eminem 100% o melhor rapper do mundo
eminem 100% o melhor rapper do mundo

sábado, 06 maio, 2006
videografia

Just Don't Give A Fuck (1998)
"Eu tô pouco me fudendo..." Essa é a mensagem que o Em passa através desse clipe, que é o seu primeiro lançado nos EUA. Logo de cara ele mostra uma cena onde sua mãe o maltrata quando criança e anos depois ele faz o mesmo com ela. A partir desse vídeo que todo mundo ficou sabendo o que havia entre ele e sua mãe.

  

My Name Is (1999)
Clipe de estréia mundial do Eminem que, segundo ele próprio, "foi feito para enganar as pessoas e passar uma imagem de bonzinho". Entre muitas outras coisas engraçadas no clipe, ele zoa o ex-presidente americano Bill Clinton satirizando aquele caso com sua secretária. My Name Is rendeu o prêmio de Artista Revelação no VMA's de 1999 para o Slim.

 The Anthem (1999)
Neste clipe, Sway & Tech reuniu ótimos rappers, muitos desconhecidos aqui no Brasil. O clipe é feito dentro de uma casa mal assombrada onde cada rapper, em cômodos diferentes da casa, cospem seu verso venenoso. Bem sinistro. Tem participações do Xzibit, RZA, KRS-One, Chino XL entre outros. Vale a pena conferir.
 

Guilty Conscience (1999)
O clipe, que tem a participação e direção do Dr. Dre, conta a história dos "dois lados" da consciência: o bem, interpretado por Dre, e o mal, representado pelo Eminem. A música no clipe é um pouco diferente do que a do CD, pois no vídeo existe uma espécie de refrão, ao contrário da faixa do álbum, onde não há.

 Role Model (1999)
Na época em que este vídeo foi lançado, Eminem já estava criando polêmica e controvérsia. Além da letra, o clipe é uma resposta (em um tom irônico) às pessoas que o criticam e que falam que ele influencia crianças e adolescentes de uma forma negativa. "...vocês não querem crescer e serem iguais a mim?..."
 Dead Wrong (1999)
Mesmo que a música tenha a participação de Notorious B.I.G., no clipe os dois não aparecem em nenhum momento juntos. A parte do Eminem no vídeo parece ter sido gravada com uma câmera caseira, daquelas que você compra em uma loja de eletrônicos, mas mesmo assim, vale a pena conferir, o clipe não deixa nada a desejar.
 Forgot About Dre (2000)
Com certeza uma das melhores músicas que o Eminem e o Dr. Dre já fizeram. O clipe também é ótimo. Nele o Dre responde aos rappers que falavam que ele tinha virado pop e abandonado o rap. Como resposta ele traz o Eminem e diz que foi ele que trouxe rapper como o esse e também relembra os velhos tempos do N.W.A.. Esse clipe ganhou, em 2000, o prêmio de melhor vídeo clipe de rap. A música ganhou um Grammy na categoria "Melhor Dueto em Rap".
 The Real Slim Shady (2000)
Um dos clipes mais premiados e bem-sucedidos da história. Uma comédia que faz você rir ao entender o que Eminem quis nos passar através desse ótimo vídeo. Slim Shady critica toda cultura pop e fala sobre toda falsidade que existe nesse meio. Com essa música, Em explica o significado de Slim Shady: a parte ruim e engraçada que existe em todos nós. Com vários prêmios ao redor do mundo, esse clipe foi eleito o 3º melhor do século passado pela MTV americana. Foi o primeiro vídeo do Eminem a alcançar a 3ª posição no Disk MTV aqui no Brasil.
 The Way I Am (2000)
Lançado após o tremendo sucesso "The Real Slim Shady", esse clipe não fez tanto sucesso assim. No entanto ele é muito bom e muitos fãs e críticos o consideram um dos melhores do Eminem já feitos. Nele, o rapper desabafa falando pra todos que ele não pode mudar o jeito que é, nem o jeito que pensa. Também manda uma clara mensagem aos fãs para o deixarem em paz quando ele está com sua família ou descansando. O clipe tem uma aparição de Marylin Manson.
 Stan (2001)
Com uma música que estourou no mundo todo, inclusive aqui no Brasil, Eminem e Dido fizeram um clipe incrível. Na sua versão original, o clipe chega a ter quase dez minutos de duração, podendo quase ser classificado como um curta-metragem. O vídeo conta a história de Stan, um fã viciado no Eminem que é capaz de fazer qualquer coisa pelo ídolo. Com esse clipe (e música), Slim deixa claro que seus fãs não devem levar suas letras a sério, pois música é uma coisa, vida é outra.
 Shit On You (2001)
Esse clipe, o primeiro do D12, foi gravado na cidade de Detroit e na sua maioria em preto e branco. Esse vídeo não saiu na televisão por causa da letra da música, que contém palavrões censurados na TV americana. Porém é facilmente encontrado em programas da internet, como o KaZaa ou iMesh. Esse vídeo tem no cd duplo do Devils Night.
 Purple Hills (2001)
O primeiro single do CD "Devils Night", "Purple Pills", teve seu nome alterado no clipe para "Purple Hills", assim como quase toda sua letra, por causa da censura. O vídeo é uma espécie de introdução dos componentes do D12. É muito engraçado também, com algumas cenas hilárias, como a do Bizarre.
 Fight Music (2001)
Outro clipe do D12. "Fight Music" mostra como os caras de Detroit são criticados e odiados por muitas pessoas do meio do rap nos EUA. O vídeo todo mostra eles fugindo das mais diversas "tribos" que tentam pegá-los. No final, o D12 fica cara-a-cara com quem não curte eles. Com isso, segundo os próprios rappers, eles tentaram passar para as pessoas que eles são apenas o espelho da realidade, ou seja, eles somente falam a verdade. E a verdade dói.
 Rock City (2001)
Esse vídeo clipe foi produzido por Antti J e também foi uma das últimas participações que o Eminem fez com o Royce Da 5-9! O clipe foi bem produzido só que fez pouco sucesso. No Brasil nem chegou a estreiar. A música está no CD "Rock City" lançado em 2002 pela Koch Records.
 

