Jamile Escola de Dança
Jamile Escola de Dança
segunda, 02 abril, 2007
Aula Gratuita


Aula Gratuita de cada modalidade

Venha sozinho, com um grupo de amigos (as), venha com a mãe, o pai, mais acredite: Você pode e deve!

Uma Escola de Danças é para se aprender, ninguém aqui vai dar show, te intimidar ou rir de você. Bailarina profissional não está numa aula para aprender a dançar, ela está numa casa de Show/Eventos, fazendo espetáculos. Elas vêm nas escolas de danças, porém, em “HORÁRIO ESPECIAL”.

Por isso, você que chegou na cidade, não conhece ninguém, quer fazer amigos(a), quer conhecer bons lugares para ir, quer desestressar, perder a timidez, elevar sua auto-estima,  conhecer pessoas novas, fazer atividade física e modeladora, com baixo impacto, aliado a acompanhamento da melhor equipe de profissionais de Foz do Iguaçu e Região.


Você será muito bem recebido aqui na Jamile Escola de Dança!


Veja mapa abaixo de como chegar até nós.

Eu (Jamile), a Najme,  a Nahide e a Pamela estaremos te esperando para um café. Qualquer dúvida, estaremos à disposição no msn (jamileescoladedanca@hotmail.com / jamileoasis@hotmail.com),

telefones da escola (3572-0665/8409-0769) e pessoalmente!

Atenção: É de prioridade da escola o acompanhamento e correção postural, alongamento, relaxamento e reeducação respiratória, além de ÉTICA E INCENTIVO A CULTURA E ARTE!

 Dançar é viver!!!

Profª Jamile Roppel e sua Equipe


postado por 35630 as 05:23:10 # 4 comentários
Confiram Nossas Fotos pelo Site

http://www.jamileescoladedanca.gigafoto.com.br

http://www.atelierjamileroppel.gigafoto.com.br

http://www.orkut.com - Jamile Roppel


postado por 35630 as 05:21:30 # 6 comentários
Sejam Bem Vindos!!!


Obrigada pela visita!

A escola está aberta nos horários:

                 Segunda-feira : 14:00 às 21:30

Terça-feira á Sexta-feira : 09:00 às 12:00

                                             14:00 às 21:30

                   Aos sábados :  13:30 às 19:00


postado por 35630 as 05:20:21 # 0 comentários
LOCALIZAÇÃO!


 Celular (Paraguay)  0983318115

postado por 35630 as 05:18:55 # 0 comentários
SHOWS DO GRUPO OÁSIS!


Dança do ventre e Folclore árabe, Danças cigana e Latinas, Tango, Brasileiro e Passistas


ATÉ 10 BAILARINAS!!!!


Consulte-nos para organização de Shows e Coreografias étnicas, sua Festa de Aniversário, Casamento, Bodas, Eventos em clubes, Feiras, Colégios, Festas em Empresas, Convenções, Noivados, Reuniões de      Amigos/Churrasco, Festa Familiares e o Imperdível Chá de Panela com Dança Sensual!!!!

SHOWS NO CHAWARMA'S

Av.das Cataratas ,das 20:30 ás 22:30

Show do Grupo Oásis- Dança do Ventre/Folclore árabe


postado por 35630 as 05:16:41 # 0 comentários
Novidades!!


*Mande-nos seu email para cadastro e receba semanalmente nossas promoções e informações.

      *Dê sua opinião sobre o site e tire suas dúvidas , escreva para mim:

jamileescoladedanca@purenet.com.br

ou use a caixa postal ao lado > na barra abaixo do perfil para enviar email.

Muito Obrigada

Prof.ª Jamile


postado por 35630 as 05:14:55 # 0 comentários
Horários e Modalidades (Flamenco)


DANÇA ESPANHOLA/FLAMENCO

(Castanholas, Mantilhas, Mantones, Leques, Saias, Sapateado)

Adulto

QUARTAS E SEXTAS

18:00 ÁS 19:00

Obs: Estamos anotando os nomes de alunas interessadas na dança flamenca.Para contratarmos professora da Argentina ou Paraguay,em razão de Foz do Iguaçu não ter profissional habilitada para esta modalidade.

- Professoras do Paraguay estão com dificuldade de dar aulas em Foz,em virtude da fila na ponte.


postado por 35630 as 05:02:05 # 0 comentários
Horários e Modalidades (circo)


ESCOLA DO CIRCO

Quartas e Sextas

9hs às 11hs

(R$ 120,00 – 4hs semanais)

Terças e Quintas

14hs às 16hs

(R$ 120,00 – 4hs semanais)

Prof.º Luis Gilabert ( 65 anos de circo) e Auxiliar Samadar

Curso voltado para a faixa etária : 6 á 65 anos.

ATIVIDADES:

1- Acrobacia de solo - saltos mortais, rondada, flip-flap, etc...

