POWER ZIRE
PALM FAZ 10 ANOS...


Do Pilot ao Treo. Uma história com muitos capítulos.

Do Pilot ao Treo. A empresa Palm completou no mês passado 10 anos de vida. Acompanhamos todos os passos da empresa desde 1998, quando decidimos criar este web site. Mas meu contato com o Pilot ocorreu em 1997, quando um colega de trabalho que havia voltado dos EUA, me mostrou como estava organizando sua agenda pessoal. Puxou de dentro de sua mala uma agenda eletrônica super moderna: o Pilot. Na época eu "tirava onda" com minha agenda Casio Boss, e quando vi aquele aparelhinho pensei: "isto é bom !". A partir daquele contato, minha visão de eletrônicos mudou. Acompanhamos de muito perto a história da Palm e participamos da febre dos palmtops, onde todos que se julgavam modernos tinham que ter um palmtop.

Em toda a história da Palm, o produto mais sexy, mais moderno, mais robusto e mais impactante foi sem dúvida o Palm V. Ele foi lançado no meio da febre de palmtops, e suas vendas foram absurdamente altas. Em pouco tempo o modelo tornou-se motivo de status. Quem puxava um Palm V em uma reunião, já era visto como moderninho e "antenado" nas últimas tecnologias. O Palm V foi meu primeiro palmtop.

Vejamos na matéria abaixo, um pouco da história desta empresa.

O futuro da computação pessoal é a computação móvel. É com esta crença que a Palm, líder mundial na fabricação e comercialização de computadores de mão, mobile managers e smartphones, chega aos seus 10 anos desde que colocou no mercado seu primeiro handheld. A história da Palm é a própria história do computador de mão. Pioneira no segmento, sua trajetória reflete a evolução do conceito de mobilidade.

O primeiro Palm, lançado há dez anos, era como uma agenda eletrônica turbinada, com tela preto e branco, 128 Kb de memória e 16 MHz de processamento. Sua capacidade era para arquivar 500 endereços, um ano de compromissos, 100 tarefas e 50 lembretes. Hoje, seus produtos reúnem telefonia GSM e CDMA, Wi-Fi, Bluetooth, telas coloridas de alta definição, câmeras digitais, filmadoras, MP3, mais de 4 Gb de memória, 416 Mhz de processamento e mais de 29 mil softwares disponíveis para as mais diversas finalidades. O LifeDrive, que inaugurou uma nova categoria, a mobile manager, permite arquivar 340 músicas, 1 hora de vídeo, 1.200 arquivos do Office, 10.000 contatos, 10.000 compromissos, 6.400 e-mails, 52 memos de voz, 1.000 fotos  e 20 MB de arquivos diversos.

Ao longo desta década, a empresa transformou-se rapidamente em sinônimo de categoria. Com todos estes recursos, hoje a marca Palm é considerada indispensável para usuários de todas as idades e de todas as profissões; homens, mulheres ou crianças. Na escola, em casa, no escritório ou onde quer que se possa imaginar há sempre alguém com um Palm na mão.

O avanço da tecnologia da Palm nestes dez anos resultou na formação de uma comunidade de mais de 30 milhões de clientes e atualmente seus smartphones são comercializados por operadoras de celular em todo mundo. Nos Estados Unidos a empresa detém cerca de 30% do mercado de e-mail móvel. No mundo corporativo, disponibiliza inúmeras soluções móveis, como automação de força de vendas e outras que ajudaram a revolucionar modelos de negócios.

“Muito antes dos modismos atuais, como IPODs e TVs de plasma, conquistamos um enorme universo de consumidores. Durante toda esta década, nossos produtos estão 24 horas à serviço de nossos clientes, que a cada dia descobrem uma nova maneira de fazer do Palm um companheiro inseparável. Desde que lançamos nosso primeiro produto, o Pilot 1000, sabíamos que a Palm não seria uma moda passageira e se tornaria uma necessidade essencial. Colocamos no mercado uma nova categoria de produtos que veio para ficar e evoluir. Prova disso é o sucesso das vendas de nossos smartphones e as ações de nossos concorrentes, que estão cada vez mais empenhados em desenvolver produtos similares aos nossos”, diz Alexandre Szapiro, vice-presidente da Palm do Brasil.

Aposta na convergência

De olho nas próximas gerações e na evolução da usabilidade dos dispositivos móveis, a Palm vem apostando agora todas as suas fichas na convergência e na conectividade. Para isso, tem dado passos largos no desenvolvimento de produtos que promovem experiências únicas na transmissão de voz e dados em alta velocidade, reunindo, em um único equipamento, as tecnologias wireless da próxima geração para que seus usuários possam estar sempre à frente do seu tempo.