Without Me (2002)
Uma paródia com base nas histórias em quadrinhos onde Eminem se passa por um "super-herói" que tem que salvar uma criança prestes a ouvir seu CD. É uma resposta direta às associações que o acusam de influenciar crianças e adolescentes. No final Eminem mostra a etiqueta de "Parental Advisory: Explicit Lyrics" (Aviso aos pais: letras explícitas). Nesse clipe o Slim tira sarro dos "reality shows", do Moby, do vice-presidente americano Dick Cheney e sua mulher, de Osama Bin Laden e várias outras pessoas. Esse vídeo rendeu para Eminem 4 VMA's em 2002, entre eles o de Melhor do Ano.
 Cleanin' Out My Closet (2002)
Causando certa controvérsia nos EUA, esse clipe é uma espécie crítica para sua mãe, Debbie, que, maltratava o Eminem, usava drogas em casa e quase todas as noites levava um homem diferente para casa. No vídeo, Slim supostamente enterra sua mãe (figura ao lado) após todos esses anos de maltrato e raiva. É nesse vídeo que Eminem aparece chorando pela primeira vez na TV. No clipe também fica claro uma certa religiosidade do rapper, que aparece na Igreja rezando e pedindo perdão.
  White America (2002)
Esse clipe foi feito 100% em animação, exclusivo para o Anger Management Tour e internet. O vídeo é uma dura crítica tanto ao governo dos Estados Unidos quanto a algumas camadas da sociedade americana. Algumas partes são bem violentas, como por exemplo a que faz referência ao massacre de Columbine. Em algumas partes chega até a ser engraçado por causa das animações feitas. O clipe pode ser achado em qualquer programa de trocas de arquivo.
  Lose Yourself (2002)
Esse clipe, no meu ponto de vista, foi gravado apenas para divulgar o filme "8 Mile". O vídeo se resume à imagens do filme em sua grande parte. A música faz parte da trilha sonora do filme.
  Sing For The Moment (2003)
Esse clipe, é uma montagem de cenas tiradas de diversos shows, entre eles o Anger Management Tour, cenas de bastidores, cenas do Eminem zuando com os amigos, conhecendo fãs, jogando basquete e muito mais. O single dessa música foi lançado na Europa. Ótimo vídeo clipe, vale a pena conferir.
  Superman (2003)
Eminem faz sua estréia como ator pornô, bom, pelo menos é isso que mostra no vídeo. Eminem leva uma prostituta para o quarto, e se diverte com ela, depois dá um pé na bunda dela. Muito engraçado esse vídeo clipe. Foi lançado exclusivamente para o DVD do filme 8 Mile, mas já está disponível para download na internet.
  My Band (2004)
Nesse clipe o D12 tira sarro das pessoas que dizem que o grupo é uma banda. Eminem tira uma na cara das pessoas dizendo que ele é o vocalista principal da banda e faz uma sátira também da cena da Janet Jackson no Super Bowl quando ela mostra um de seus peitos. O vídeo é um dos mais engraçados na minha opinião, mostra o que a mídia projeta, ou seja, o Eminem tem tudo de melhor, ele é a estrela e o resto do grupo estão apenas pegando uma carona na fama.
  40 Oz (2004)
