TEXTOS JORNALÍSTICOS E POEMAS
TEXTOS JORNALÍSTICOS E POEMAS
domingo, 13 julho, 2008
POEMAS QUE CHORAM
Alguns poemas meus
Costumam chorar
Quando eu os leio
São uns pobres-diabos
Incompreendidos, manipulados
Sofridos, maltratados
Reprimidos, revoltados
Sensíveis e tristes
Como aquele cara ali
Cabisbaixo, sentado na calçada
Quem sabe o que vai dentro dele?
Quem sabe o que vai dentro do poema?
O que se vê é uma pequena parte
Às vezes só se vê o choro.


postado por 81534 as 12:25:36




0 comentários:
Comente este post
Início
Perfil
81534
Meu Perfil

Meus Links
Blog Grátis
Criar Blog
Manta Absorvente de Óleo
Hoteis

Palavras-Chave
Incompreendidos
Manipulados
Sofridos

Favoritos
TEXTOS JORNALÍSTICOS E POEMAS
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
LEMBRANÇAS DE MAURÍCIO
O GRITO (POEMA)
DEUS MUTANTE (POEMA)
O NAMORO DO SOL COM A CHUVA (POEMA)
JARDIM DE ILUSÕES (POEMA)
OSMOSE (POEMA)
QUEM SOU EU (POEMA)
PREDESTINAÇÃO
O ESTRESSE BOM E O ESTRESSE MAU
FIDEL, O INTELECTUAL

Arquivos
2009, 01 julho
2009, 01 março
2008, 01 julho
2008, 01 junho
2008, 01 maio
2008, 01 abril
2008, 01 março
2008, 01 fevereiro
2008, 01 janeiro
2007, 01 dezembro
2007, 01 novembro

24986 acessos


CRIAR BLOG GRATIS   
..