África – Brasil: Um Elo de Herança Ancestral
África – Brasil: Um Elo de Herança Ancestral
sexta, 14 julho, 2006
CULINÁRIA AFRICANA - O MANJAR DOS DEUSES COM UM GOSTINHO BEM BRASILEIRO


A DIVERSIDADE DA CULINÁRIA AFRICANA

A culinária africana combina os frutos e vegetais tradicionais com a caça e pesca exóticas que apenas neste continente podem ser encontradas. A África é um continente muito diverso internamente, contendo desde o mais árido deserto às florestas subtropicais, passando pelos longos vales até às mais elevadas cadeias montanhosas. A culinária africana reflete, em larga medida, a própria diversidade do continente, constituindo uma síntese das cozinhas nativas, da gastronomia de origem colonial portuguesa, britânica e holandesa, assim como de alguns aspectos da culinária asiática. É extremamente difícil classificar aquilo que é a culinária africana, de tão diverso que é o próprio continente. Entre os pratos nativos dos safáris no Quênia, as refeições dos restaurantes de Joanesburgo, de influência francesa e britânica, o Doro Wat Etíope, os cozidos de coco e peixe de Nairobi e os temperos de influência portuguesa usados nas culinárias moçambicana e angolana, muitas são as diferenças, e há apenas uma certeza: todas fazem parte do acervo culinário africano. Na região norte de África, desde Marrocos ao Egito, a culinária é determinada pela predominância da religião muçulmana, com todas as restrições impostas pelo alcorão, mas a base é carnes de frango, cabrito, cordeiro, cereais (trigo, aveia, grão-de-bico e lentilha), frutas ressecadas (passas, tâmaras, damasco), castanhas, mel, vegetais (berinjela, pepino, repolho) e azeite de oliva. Já noutras regiões africanas, podemos encontrar determinadas características comuns às várias culinárias nativas, como é o uso de bolbos e tubérculos, que está para as culinárias nativas como o arroz para a Ásia. Os pratos à base de bolbos e tubérculos mais utilizados são o Inhame, a mandioca e a mandioquinha, e são normalmente acompanhados de cozidos que podem conter carnes vermelhas ou vegetais. Também os frutos secos (amendoins e uma enorme variedade de castanhas, nozes e outros frutos secos) parecem ser uma constante, assim como a melancia. Na Nigéria e nas zonas costeiras da Zona Oeste africana as malaguetas são muito utilizadas, juntamente com peixes marinados em gengibre, tomate e pimenta de caiena, cozidos em óleo de amendoim. No Senegal a lima é rainha, juntamente com ingredientes como o alho, chalotas e marinadas, onde entram muitas vezes o óleo de coco e o óleo de amendoim, assim como frutos tropicais. A culinária Etíope é, provavelmente, a mais isolada de todas as cozinhas africanas, contendo as mais imaculadas receitas tribais. A carne crua é bastante usada, sobretudo em casamentos. Um dos pratos mais conhecidos é uma variante de bife de antílope ou búfalo com molho tártaro, onde se usa o Berbere, uma pasta de malagueta picante. O Doro Wat (galinha cozida com cebola, tomate, salsinha e ovos cozidos) é muito popular, tal como a injera (massa de pão redondo de grandes dimensões). A África do Sul constitui um autêntico melting pot, não apenas social e étnico, mas também culinário. Á culinária Bantu nativa, os colonizadores holandeses e britânicos juntaram inovações como os grelhados mistos, e os franceses introduziram a cultura da vinha. Os indianos do império colonial britânico introduziram os curries, os dals, as sopas de lentilhas e ervilhas. Apenas nas regiões mais remotas e isoladas se conseguem saborear os pratos nativos tradicionais e sem quaisquer deturpações. Nas regiões de savana, a dieta é à base de leite, soro de leite e coalhada, cozidos de legumes verdes, ervilhas, feijões e cereais, assim como de inhame, mandioca e batata doce, bem como de sementes de baobá e ovos. Na extensa região leste da África, que inclui nações como o Quênia e o Uganda, a influência européia é bem menor. São também usados os bolbos e tubérculos, assim como o sorgo. Tribos como os Masai, por exemplo, dão uma importância extrema ao gado, sinal de riqueza e instrumento de troca. A sua carne não é comida, mas o seu sangue e o leite são altamente apreciados. Em países como Angola e Moçambique as influências portuguesas foram muito fortes e duradouras. Especiarias, técnicas de assados, cozidos e marinadas, foram todas introduzidas pelos portugueses, que transformaram as simples culinárias nativas em pratos aromáticos e saborosos. Os portugueses trouxeram para estes países os citrinos, as pimentas, as malaguetas, o tomate, os ananases, bananas e o porco doméstico. Em Moçambique são muito usados o cajú, a castanha, o amendoim, a folha de mandioca, o palmito, o peixe, a galinha, o camarão, a lagosta, o piripiri, o dendê e pratos com malagueta.