2- Malabares - jogos com bolinhas , aros, bamboles, chápeu, pratos, etc...

3- Equilíbrio

4- Contorcionismo

5- Parada de cabeça

6- Parada de mão

7- Trapézio e tecido, perna de pau(a confirmar local externo)

8- Artes Cênicas- curso de palhaço

Material: Aluna - collant, sapatilha, short de malha.

Aluno- short, regata,suporte cor preta (para proteção dos alunos)e sapatilha.

Aluno- short, regata,suporte cor preta (para proteção dos alunos)e sapatilha.

Obs: Estamos anotando os nomes dos alunos interessados para contratação do professor.


postado por 35630 as 04:58:01 # 7 comentários
Horários e Modalidades (Danças Latinas)


DANÇAS LATINAS

PROF.º TONI

MODALIDADES: SALSA,MERENGUE,RUMBA,MAMBO,CHA CHA CHA, BACHATA, CUMBIA , QUARTETO E KACHAKA.

TERÇAS E QUINTAS

19:00 ÁS 20:00


postado por 35630 as 04:48:03 # 8 comentários
segunda, 26 março, 2007
Horários e Modalidades - (Danças de Salão)


Danças de Salão- Prof.ª Jamile Roppel

Par ou Individual

-Inclui as modalidades: Bugio, Xote, Vaneira, rancheira, valsa gauchesca, marcha, forró,  valsa tradicional, pagode, calypso e bolero.

Segunda,Terça,Quarta e/ou Quinta                  

20:00 ás 21:00  

Sábados (Intensivo)

13:30 ás 15:00

Aula Particular:

R$ 40,00 hora/aula

 R$ 50,00 Casal

-Aulas com sistema de chamada , ideal para quem trabalha por turno, policiais, médicos, hotéis...etc

- Não se preocupe quando você tiver um compromisso inadiável , nós da Jamile Escola de dança estaremos sempre com horários a disposição para sua reposição!Isso é exclusivo , porque você é e sempre será exclusivo para nós.


postado por 35630 as 04:23:08 # 0 comentários
Horários e Modalidades - Dança do Ventre (Estilo Egípcio)


Dança do Ventre- Profª Jamile Roppel /DRT/PR 20.508

Escola credenciada no Sindicato dos artistas

 

Adulto básico

Segunda e Quarta        Sábado- Intensivo

15:00 ás 16:00                 15:00 ás 16:30

                      19:00 ás 20:00

 

Adulto Intermediário- (Inclui aulas de véu)         

Terça e Quinta

19:00 ás 20:00

 

-Aulas com sistema de chamada , ideal para quem trabalha por turno, policiais, médicos, hotéis...etc

- Não se preocupe quando você tiver um compromisso inadiável , nós da Jamile Escola de dança estaremos sempre com horários a disposição para sua reposição!Isso é exclusivo , porque você é e sempre será exclusivo para nós.

 

Dança do Ventre - Adolescentes

11 á 16 anos

Quartas(Técnica) e  Sextas (Folclore)

17:00 ás 18:00

Dança do Ventre- Folclore Árabe - Infantil

Terça e Quinta

09:00 ás 10:00

Obs: Estamos anotando os nomes das alunas interessadas em Folclore Árabe Infantil para fecharmos turma.


postado por 35630 as 04:10:53 # 0 comentários
Horários e Modalidades (Tango)


Tango - Profº Toninho

Aula Particular: R$ 40,00 hora/aula

                                                      R$ 60,00 Casal

*Mulher de salto alto e homem sapato social


postado por 35630 as 04:07:33 # 8 comentários
Horários e Modalidades - (Capoeira)

Capoeira - Prof.º Nescau

Capoeira Infantil/Adolescente

Segunda e Quarta - 16:00 às 17:00            

Capoeira Adulto

 Toda Sexta - 19:00 às 20:30 (Intensivo)


postado por 35630 as 03:55:59 # 0 comentários
Curriculum Vitae - Jamile Roppel


CURSOS DE DANÇA ÁRABE

-Curso de Dança Árabe – Professora Shadiah (20 anos de Dança Árabe) – Clube Dom Pedro II e Sociedade União Juventus - Curitiba – Paraná - Ano 1994. HOJE  DANÇANDO NA ESPANHA

-Curso de Dança Árabe -  Professora Adriana (16 anos de Dança Árabe) – Academia HAPPINES - Curitiba – Paraná – Ano 2000.

-Studio arte e movimento – CURITIBA – PR – Professoras Dúnia e LULU SABONGI ( hoje com 25 anos de dança árabe, uma das principais professoras de dança árabe no Brasil e no mundo).

-I festival de dança oriental árabe de Florianópolis – LULU SABONGI-NOVIDADES DO EGITO E DANÇA GHAWAZZE (BRASIL), CHAKER AKIKI (SÍRIA) – RITMOS ÁRABES,  TÉCNICAS DE QUADRIL E ABDOMEN (ÁLIKA E TAIS BLAIR) E PASSOS DE PODER E SEQUÊNCIA EGÍPCIAS COM ADRIANA CUNHA E VIRGÍNIA DARIO.

