JAPINHA_CPM22
JAPINHA_CPM22
quarta, 12 dezembro, 2007
Entrevista do Japinha


Entrevista do Japinha para a Enter Magazine

Enter Magazine: O novo disco do CPM 22 lembra bastante o primeiro trabalho da banda. Por que essa volta às origens?

Japinha: Foi uma volta natural, sem pensar nisso, ou intencional. A gente foi montando o repertório aos poucos, resgatou uma ou duas do passado e percebemos que as músicas estavam ficando parecidas com as do primeiro disco, o independente. Achamos que foi um resultado interessante, ter acontecido isso.


Enter Magazine: O ‘Cidade Cinza’ traz aquilo que o CPM faz de melhor, hardcore melódico com alto astral. Como foi o processo de composição do disco?

Japinha: O mesmo processo de sempre. Alguém da banda traz uma base (com letra ou sem) de casa, leva pro ensaio, a banda vê se gosta ou não, a gente faz um arranjo bacana pra música e pronto. Temos mais uma pro repertório. Às vezes, a letra da música demora pra sair, às vezes sai quando ela é composta. Tem ocasiões que a letra saiu no dia de gravar os vocais pro disco. Se esta música vai entrar pro disco ou não, isso vemos lá na frente, quando temos um bocado de sons pra escolher.

Enter Magazine: Este trabalho não trouxe grandes experimentações na sonoridade como o ‘Felicidade Instantânea’, que é mais pesado. Vocês acham que as mudanças do último CD não foram muito bem aceitas pelo público?

Japinha: No “Felicidade Instantânea”, acabamos fazendo propositalmente um disco longo (16 Faixas e mais de 50 minutos) e com algumas músicas bem mais densas e pesadas. Curtimos fazer aquilo e muita gente achou legal, mas talvez o grande público do CPM22 realmente não tenha digerido tão bem. Nem a gente. Tanto que nos shows, a gente tocava as músicas e elas davam uma emperrada. Mas valeu a pena ter experimentado, foi gostoso ter dado uma “pesada” em um disco e até porque havia 3 ou 4 músicas bem boas para rádio e clipes (Um Minuto para o fim do Mundo, Irreversível, Apostas e Certezas). Foi um disco diferente, mas que foi bem.


Enter Magazine: Vocês estão há um tempo considerável na estrada, todos envelheceram e ganharam muita experiência tanto profissional como pessoal. Como isso influi nas letras da banda agora que vocês passam por muitas situações diferentes do público adolescente?

Japinha: Influencia de uma forma boa, acredito eu. Antes tínhamos, por exemplo, que fazer as letras para as músicas. Era quase uma obrigação, e difícil. Então, fazíamos de acordo com o que saía e não direcionávamos nem um pouco pra que lado íamos partir. Hoje em dia, temos outros temas pra abordar, até devido à experiência de vida, o quanto já vivemos. Pensamos bem antes de começar uma letra, por muitas vezes. Escolhemos por exemplo uma das temáticas deste disco, que tem a ver com o Urbanismo gigantesco de São Paulo (vide o nome do álbum “Cidade Cinza”) e várias músicas citam elementos da cidade, do caos.


Enter Magazine: Como vocês avaliam o potencial da nova geração do rock nacional composta por bandas como Fresno, NX Zero e Strike? Vocês acham que influenciaram esse pessoal?

Japinha: É uma galera com energia nova aí, que veio com tudo para querer arrebentar, assim como nós chegamos, no começo da década. A maioria deles é gente boa e toca bem. Não vejo muita coisa diferente em termos de musicalidade ou temática de composição. Talvez no visual, eles estejam inovando. Vamos ver no que vai dar. Tem uma banda do Rio, outra de São Paulo e uma do Sul – e isso é legal. O rock tem que se renovar sempre, e eles são realmente quem está pintando aí, pra acontecer.


Enter Magazine: Na música Cidade Cinza, que dá nome ao CD, ao mesmo tempo em que são feitos elogios a cidade de São Paulo (como ‘cidade hardcore’) são apontados também alguns defeitos da metrópole. Essa é realmente uma homenagem do CPM a São Paulo? Porque?

Japinha: Sim, é uma homenagem com consciência dos problemas da cidade grande. Adoramos São Paulo e sua grandeza. As possibilidades que ela oferece, de trabalho, produção musical, de estudo. Nascemos aqui e sempre moramos nela. Também não ignoramos o trânsito caótico, a violência, o stress, a poluição. Então, este CD tem essa dupla face da megalópole. Mostra nosso amor por SP e o lado Ruim dela, pelo qual sofremos.


Enter Magazine: Recentemente foi divulgado no site oficial que o guitarrista Wally não iria participar da turnê nova. Qual o motivo da ausência do Wally? Está havendo algum desgaste de relacionamento entre os membros da banda?

Japinha: Desgaste sempre houve e sempre haverá. Em qualquer banda. Quem toca, sabe. A questão é como administramos isto, ou melhor, como cada um administra. Mas a saída do Wally não tem só a ver com este problema. Ele estava realmente meio cansado da vida que levávamos nestes 7 anos. Na verdade, ele “trabalha” com o CPM22 há 12 anos, desde 1995, quando fundou a banda. Ele resolveu dar um tempo, pra ver se quer continuar mesmo. A gente respeitou. Pensamos na possibilidade de colocar um substituto pra essa turnê.


Enter Magazine: Como vocês pretendem suprir a ausência do Wally ao vivo? Irão chamar temporariamente outra pessoa para o lugar dele? O quanto a banda perde em presença de palco sem o Wally?

Japinha: Possivelmente chamaremos. A banda perde, porque o Wally é um cara forte no palco. Ele toca legal, canta umas partes, além da parte de composição. Tem que ser um cara do nível dele, ou melhor. Até para os fãs não sentirem tanto sua ausência. Mas ninguém é insubstituível.


Enter Magazine: Qual a expectativa para a turnê nova que terá início no começo do ano que vem? Dá para contar um pouco do que o público pode esperar para os shows?

Japinha: O legal de uma turnê nova é o gás novo que aparece. O ânimo se redobra, tem material novo pra trabalhar, clipe pra fazer, repertório, etc. De quebra, ainda queremos renovar cenário de palco, fazer novo merchandising, rodar o Brasil todo, baixar o cachê para chegar em cidadezinhas menores, que ou não tocamos ainda ou já tocamos faz tempo, e tudo mais. De repente mais uns showzinhos no exterior (fizemos Japão e E.U.A. nos últimos dois anos) e um guitarrista novo que dê um punch a mais.

FONTE: WWW.CPM22MG.ZIP.NET


postado por 62550 as 11:48:55 #
0 Comentários
Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
62550
Meu Perfil

Links
Blog Grátis
Hoteis

Palavras-Chave
japinha
cpm22

Favoritos
JAPINHA_CPM22
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
Japinha no chat da virgula
Comunicado do WALLY
CPM NA TV
cpm22 no show da mix em bh dia 04/11
Foto do japinha no show da una dia 20/10
Foto do japinha no show da mix dia 04/11
Foto do japinha no show da una dia 20/10
fernandinho e eu
badaui e eu
wally e eu

Arquivos
2008, 01 maio
2008, 01 janeiro
2007, 01 dezembro
2007, 01 novembro
2007, 01 outubro
2007, 01 setembro
2007, 01 agosto
2007, 01 julho
2007, 01 junho

7408 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..