A INFLUÊNCIA DA CULINÁRIA AFRICANA NO BRASIL

Os Africanos quando foram trazidos para o Brasil, já eram dotados de uma vasta sabedoria na culinária e introduziram na culinária brasileira alguns dos produtos que podemos destacar como marcantes – o leite de coco, a pimenta malagueta, o gengibre, o milho, o feijão preto, as carnes salgadas e curadas, o quiabo, o amendoim, o mel, a castanha, as ervas aromáticas e o azeite de dendê que é, sem dúvida, uma das maiores contribuições para a comida brasileira, indispensável na confecção de inúmeros pratos típicos do Brasil e nas oferendas aos Deuses dos cultos afro-brasileiros, como o vatapá, o caruru, o abará, o abrazô, o acaçá, o acarajé, o bobó, os caldos,  o cozido, a galinha de gabidela, o angu, a cuscuz salgado, a moqueca e a famosa feijoada - fruto da adaptação do negro às condições adversas da escravidão que com sobras de carnes juntamente com a sabedoria da culinária africana adaptaram-se aquela situação resultando num dos pratos típicos mais apreciados em todo o país. Não podemos deixar de mencionar os pratos doces à base de ovos, coco e milho – canjica, mungunzá, quindim, pamonha, angu doce, doce de coco, doce de abóbora, paçoca, quindim de mandioca, tapioca, bolo de milho, bolinho de tapioca, etc.

A cozinha negra fez valer os seus temperos, os verdes, a sua maneira de cozinhar. Modificou os pratos portugueses, substituindo ingredientes; fez a mesma coisa com os pratos nativos da terra; e finalmente criou a cozinha brasileira, descobrindo o chuchu com camarão, o quibebe ensinando a fazer pratos combinados com camarão seco, ovos, coco, castanhas e a usar as panelas de barro ou ferro, as terrinas de jacarandá, a peneira de palha, o pilão e a colher de pau.

Os iorubanos ou nagôs, os jejês, os tapas e os haussás, todos sudaneses islamitas e da costa oeste também, fizeram mais pela nossa cozinha porque eram mais aceitos como domésticos do que a gente do sul, como o povo de Angola, a maioria de língua bantu, ou do que os negros cambindas do Congo, ou os minas, ou os de Moçambique, gente mais forte, mais submissa e mais aproveitada para o serviço pesado das lavouras e dos engenhos.


postado por 30713 as 14.07.06 #
36 Comentários
Thailane Vieira:
Nossa esse site é ótimo para os meu estudos dá vontade de botar uma roupa de africano e ficar copiando as caracteristicas dele....
:* bjs galeraaaa
Não fiquem burros porque esse site servem para vcs BURROS
quinta, outubro 31, 2013 10:07 

mateus:
odiei esse site nao tem nada q presta nele

segunda, maio 13, 2013 02:23 

jose:
bom site
sexta, novembro 09, 2012 09:28 

amamamamamama:
Adorei esse site!! hihihi cone crew
segunda, novembro 05, 2012 08:33 

amamamamamama:
Adorei esse site!! hihihi cone crew
segunda, novembro 05, 2012 08:33 

aninha:
legallllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
segunda, outubro 22, 2012 01:26 

linaankq:
aaaa beidk bwjr hee 512 jehdeje 353 eg2ble25 5 whhhdk
3 jwe,fnrçle jjeltirlelm jwjlrjwer jrwçojfiur jrejrç rwjljl43n rwçfkmd sjrwjlw jlwle
segunda, outubro 01, 2012 05:24 

khrkjew:
rhhrl3yhriy4 nlfjhwhlku3j hrkjpj4 jljrço43iuj34 j2jr~ç4o
segunda, outubro 01, 2012 05:23 