EMPRESAS QUE ATUOU COM DANÇA ÁRABE:

FLORESTA CLUBE – PROFESSORA DE DANÇA DO VENTRE E FOLCLORE ÁRABE – ANO 2001 – FOZ DO IGUAÇU – PR ,ESPAÇO CULTURAL ARANDU , PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA,PROFESSORA DE DANÇA DO VENTRE E FOLCLORE ÁRABE – ANO 2002 ,ESPAÇO GANESHA – ANO 2002 ,CENTRO COMUNITÁRIO DA VILA A – ANO 2002 ,ACADEMIA MIRTA RAMIREZ – CIUDAD DEL ESTE – PARAGAUI – ANO 2002,LUPE STUDIO – CIUDAD DEL ESTE – PARAGUAI – ANO 2003,COUNTRY CLUB DE HERNANDÁRIAS – PARAGUAI – ANO 2003,JAMILE ESCOLA DE DANÇA – ANO 2003 AV JK – COMO PROPRIETÁRIA ,JAMILE ESCOLA DE DANÇA – ANO 2004 – COMO PROPRIETÁRIA E ATUALMENTE EM ATIVIDADE PLENA. FUNDADA EM 06/03/2004.

FESTIVAIS, MOSTRAS, PROGRAMAS DE TV, PARTICIPAÇÕES E SHOWS.

VIII Festival de dança do Mercosul- Argentina , ano de 2002, com 4 premiações Grupo Oásis.* I Festival de Primavera e Cierre Acadêmicas – academia Mirta Ramirez, ano de 2002 – Ciudade Del Este- Py. * Carnaval 2002, Hotel Internacional, noite árabe. * Workshop de folclore árabe para crianças – ITA- Galeria das artes, ano de 2003. * Festa árabe , nostalgia , MPB e Tango- junho de 2003. * Fenartec- Feira das Nações , artesanato, turismo e cultura de Foz do Iguaçu, abril/2003. * IX Festival de dança Del Mercosul, agosto de 2003 – 16 prêmios conquistados pelo Grupo Oásis. * Festival da Solidariedade- fome zero, setembro de 2003. * Grandiosa noite árabe , restaurante Bata, Py, local Hotel Internacional , público de 700 pessoas, setembro de 2003. * Reveillon 2004 – Hotel Internacional- Foz do Iguaçu. *  Fashion Woman –Santa Terezinha de Itaipu, março de 2004. *3ª tarde Feliz – Boulevard , março de 2004. *Festa Zajal, restaurante Bata , Ciudad Del Este- Py. * Aniversario do Fause Assaf , maio/2004, Iguassu Golf Clube. *Congresso Amira Cosméticos em Cascavel, Comercial Destro, 12 e 13 de Outubro de 2006, entre outros...

CURSOS COM: DINA,RAQIA HASSAN, MAHAMOUD REDA, FATEN SALEME E ASRHAF HASSAN - TODOS EGÍPCIOS.

postado por 35630 as 03:53:53 # 0 comentários
Como a dança árabe surgiu na minha vida...


Tudo começou na minha vida com a paixão por Dança e Folclore, uma vez que fui criada no bairro italiano do Bigorrilho (Champagnat), onde a palavra folclore era seu cotidiano.
Envolvida e presente sempre em apresentações do folclore polonês e italiano, não perdia por nada os festivais de folclore da cidade e as festas italianas no bairro de Santa Felicidade, uma pela descendência italiana (Calábria - sul da Itália), russa por parte de pai e polonesa por parte de mãe, origem esta a qual muito influenciou em minha vida, pois são povos apaixonados por dança e por  cultivar suas origens.

Apesar de ter uma vida bastante atribulada, por ter trabalhado durante 14 anos executando a atividade bancária, procurava cada vez mais estar envolvida com muita dança e cultura, pela minha atividade ser bastante estressante, foi assim que conheci a Dança do Ventre (Raks el Shark), arte esta a qual pratico já há 13 anos onde na minha cidade natal, Curitiba, comecei meus primeiros passos com a professora e bailarina profissional SHADIA, bailarina do corpo de baile do Bagdá Café, famoso restaurante árabe da capital e ponto de encontro dos amantes da dança e cultura árabe.

 Um grupo de funcionários do Banco onde trabalhava, saiam nas noites curitibanas em direção ao Bagdá, lá juntamente com a alegria da colônia árabe e o carisma fantástico de Adnan Jezzini, proprietário do local, passávamos noites dançando, fumando arguile, sempre rodeado de muitos amigos.

