Você sabe o que provoca a impotência masculina? De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, essa é uma condição que afeta, em alguma medida, cerca de metade dos homens acima de 40 anos de idade. Na terceira idade, os números ainda são maiores. Contudo, por ser um fenômeno com várias possíveis causas, a impotência também pode ocorrer em outras faixas etárias mais novas, a partir da maturidade do indivíduo. Não é um problema incomum de se ter, portanto, apesar do imenso tabu e preconceito que pesa sobre essa condição.

Mas o que é exatamente a impotência masculina? Nada mais é do que a incapacidade do pênis ter uma ereção, o que prejudica a vida do indivíduo e pode levar a relações sexuais frustradas e insatisfatórias para ambos os parceiros. É importante procurar um médico para saber o que tem provocado esse problema (porque, como veremos adiante, a causa pode ser uma doença grave) e como tratá-lo de acordo com as suas necessidades pessoais. Deixar de procurar ajuda médica pode dificultar o tratamento e danificar a saúde mental e a autoestima do indivíduo, diminuindo sua qualidade de vida.

Não é fácil determinar qual o motivo de se estar sofrendo com disfunção erétil. Daí a importância de se consultar um médico especialista, que no caso da impotência masculina é o urologista. Este profissional irá se encarregar de questionar o paciente acerca de seus hábitos de vida e histórico médico. Mesmo com todas essas informações, o diagnóstico ainda assim é complicado, e não deve ser feito de maneira peremptória por leigos ou não iniciados, através de informações esparsas colhidas na internet.

O problema de fixar um só motivo para a impotência é o fato de que a ereção é um fenômeno complexo, que depende do funcionamento harmônico de uma série de estruturas orgânicas. A ereção ocorre quando há concentração de sangue nos corpos cavernosos do pênis. Depende, sobretudo, do bom funcionamento do sistema circulatório. Mas não apenas problemas neste sistema ocasionam quadros de impotência no homem. Não é incomum se encontrar casos em que a impotência é provocada por fatores hormonais, psicológicos e até mesmo emocionais.

Você pode ler mais sobre o assunto aqui: https://www.macho.com.br/remedio-para-erecao-rapida/

Buscando um urologista 

É tarefa do urologista, na consulta médica, apurar a causa da impotência. Esta pode se apresentar como um sintoma de uma doença mais grave, como por exemplo aterosclerose, hipertensão arterial, ansiedade, depressão, esquizofrenia, mal de Alzheimer, mal de Parkinson, diabetes, baixos níveis de testosterona, entre outras condições. Consulte o médico imediatamente, pois a impotência pode ser um alerta de algumas dessas moléstias.

Entretanto, na maioria dos casos, a disfunção erétil é provocada por abuso de substâncias e hábitos que fazem mal para saúde, conforme são discriminados nos fatores de risco da doença. Alguns exemplos são o alcoolismo, o tabagismo e o sedentarismo. Ademais, fatores psicológicos também podem desencadear quadros de impotência, como estresse, estafa, traumas, ansiedade etc. Nesses casos, estamos falando da disfunção erétil psicogênica. Pois, podemos notar que a impotência é uma condição mais complexa do que parece. O médico que responderá todas as suas questões e, em última instância, o ajudará a combater o problema é o urologista.