khrkjew:
rhhrl3yhriy4
segunda, outubro 01, 2012 05:23 

laura:
e xxxxxxoooooooooouuuuuuuuuu,amei
quinta, setembro 27, 2012 05:10 

klioMyCm:
AzyQCuX
quarta, abril 21, 2010 07:56 

klioMyCm:
AzyQCuX
quarta, abril 21, 2010 07:56 

FxgGJkPiZfPQtwuLK:
lylflxhr mwslfogh qubpyglk
sexta, agosto 07, 2009 06:00 

FxgGJkPiZfPQtwuLK:
lylflxhr mwslfogh qubpyglk
sexta, agosto 07, 2009 06:00 

USbYmnZuUvFla:
jqljczvk buqrjlmw wpphgnpi
sexta, agosto 07, 2009 03:39 

USbYmnZuUvFla:
jqljczvk buqrjlmw wpphgnpi
sexta, agosto 07, 2009 03:39 

OzClokSCf:
zypuvfye ujybfeej pjvzsupe
sexta, agosto 07, 2009 01:17 

OzClokSCf:
zypuvfye ujybfeej pjvzsupe
sexta, agosto 07, 2009 01:16 

bbvZYozHqcJQCYO:
hzrzqbaf eyjnsyxj rpniphbv
sexta, agosto 07, 2009 08:32 

bbvZYozHqcJQCYO:
hzrzqbaf eyjnsyxj rpniphbv
sexta, agosto 07, 2009 08:31 

OHOUrfEPDqbNSD:
geodqcdg akzvinxv rufgolos
sexta, agosto 07, 2009 06:07 

OHOUrfEPDqbNSD:
geodqcdg akzvinxv rufgolos
sexta, agosto 07, 2009 06:07 

XMQRsKZAoRdEXR:
kedqckns jxiznpgv upjeyxeb
sexta, agosto 07, 2009 03:46 

XMQRsKZAoRdEXR:
kedqckns jxiznpgv upjeyxeb
sexta, agosto 07, 2009 03:45 

NFIOPdEFDFQnZywMBUN:
xwsknptx zectizug mdkcpbzs
sexta, agosto 07, 2009 01:25 

NFIOPdEFDFQnZywMBUN:
xwsknptx zectizug mdkcpbzs
sexta, agosto 07, 2009 01:25 

cncZXtOrxuZjFx:
jeroujbu wuiuuxaa xrxbkcsb
quinta, agosto 06, 2009 11:05 

cncZXtOrxuZjFx:
jeroujbu wuiuuxaa xrxbkcsb
quinta, agosto 06, 2009 11:05 

DpJSgTZeyGHe:
lwvpsiph rlylpylu fxanshfb
quinta, agosto 06, 2009 08:47 

DpJSgTZeyGHe:
lwvpsiph rlylpylu fxanshfb
quinta, agosto 06, 2009 08:47 

Viviane de sales rodrigues:
Adoreeei esse site...

me ajudou muiito em um trabalho de escola

brigadãoo gente continuem assim!!


até + Bjuss fuii ;D



valeuuuuuuuuuuuuu.,........ uhuuuuuu =DD
domingo, maio 03, 2009 03:52 

Pamella:
Esse site é muito bom, a minha professora de geografia adorou ele me ajudou muito na minha feira de etnias. Mostra uns pratos bem saborosos e que eu mesmo sei fazer alguns muito faceis e tipicamente gostoso!!!
quarta, abril 29, 2009 11:42 

laura:
valeuuuuuuuuuuuuuuuuuuu
cara isso me ajudou no meu trabalho da escola esse site é super maça certo que poderia melhorar augumas coisinhas só que assim continua paulera veí





















desce mais um pouco

















super maça continuem assim
abraço super fofexxxxxxxxx
bjus







quinta, março 26, 2009 03:32 

Welida:
Rapaz........
é showwwww!





Realmente ele fala só tudo da culinária africana.Me ajudou muito no meu trabalho escolar!
heihuaheuhai




Bligadooooooooooo!!!





E pArAbÉnS p/ ToDoS vCs!!!
terça, novembro 14, 2006 12:31 

Bruninhe:
Meu, cara, este site é ...
não vou nem diser (resposta do que ele é, esta lá em baixo)




































































éééééééééééééééééé...

























éééééééééééééé......










































show de bola cara!!!!!!!!! (desse mais)































Muito bom Bicho, é um dos melhores sites sobre África que eu já vi!!

Se eu fosse gante, eu daria o ÓSCAR de melhor site sobre a África para vocês

Beijocas!! (só para as garotas)!!





sábado, setembro 09, 2006 03:51 

prof Reinaldo E.F.:
Curto muito alguns pratos, principalmente, os doces - bom, como filho de baiano sou suspeito! Ah, sou louco por acarajé, tenho até uma participação numa comu no orkut. Qdo chego numa feira procuro logo uma barraca. Conto-te uma coisa curiosa, os melhores acarajés que comi até hoje foram feitos por baianos! Em Muriqui tem um que arrebenta!
sábado, julho 22, 2006 04:16 

Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
30713
Meu Perfil

Links
Hotéis no Brasil
Encontra Brasil
Guia RJ
Encontra Rio de Janeiro
DNS Dinâmico
Blog Grátis
Hoteis

Palavras-Chave
CULTURA
ANCESTRALIDADE
HERANÇA

Favoritos
África – Brasil: Um Elo de Herança Ancestral
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
RAÍZES AFRICANAS
PRODUÇÕES DA OFICINA DE MÁSCARAS AFRICANAS
O SIMBOLISMO SAGRADO DAS MÁSCARAS AFRICANAS
CURIOSIDADES DA SABEDORIA ANCESTRAL DE AFRO-DESCENDÊNCIA
"A COR DA CULTURA": CAPACITAÇÃO DE UM DOS GRUPOS DE PROFESSORES DA NAÇÕES
CONTO DA TRADIÇÃO ORAL AFRICANA 1
CRENDICES E SUPERSTIÇÕES AFRICANAS
ORALIDADE - UMA HERANÇA PARA SE MANTER AS TRADIÇÕES
SABEDORIA DE CARÁTER POPULAR: COLETÂNEA DE PROVÉRBIOS AFRICANOS - PARTE 1
O ELO ALÉM DAS HERANÇAS CULTURAIS

Arquivos
2007, 01 novembro
2007, 01 setembro
2007, 01 agosto
2007, 01 julho
2007, 01 junho
2007, 01 maio
2007, 01 janeiro
2006, 01 dezembro
2006, 01 novembro
2006, 01 outubro
2006, 01 setembro
2006, 01 agosto
2006, 01 julho

394683 acessos
CRIAR BLOG GRATIS
..