urgencia
”a união faz a força”
Neste proximo domingo, 27 de março de 2011
Palestra na zona leste
CARIDADE A GENEROSIDADE E A RIQUEZA.
A vida de David Melech é um grande exemplo.
aos amigos e admiradores de membros de nossa organização
Reforma da sinagoga Beith Israel
Programa Mosaico estará presente na inauguração da Sinagoga Beith Israel

Arquivos
2011, 01 junho
2011, 01 abril
2011, 01 março
2011, 01 janeiro
2010, 01 novembro
2010, 01 outubro
2010, 01 setembro
2010, 01 maio
2009, 01 dezembro
2009, 01 novembro
2009, 01 outubro
2009, 01 setembro
2009, 01 agosto
2009, 01 maio
2009, 01 abril
2009, 01 fevereiro
2009, 01 janeiro
2008, 01 outubro
2008, 01 setembro
2008, 01 agosto
2008, 01 junho
2008, 01 maio
2008, 01 março
2008, 01 janeiro
2007, 01 dezembro
2007, 01 outubro
2007, 01 abril
2007, 01 março
2007, 01 fevereiro
2007, 01 janeiro
2006, 01 dezembro
2006, 01 novembro

35366 acessos


CRIAR BLOG GRATIS
..