Em Foz, tudo começou com a minha transferência para trabalhar na agência bancária da cidade, em JANEIRO/2001 e em DEZEMBRO/2001, ÉPOCA EM QUE PASSAVA A FAMOSA NOVELA “O CLONE” e através do incentivo da amiga Angélica Piovesan, fui apresentada a administração do FLORESTA CLUBE (VILA A),  iniciando a ministrar suas aulas. Em março de 2002,  fui para o Arandu e dali surgiu meu grande sonho, com o talento e amor pela dança árabe e pelo incentivo do coordenador do Espaço Cultural Arandu, Roberto Cubila, lançamos de maneira bastante arrojada o Grupo Oásis em 28/06/2002.

O Oásis Adulto era formado por Jamile e mais 08 bailarinas Shazadi, Suhailah, Aziza, Aaminah, Fahima, Aisha, Hanna e Samara, todas bailarinas de Foz do Iguaçu e que foram convidadas pela professora a fazer parte deste time nota 10.

Os frutos vieram logo, surgiram shows, e em outubro de 2002 participamos do primeiro festival de dança e fomos premiados, para nós foi um orgulho, fomos com muita dificuldade até a Argentina, principalmente pela falta de patrocínio. Na época sob a direção da Sra. Rosicler Haugge do Prado, a Fundação Cultural de Foz nos deu oportunidade de estarmos representando o melhor da dança árabe de Foz.

Com as atividades do Arandu paradas durante um tempo, não desistimos dos nossos sonhos e continuamos a dar andamento aos nossos ensaios, eu (JAMILE) me mudei para um local mais central, onde na minha residência na AV JK 518 Ap E, ministrava aulas com pequenos grupos e aulas particulares. Apesar do pouco espaço mas muita paixão pela dança árabe, nos sábados a noite nos reuníamos eu e as bailarinas do Oásis para ensaiarmos.

Hoje, com muita luta, com a JAMILE ESCOLA DE DANÇA  através de nossos shows, conseguimos ter acessórios, roupas e bijouterias egípicas, apresentamos um show a nível internacional. O show contém  entradas e trocas de roupas , com várias modalidades folclóricas, seguidas rigorosamente conforme origens culturais, pontos este que a professora e bailarina Jamile não abre mão.

DANÇAS ÁRABES APRESENTADAS PELO GRUPO OÁSIS:

SHOW COM ATÉ 20 MODALIDADES ÁRABES E ATÉ 04 TROCAS DE ROUPA, SEM INTERVALO SE O CONTRATANTE DESEJAR: PUNHAL, FLORES, SNUJS, SOLO DERBAKKE, 01 VÉU, 02 VÉUS, VÉU WING, DANÇA ÁRABE, BENGALA, DOIS BASTÕES, MELÉA-LAF, 01 ESPADA, CANDELABRO, TAÇAS, JARRO, PANDEIRO, ANDALUZ, KHALEGGE E DABKE (dança nacional do Líbano - junto com público)

SHOW COM TRÊS ESPADAS (JAMILE) >

ÚNICA BAILARINA NO MUNDO A DANÇAR COM 3 ESPADAS.

-Show de DANÇAS LATINAS, DANÇAS BRASILEIRAS, DANÇA CIGANA, PASSISTA E TANGO.

Hoje o Grupo Oásis é formado por 10 bailarinas: JAMILE ROPPEL, NAHIDE NAWAR, MAHAILA AFIFE, SHADIA, SHAZADI, CISSA AIEX, JADE AL JALILAH, VANESSA MARCA, NAJME AL JALILAH E NAJLA HANAAN.

Efetuei até fevereiro de 2004, aulas particulares e em grupos pequenos em minha residência na AV JK 518 Ap E Edifício Fênix, além de efetuar workshops de dança para professoras de outros países que me procuram. Paraguai (Assunção), Argentina e Chile e cursos de dança e cultura árabe.

Em março de 2004, foi realizado um sonho, a JAMILE ESCOLA DE DANÇA que hoje conta com uma excelente equipe de professores/coreógrafos e diversas modalidades de dança e arte.

A escola situa-se na Rua Belarmino de Mendonça, 804- Sala 01- Centro, anexo ao edifício Rio Negro entre as ruas Marechal Deodoro e Santos Dumont. Cep: 85851-100 - Foz do Iguaçu- PR.


postado por 35630 as 03:50:16 # 1 comentários
DEFINIÇÃO DE DANÇA (BALLET)


DANÇAÉ a arte do movimento e da expressão, onde o corpo humano é o instrumento dessa arte. O BALLET é um tipo de dança.

Até o final do ano, será passado o estudo do ballet no seu estágio inicial, onde será ensinado o ballet clássico.

Dentro do ballet, existe o BABY CLASS que é uma iniciação musical, dado a alunos de 4 a 7 anos, essas crianças  tem aulas de ritmo e as aulas são mais descontraídas. Baby class, quer dizer “o clássico para os bebês”.