Os smartphones da família Treo são o ícone desta nova geração de produtos da Palm. Como em um canivete suíço, o Treo oferece inúmeras funcionalidades, seja para fins pessoais ou profissionais, com mais de 29 mil softwares disponíveis para download. Atual top de linha da Palm, o Treo transforma em realidade o conceito de mobilidade total esteja o usuário onde estiver. Suas aplicações são as mais diversas e há sempre quem descubra uma nova forma de torná-lo útil no dia-a-dia.

Quer enviar ou receber e-mail onde quer que esteja? O Treo faz. Passar os dados do smartphone para computadores ou impressoras sem usar fios? O Treo também resolve. Quer entretenimento? Quer acessar o MSN para conversar com os amigos a qualquer hora? O Treo permite. Quer ouvir os últimos sucessos em MP3? É só ligar o Treo. Fotos e vídeos digitais? Use o Treo. Quer relaxar um pouquinho com um game? O Treo tem centenas de jogos que podem ser baixados.

“Os primeiros produtos da Palm já tiveram enorme aceitação ao permitir ao usuário organizar seus contatos e agenda integrando com o PC. Hoje, nossos produtos cobrem uma grande variedade de opções para o usuário, atendendo desde quem procura baixo preço, como o Z22, que pode ser adquirido em dez parcelas de 49 reais, ou o Zire 72, vendido em dez vezes de 149 reais, até o Treo, um aparelho que é, ao mesmo tempo, escritório de bolso e computador móvel”, assinala Alexandre Szapiro, vice-presidente da Palm no Brasil.

Szapiro observa que depois que se adquire um smartphone da Palm, o Treo passa a fazer parte do dia-a-dia e fica impossível imaginar a vida sem ele. “Se há dez anos oferecíamos apenas uma chave de fenda com os primeiros computadores de mão, hoje temos um canivete suíço, uma ferramenta que ninguém se arrisca a deixar em casa quando vai para qualquer lugar. Nos próximos cinco anos cerca de 100 milhões de usuários de celulares irão buscar experiências de computação móvel em seus telefones. E a Palm é a empresa melhor posicionada para atender este desejo. Quem experimenta o Treo não consegue mais abrir mão”, acrescenta.

Outro produto de convergência inovador lançado recentemente pela Palm que inaugurou uma nova categoria, a mobile manager, é o LifeDrive, que combina ferramentas para aumentar a produtividade dos negócios com aplicações de lazer e entretenimento. Projetado para usuários que trabalham com um volume significativo de informações digitais, o LifeDrive possui um minidisco rígido de 4 GB e tecnologias sem fio Wi-Fi e Bluetooth integradas. “Nossa missão é tornar a vida mais fácil. Nestes dez anos passamos de computadores de mão com pequenas capacidades de armazenamento e processamento para máquinas potentes que podem substituir o laptop. É uma prova de que a computação móvel está no nosso DNA”, observa Szapiro.

Atenta também ao usuário que está começando a descobrir e a desfrutar das facilidades dos computadores de mão, a Palm desenvolveu um produto ideal para ser o primeiro handheld, o Tungsten E2, que tem preço sugerido no varejo de dez vezes de R$ 99,00. “Este computador de mão é a solução mais barata do mercado com tecnologia sem fio Bluetooth, que permite conexão com aparelhos celulares, impressoras, PDAs, microcomputadores e demais dispositivos. Com ela, o usuário pode se conectar a telefones celulares e acessar a internet para visitar sites, enviar e receber e-mails ou até mesmo utilizar os mais populares serviços de mensagens instantâneas, como MSN ou ICQ”, explica Szapiro.

A força da Palm no mercado brasileiro é inquestionável, alcançando 83% de market share na sua categoria e com uma base instalada de aproximadamente 4 milhões de aparelhos. No Brasil, a Palm está presente com uma subsidiária própria desde 2001, quando atuava através de importação de seus produtos, e a partir de 2003 começou a fabricar no mercado nacional com a inauguração de uma planta em Jaguariúna, no interior de São Paulo, onde nestes últimos três anos já produziu nove diferentes computadores de mão, inclusive o Treo 650.

PALM: DEZ ANOS. UMA VISÃO

Janeiro de 1992- Palm, uma empresa pioneira em soluções móveis e de Internet sem fio, é fundada por Jeff Hawkins, que pouco tempo depois se úne a Donna Dubinsky.

