Se você está pensando ou vai se casar já deve ter se questionado sobre o que muda após isso acontecer, certo? Já parou para pensar no que realmente vai mudar depois que você se casar?

Se você ainda tem dúvidas sobre o que vai acontecer com a vida de vocês após o casamento, você está no lugar certo. E já posso afirmar uma coisa aqui: a vida de casado é completamente diferente da vida de solteiro.

Morar com outra pessoa inclui vários fatos novos em nossas vidas. É muito difícil conviver a vida toda dentro de uma família que tem hábitos diferentes da pessoa com quem decidimos dividir a vida. Sair de casa faz com que tenhamos muito mais responsabilidades do que quando dividíamos a casa com nossos pais e parentes.

Em geral, casar faz com que tenhamos que que respeitar o espaço e decisões do outro, ou seja, temos que ser muito mais flexíveis do que antes. É necessário encarar tudo com muita paciência e ter muito comprometimento para que tudo isso dê certo.

O que muda após o casamento?

Como dito acima algumas coisas mudam radicalmente após a mudança de status de namorando para casados. Confira abaixo as seis principais mudanças que você enfrentará quando decidir dividir a vida com alguém:

1 – Divisão das tarefas de casa

Quando você vai dividir uma casa com alguém existem várias coisas que se tornam necessárias e que talvez antes nenhum dos dois faziam em suas casas. É preciso lavar louça, limpar a casa, lavar e passar roupas e etc…São atividades corriqueiras que precisam ser divididas entre os dois. Se tudo isso ficar apenas para uma pessoa a chance do casamento fracassar é enorme.

2 – Falta de saudade

Quando estamos em um namoro é comum ficar aqueles dias sem ver a outra pessoa e aí bate aquela saudade e aumenta a vontade de estar junto. Porém, quando casamos o sentimento da saudade tende a simplesmente desaparecer, afinal, vocês dividirão a mesma casa. Mas, por outro lado, a saudade dos pais e irmãos vai aumentar consideravelmente.

A dica aqui é não deixar a saudade te dominar. Não é porque você vai embora que deve deixar de ligar ou visitá-los no fim de semana. Faça isso com frequência e não sofra a toa.

3 – Cuidado com as contas

Não caia na cilada de achar que você vai gastar apenas com as contas de casa, ok? Porém a maior parte do seu dinheiro será utilizado para paga-las. Você terá que escolher entre pagar uma conta de luz ou comprar uma calça jeans nova, por exemplo. Sem falar que as contas de casa são despesas fixas, se adapte a isso e converse com seu parceiro sobre dinheiro. Lembre-se: dinheiro não é tabu!

4 – Brigas frequentes

Com certeza você já ouviu que: “Morar junto não é fácil”. E não é mesmo! As brigas e discussões tornam-se mais constantes. Seja porque ela deixou a toalha molhada na cama, ou porque ele não guardou o tênis no lugar certo. É importante que você consiga respirar antes de brigar e converse sem gritar. Falar sobre o que chateia ambas as partes pode ajudar na mudança de comportamento, o entendimento melhora muito o convívio.

5 – Rotina na cama

Alguns casais relatam uma diminuição no desejo e vontade de deitarem juntos. É preciso não deixar que a rotina acabe com o relacionamento e intimidade de vocês na cama. Ou seja, experimentar coisas novas, viajar e deixar o clima mais romântico podem ajudar a esquentar de novo o relacionamento.

Alguns homens começam a sofrer com problemas de impotência e dificuldade quando o assunto é esse. É muito importante se informar sobre o assunto e ver o que pode ser feito para melhorar isso. Você pode ler mais sobre o Power Blue aqui.

6 – Intimidade é mais aparente

Quando começamos a namorar nosso grau de intimidade é muito pouco. Ou seja, quase zero! Após algum tempo essa barreira é derrubada e passamos a cultivar a intimidade (porém isso depende e varia de casal para casal). Quem nunca fez xixi de porta aberta ou ficou pelado na frente do outro para escolher uma calcinha ou uma cueca? Essas serão situações corriqueiras após o casamento.

Apesar de parecer muito ruim a vida de casado oferece vários benefícios: aumento da confiança, companheirismo, responsabilidade compartilhada e muita parceria.