Necessariamente não precisa ser feito o baby class, o aluno pode começar os estudos de dança, já no BALLET INCIANTE, onde se aprende a nomenclatura, tendo noções de musicalidade, a idade é de 7 a 10 anos, entrando na iniciação do ballet clássico.

Caso você quiser continuar seus estudos de dança, poderá com muita disciplina chegar ao NÍVEL AVANÇADO.

“A DANÇA é a necessidade natural e instintiva do homem de expressar através dos movimentos. Um estado emocional”.

Professora Pamela Naibo


postado por 35630 as 03:43:56 # 0 comentários
segunda, 12 março, 2007
História da Dança Rítmica


                              DANÇA RÍTMICA

Flexibilidade também está associada ao sexo, a idade, a lateralidade corporal, a hora do dia e aquecimento. Não é difícil perceber que as mulheres e as crianças são normalmente mais flexíveis. O destro costuma ter o lado direito melhor do que o esquerdo. De manhã além de bater aquela preguiça, a gente fica mesmo meio "durão". Depois, as articulações vão ficando, por assim dizer, mais soltas. Quem pratica qualquer atividade física já comprovou que depois de um aquecimento, mesmo os mais simples, as articulações ficam mais flexíveis por causa do aumento da oferta de sangue e do líquido sinovial, um lubrificante das articulações. 

O alongamento, quando executado de maneira correta, não deve gerar dores musculares, oxigenando a musculatura eliminando as toxinas possibilitando resposta motora mais rápida. A redução das tensões musculares, próprias do estresse, é outro benefício acusado pelas pessoas que participam de uma simples aula de alongamento. Os movimentos, normalmente bloqueados, pela atividade laboral ou por um treinamento esportivo mais intenso ficam liberados. 

Como toda atividade física o alongamento exige orientação, regularidade e bom senso do aluno para não tentar ultrapassar os limites genéticos. Dor, a gente entende ser um sinal de alarme e portanto não deve ser desprezada. Algumas pessoas têm articulações mais flexíveis que outras independente de treinamento contínuo ou não. Não tente imitá-las e use o seu bom senso.

 


postado por 35630 as 04:15:00 # 9 comentários
História do Jazz Dance


 História do Jazz Dance

O Jazz é uma forma de expressão pessoal criada e sustentada pelo improviso. Na sua origem a Dança Jazz tem raízes essencialmente populares. Com uma evolução inicial paralela à da música Jazz, surgiu nos E.U.A no final do século passado. Pode-se afirmar, inclusive,  que nasceu diretamente da cultura negra .
      No início, nas viagens dos navios negreiros da África para os Estados Unidos, os negros que não morriam de doenças eram obrigados a dançar para manterem a saúde.      As danças tradicionais dos senhores brancos eram as polcas, as valsas e as quadrilhas, e os negros os imitavam para ridicularizá-los, mas dançavam de acordo com a visão que tinham da cultura européia, e misturando um pouco com as danças que conheciam, utilizando instrumentos de sua cultura. Dessa forma, surgiu o jazz,  que era uma mistura da imitação dos ritmos europeus com os costumes naturais dos negros.
      Em 1740, os tambores foram proibidos no sul dos Estados Unidos para evitar insurreições (revoltas) dos negros. Assim, para executar suas danças, eles foram obrigados a improvisar com outras formas de som, como palmas, sapateados, e o banjo. Mais uma vez, a dança dos negros dava um salto, aproximando ainda mais com o jazz que conhecemos atualmente.
     No início deste século, as danças afro-americanas começaram a entrar para os salões, e a sofrer novas influências: do can-can e do charleston, principalmente. Logo, essa dança que se pode até chamar de "mista", tomou conta dos palcos da Broadway, se transformando na conhecida comédia musical que, por sua vez, é o segundo nome dado à dança mais conhecida como jazz.
      Modern Jazz Dance, Soul Jazz, Rock Jazz, Disco Jazz, Free Style e Jazz, são algumas das designações que hoje em dia vão sendo utilizadas para denominar os numerosos aspectos de que se reveste esta forma de expressão artística. No Brasil além destas designações, a generalização, tem sido freqüentemente exagerada a ponto de considerar determinadas formas de ginástica ou atividade física, englobadas no mesmo termo.
     Jack Cole, é por alguns considerados o pai da dança Jazz, foi um dos primeiros a interagir  fundamentos da Dança Moderna e sua técnica de isolamento das partes do corpo. Sua técnica viria a influenciar toda uma geração como Matt Mattox, entre outros.
     O jazz tem certas características marcantes, incluindo a isolação, uma explosão de energia que se irradia dos quadris e um ritmo pulsante que dá o balanço certo e a qualidade do movimento. O comentário artístico e crítico, entretanto, geralmente acha o jazz uma dança de pouco valor coreográfico, por ser uma mistura de vários estilos pessoais derivados de um processo de improvisação, que organizados forrmam uma coreografia.
     As diferentes técnicas do Jazz têm demonstrado que muitos princípios foram herdados do Ballet Clássico e da Dança Moderna, e alguns professores têm divulgado e desenvolvido seus métodos de fundamentação técnica para a formação de bailarinos cada vez mais ecléticos. Poucos sabem qual será o futuro e suas novas influências, mas o que se pode afirmar é que até hoje, o Jazz tem sido uma das formas mais importantes da expressão artística. 