Setembro de 1995 – U.S. Robotics adquire a Palm Computing.

Março de 1996- A Palm Computing lança o Pilot 1000, que conta com 128 kb de memória e capacidade de armazenar centenas de endereços, números de telefones, anotações pessoais e lista de compromissos. Este é o primeiro de muitos produtos que reafirmam a visão de que o futuro do computador pessoal é a computação móvel.

Março de 1997- É lançado no mercado o segudo produto da Palm Computing, o PalmPilot, e o rápido crescimento de sua popularidade reafirma de maneira sólida o termo “Palm Pilot” na cultura popular.

Maio de 1997 – A 3Com adquire a U.S Robotics e, em conseqüência, a Palm Computing, uma subsidiária da U.S. Robotics.

Setembro de 1997- A Palm Computing comercializa mais de 1 milhão de Pilots em 18 meses, convertendo-se em um  dos produtos eletrônicos voltados ao consumidor final de mais rápida venda na história. 

Novembro de 1998- Jeff Hawkins, Donna Dubinsky e Ed Colligan - os responsáveis pelo desenvolvimento do popular “PalmPilot” - se unem para fundar uma nova companhia: a Handspring.

Fevereiro de 1999- O elegante e moderno computador de mão Palm V redefine a indústria do computador de mão como um novo ícone... um produto que estrategicamente não tem funções adicionais comparado com seu antecessor, porém com um design inovador. A mensagem é clara: estilo faz a diferença.

A Palm começa uma dinâmica campanha de publicidade que mostra uma mulher nua, representando assim a beleza e a simplicidade do produto e do corpo humano.

Maio de 1999- A Palm Computing possibilita que as pessoas se mantenham conectadas com seu primeiro computador de mão sem fio, o Palm VII.

Março de 2000- O lançamento das ações da Palm foi um dos IPOs mais bem sucedidos na história comercial dos Estados Unidos.

Junho de 2000 - É quando os produtos da Palm se tornam populares, a tela grande é lançada e a marca é usada na abertura de programas como o “Late Show” com o David Letterman.

Maio de 2001- A Palm marca o lançamento da edição número 10.000 de seu aplicativo Palm OS.

Outubro de 2001- A Handspring anuncia o smartphone Treo, que combina o telefone móvel com um dispositivo eletrônico sem fio, além de mensagens e navegação na Internet, junto com o organizador Palm Os.

Dezembro de 2001- A Palm divide seus negócios de hardware e sistemas operacionais em duas empresas: Palm Solutions e PalmSource.

Fevereiro de 2002- Os primeiros smartphones Treo, Treo 180 e Treo 180g começam a chegar ao mercado, combinando telefonia móvel, e-mail e Palm OS.

Abril de 2002- Um passo para a humanidade, um enorme salto para a Palm: o computador de mão Palm m125 é enviado ao espaço no foguete russo Soyuz.

Outubro de 2002- A Palm lança no mercado as linhas de computadores de mão Zire e Tungsten, diferenciando o consumidor do mercado profissional móvel.

A venda da linha Zire ultrapassa 3 milhões em menos de 18 meses.

Junho de 2003- O computador de mão Tungsten T é usado para testar a capacidade mental dos alpinistas em condições extremas durante escaladas a mais de 29.000 pés no Monte Everest.

Outubro de 2003- Depois de se separar da Palm Source e adquirir a Handspring, a nova empresa passa a se chamar palmOne.

Outubro de 2004- A empresa lança o smartphone Treo 650 com Palm OS.

Artistas como Nick Lachey, Spike Lee e Eva Longoria se transformam em clientes da Palm e ajudam a espalhar a fama da marca em Hollywood

Abril de 2005- Um significativo marco é alcançado: mais de um milhão de smartphones Treo 600 são vendidos em todo o mundo

Maio de 2005- A PalmOne adquire todos os direitos exclusivos da marca Palm e muda novamente o nome da empresa para Palm Inc em julho, lançando uma nova categoria com o LifeDrive: mobile manager.

Janeiro de 2006- A Palm e a Microsoft fazem história com o smartphone Treo 700w, que combina a experiência da Palm e a plataforma móvel do Windows, expandindo assim as ofertas de plataformas para smartphones.

2006 e além- A visão continua clara: o futuro da computação pessoal é a computação móvel. Com uma década de inovação, parceiros mundiais e milhões de consumidores no mundo todo acompanhe tudo o que a Palm pode fazer daqui em diante. 

postado por 29204 em 12:30:16 :

0 comentários:Comente este post!
CRIAR BLOG GRATIS   
..