postado por 35630 as 04:14:14 # 0 comentários
terça, 19 setembro, 2006
Equipe de Professores e Modalidades(flamenco)


FLAMENCO / DANÇA ESPANHOLA

O Flamenco é um estilo musical e um tipo de dança fortemente influenciado pela cultura cigana, mas que tem raízes mais profundas na cultura musical mourisca. A cultura do flamenco é originária da Andaluzia em Espanha, mas tornou-se um dos ícones da música espanhola e até mesmo da cultura espanhola em geral.

O “Novo flamenco” é uma variação recente do flamenco que sofreu influências da música moderna, como a rumba, a Salsa, o pop, o rock e o jazz

Originalmente, o flamenco consistia apenas de canto (cante) sem acompanhamento. Depois começou a ser acompanhado por guitarra (toque), palmas, sapateado e dança (baile). O “toque” e o “baile” podem também ser utilizados sem o “cante”, embora o canto permaneça no coração da tradição do flamenco. Mais recentemente outros instrumentos como o “cájon” (uma caixa de madeira usada como percussão) e as castanholas foram também introduzidos.

postado por 35630 as 03:13:40 # 4 comentários
Equipe de Professores e Modalidades(Dança do ventre)


DANÇA DO VENTRE 

Sublime Arte Milenar...
A cultura oriental nos presenteia com uma das mais belas artes: a dança do ventre. Uma das danças mais antigas da qual se tem notícia, num tempo estimado de 4 mil anos antes de Cristo.
A princípio a dança do ventre, praticada no Egito, fazia parte de um ritual sagrado e oculto que acontecia no interior dos templos. Dançada por sacerdotisas como uma forma de homenagear Rá o deus do sol, e agradecer a deusa Ísis pelo dom da fertilidade. Todos seus movimentos eram associados a elementos da natureza, animais e divindades da mitologia egípcia. O ventre da mulher estava sempre exposto com o intuito de exaltar as energias da criação concentradas no útero.
Apesar de oculta, a dança do ventre foi descoberta pelos árabes quando invadiram o Egito. Desta forma, tomaram posse de governo, das terras e da cultura egípcia. Tal invasão acarretou numa profunda contribuição a dança das sacerdotisas egípcias. Os árabes ficaram encantados com a beleza dos movimentos da dança divulgando-a para todo seu povo e para povos vizinhos também.
Consequentemente a dança foi um pouco modificada e, assim pode ser dividida nos estilos egípcio e árabe. Sendo o primeiro muito leve, sedutor... misterioso. O segundo, mais agitado, festivo com ênfase nos movimentos de quadril.
Um bom tempo depois, durante o século XVIII, o imperador francês, Napoleão Bonaparte, invadiu o Egito e também ficou encantado com tal dança oriental. Quando retornou a França (país o qual ditava moda na época) contou o que viu, e a dança oriental expandiu-se por todo mundo.

Beneficios da Dança do Ventre

A Dança Como Terapia...
A dança do ventre é uma experiência que pode trazer muitos benefícios, por ser um exercício para mente, para o corpo e para a alma.
Veja no que ela pode te auxiliar, pelo lado:
Biológico - regulando hormônios do aparelho reprodutor, aliviando cólicas, regulando o intestino, promovendo a irrigação sangüínea no útero (podendo oferecer maior fertilidade a mulher).
Estético - definindo o corpo feminino (modelando quadril, pernas cintura, braços, abdômen e glúteos), corrigindo a postura, aumentando a flexibilidade e alongamento, melhorando a coordenação motora e o equilíbrio.
Psicológico - promovendo o auto conhecimento, a auto estima e o despertar da mulher interior.
Espiritual - Descongestionando os chakras e plexos através do despertar, liberando tensões, descontraindo , relaxando, libertando emoções reprimidas e purificando a mente.
Intelectual - desenvolvendo a inteligência através do corpo (expressão corporal), inteligência espacial (capacidade de visualizar, criar e se mover pelo espaço), inteligência interpessoal (emocional), inteligência musical (aprendendo tempos, frases e ritmos)
Sexual - descontraindo e entrando em contato com o feminino.
Por fim: "Dançar é uma das formas de vitalizar os centros energéticos inerentes a todo ser humano. A dança do ventre é uma arte, pois nela encontram-se diversos simbolismos sagrados descritos pelos movimentos do corpo feminino. A dançarina pode ter qualquer idade; não é preciso ser jovem. É preciso ser mulher."

A Música Árabe...
Em seu sentido exato, a música árabe é a música dos beduínos nos desertos e oásis, dos citandinos nas feiras livres e dos artistas nos cafés, palácios e haréns. No entanto, o estilo musical popularmente conhecido como árabe é muito mais abrangente que a música árabe propriamente dita ou, até mesmo, que a música das nações cujos povos usam esse idioma. Ela abrange países como Marrocos, Síria, Egito, Argélia, Iraque, Turquia, Líbano e parte do norte da Índia, sofrendo diversas influências, assim como a própria dança do ventre que tem movimentos característicos e ritmos diferentes em cada país.
Enfim, a música árabe tem rica percussão, ritmos fortes e ondulantes e uma cadência diferenciada.

postado por 35630 as 03:12:30 # 0 comentários
Equipe de Professores e Modalidades(tango)


TANGO

A História do Tango

O Tango nasceu nos fins do século XIX derivado das misturas entre as formas musicais dos imigrantes italianos e espanhóis, dos crioulos descendentes dos conquistadores espanhóis que já habitavam os pampas e de um tipo de batuque dos negros chamado "Candombe". Há indícios de influência da "Habanera" cubana e do "Tango Andaluz". O Tango nasceu como expressão folclórica das populações pobres, oriundas de todas aquelas origens, que se misturavam nos subúrbios da crescente Buenos Aires.
Numa fase inicial era puramente dançante. O povo se encarregava de improvisar letras picantes e bem humoradas para as musicas mais conhecidas, mas não eram, por assim dizer, letras oficiais, feitas especificamente para as músicas nem associadas definitivamente a elas.
Em público, dançavam homens com homens. Naqueles tempos era considerada obscena a dança entre homens e mulheres abraçados, sendo este um dos aspectos do tango que o manteve circunscrito aos bordéis, onde os homens utilizavam os passos que praticavam e criavam entre si nas horas de lazer mais familiar. Mais tarde, o tango se tornou uma dança tipicamente praticada nos bordéis, principalmente depois que a industrialização transformou as áreas dos subúrbios em fábricas transferindo a miséria e os bordéis para o centro da cidade. Nessa fase haviam letras com temática voltada para esses ambientes.


postado por 35630 as 03:11:18 # 0 comentários
Equipe de Professores e Modalidades(Dança de Salão)


DANÇAS DE SALÃO

As primeiras danças sociais, como eram chamadas as danças em casais, surgiram no séc. XIV. Eram a base dance (1350-1550) e o pavane (1450-1650), dançadas exclusivamente por nobres e aristocratas. Nos sécs. XIV e XVII a Inglaterra foi berço da contradanse, também só dançada pela Corte.

A popularização das danças sociais deu-se em 1820 através do Minueto, desenvolvendo-se o cotillos e a quadrille. Já no início do séc. XIX ocorreram rápidas transformações no estilo de dançar. O minueto e a quadrille desapareceram e a Valsa começou a ser introduzida nos sofisticados salões de baile. Logo, a polka e, no início do nosso século, o two-step, one-step, fox-trot e tango, também invadem os salões. A dança social passa então a ser chamada de Ballroom Dancing.

As primeiras documentações sobre Ballroom Dancing foram editadas pela Imperial Society of Teachers of Dancing. Profissionais ingleses percorreram vários países para encontrar a síntese de cada ritmo, codificando a forma de dançá-los e a maneira ideal de ensiná-los. Foram os ingleses que criaram as primeiras competições, hoje populares mundialmente, com grandes presenças de duplas americanas, canadenses, alemãs, francesas, escandinavas e japonesas.

No Brasil a dança de salão foi introduzida em 1914, quando a suíça Louise Poças Leitão, fugindo da I Guerra Mundial, aportou em São Paulo. Ensinando valsa, mazurca e outros ritmos tradicionais para a sociedade paulista, Madame Poças Leitão não imaginava que iria criar uma tradição tão forte, seguida por discípulos que continuariam a divulgar a dança de salão, entre elas o Núcleo de Dança Stella Aguiar.

No Rio de Janeiro a dança de salão cresceu nas mãos de Maria Antonietta, que, com várias correntes de professores, fazem o nosso bolero, samba no pé e samba de gafieira famosos no mundo todo.


postado por 35630 as 03:09:15 # 6 comentários
Equipe de Professores e Modalidades(capoeira)


CAPOEIRA

O Surgimento

     O jogo foi criado aqui mesmo no Brasil pelos escravos do grupo Bantú-Angolensses e Gongolensses. Desenvolveu-se como luta de revide, como resposta aos desmandos, ameaças e surras do feitor, apenas a força e a capacidade física, braços e pernas, mão e pé, a cabeça, o cotovelo, os joelhos e os ombros eram suas armas. Segundo o professor Gerhard Kubik, da universidade de Viena, Áustria, antropólogo e especialista em assuntos africanos, não encontrou qualquer manifestação semelhante à Capoeira, que entre nós se faz acompanhado com o berimbau, chegando a considerar a expressão "Capoeira Angola" uma criação brasileira, sem qualquer conotação com a África. O nome Capoeira é de origem Tupi, que significa "mato ralo" de pequenos arbustos: lugar preferido dos negros, para o jogo. E Zumbi, do Quilombo dos Palmares, é considerado o primeiro Mestre. Rainha da malícia e do disfarce a Capoeira criou a dança. dança inocente, coisa de escravo, não iria merecer a atenção do capataz, do Patrão nem da Polícia, que perseguiam os capoeiristas.

O Jogo

     "Capoeira é um diálogo de corpos, eu venço quando o meu parceiro não tem mais respostas para as minhas perguntas" - Mestre Moraes. O jogo da Capoeira na forma amistosa, ou seja, na roda é verdadeiramente um diálogo de corpos. Dois capoeiristas partem do "pé" do Berimbau e iniciam um lento balé de perguntas e respostas corporais, até que um terceiro 'compre o jogo' e assim desenvolve-se sucessivamente até que todos entrem na roda.


postado por 35630 as 02:56:32 # 0 comentários
segunda, 04 setembro, 2006
Equipe de Professores e Modalidades


Danças Latinas

A música hoje chamada salsa é uma mescla de ritmos afro-caribenhos, tais como o son montuno, o mambo e a rumba cubanos, com a bomba e a plena porto-riquenhas. A salsa nasceu em Cuba, por volta dos anos 60, e é uma espécie de adaptação do mambo da década de 1950. Recebeu ainda influências do merengue (da República Dominicana), do calipso de Trinidad e Tobago, da cumbia colombiana, do rock norte-americano e do reggae jamaicano. Hoje, é uma mistura de sons e absorve influências de ritmos mais modernos como rap ou techno. A dança é caracterizada pelo compasso quaternário.

Salsa, em castelhano, significa "tempero", e a adoção do nome quis transmitir a idéia de uma música com "sabor". O movimento que originou este novo estilo de música latinoamericana começou em Nova Iorque, quando um grupo de jovens músicos começou a mesclar sons e ritmos visando criar uma sonoridade que tivesse um "sabor" latino-americano.

A salsa debutou no hotel Saint-George, do Brooklyn (Nova Iorque), onde o grupo Lebron Brothers, de origem porto-riquenha entusiasmou o público no início dos anos 70. Daí se espalhou entre as comunidades latino-americanas nos EUA e Porto Rico, depois a Cuba, Venezuela, Colômbia e outros países de língua espanhola. Nomes como Tito Puente, Celia Cruz, Johny Pacheco se tornaram expoentes do gênero.

O excessivo comercialismo em fins dos anos 70 converteu a salsa numa fórmula que apenas imitava a si mesma. Nos anos 80, a salsa é invadida pelo merengue da República Dominicana, e também pela música disco'. Neste momento, surge uma nova geração de músicos como Frankie Ruiz, Eddie Santiago e Luis Henrique, que começam a mudar o panorama da música latina criando a chamada "salsa erótica" - para muitos, uma traição do próprio caráter da salsa, machista, forte, ligada às ruas. No entanto, esta salsa erótica ou sensual trouxe nova atenção ao gênero.

Na década de 1980 a salsa se espalhou pelo México, Argentina, Europa e chegou ao Japão, onde surgiu a Orquestra de La Luz, banda onde todos os integrantes são japoneses. Enquanto isto, o ritmo do merengue se tornava mais e mais popular em países como Porto Rico, e era o ritmo que embalava as discotecas de música latina.

Um país no qual se produziu, nos últimos anos, uma expansão da salsa com maior vigor é a Colômbia, destacando-se Joe Arroyo, o grupo Niche e a orquesta Guayacán. Entre os híbridos mais recentes da salsa, destacam-se os chamados "mereng-house", a "salsa merengue" e "salsa gorda".

No Brasil, a salsa foi difundida pelo bailarino Fernando Claumann.


postado por 35630 as 08:00:05 # 0 comentários
 
Perfil
35630
Meu Perfil


Links
Hotéis no Brasil
DNS Grátis
Criar Blog
Blog Grátis
Usuários on-line
EncontraSP
Hoteis

Caixa Postal


Palavras-Chave
danças
latinas

Favoritos
Jamile Escola de Dança
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
Aula Gratuita
Confiram Nossas Fotos pelo Site
Sejam Bem Vindos!!!
LOCALIZAÇÃO!
SHOWS DO GRUPO OÁSIS!
Novidades!!
Horários e Modalidades (Flamenco)
Horários e Modalidades (circo)
Horários e Modalidades (Danças Latinas)
Horários e Modalidades - (Danças de Salão)

Arquivos

43758 acessos
CRIAR BLOG GRATIS
..