Vídeo clipe exclusivo do D12, que está apenas no DVD Bônus do novo cd do D12, "D12 World". Esse clipe tem aparições do B-Real do Cypress Hill e também o DJ Green Lantern, que faz parte da Shady Records. Tem duas versões, uma editada e outra suja.
  How Come (2004)
Nesse vídeo clipe Eminem e seus comparsas questionam o fato pelo qual eles não tem amizade mais com um velho amigo, mais conhecido como Royce Da 5-9. A maior parte do vídeo se passa no escritório da Shady Records. A música é perfeita, na minha opinião a melhor do D12 World.
  Git Up (2004)
Umas das melhores músicas do D-12 World. Esse vídeo foi gravado logo depois de How Come, não chegou a sair como single, mas conseguiu um vídeo clipe. A produção do vídeo não é muito boa, mas a música compensa isso. Dirigido por Davy Duhamel.
  Just Lose It (2004)
Eminem volta com o novo single de seu 4º álbum, "Encore", como sempre tirando sarro de todo mundo. Nesse vídeo clipe ele zoa com o Pee Wee Herman, Michael Jackson, Madonna e MC Hammer. Tem aparições da Paris Hilton, Dr. Dre, Mekhi Pfifer, Erik Estrada e Tony Cox. Tem zoação de seu próprio filme "8 Mile" e muitos ataques ao Michael Jackson por causa de suas acusações de molestação infantil. Vale a pena conferir!
  Mosh (2004)
"Fôda-se o Bush!", é basicamente isso que Eminem deixa claro em "Mosh", novo vídeo clipe. Eminem nesse clipe critica a política do presidente dos EUA. Todo feito em animação, o clipe começa com Eminem sentado em uma sala de aula, enquanto lê um livro infantil, que aparece de cabeça para baixo, tirando sarro de quando o Bush foi pego "lendo" um livro de ponta cabeça enquanto acontecia o ataque terrorista aos EUA, entre várias outras coisas que acontecem no vídeo. O vídeo e a música são muito bem elaborados.
  Like Toy Soldiers (2004)
Em "Like Toy Soldiers" Eminem discute as várias tretas que ele teve, as vezes admite falhas, e aparentemente parece estar aberto para suas opiniões. No vídeo ele presencia um amigo morrendo por causa de tretas no mundo da música, ele disse que por parte dele ele não irá tretar com mais ninguém a não ser que seja necessário. O video é muito bem produzido e vale a pena ser assistido.
  Mockingbird (2005)
Usando imagens caseiras verdadeiras, o vídeo clipe traz de primeira mão uma olhada na vida pessoal de sua família. No vídeo, mostra o Eminem vendo vídeos de sua filha Hailie, sua sobrinha Lainie e claro, sua ex-esposa Kim, agora famosa. Esse vídeo clipe marca um novo precedente para o rapper, pois no passado, atrizes faziam o papel de sua filha nos vídeos, porque sempre quis deixar a Hailie fora da mídia.
  Ass Like That (2005)
O vídeo contém bonecas fazendo uma paródia de estrelas fazendo uma cena de lesbianismo, essas estrelas são Mary-Kate e Ashley Olsen. Eminem zoa também com a Britney Spears, Jessica Simpson e Hilary Duff. OTriumph The Insult Comic Dog faz sua aparição especial no vídeo clipe, e inclusive apanha do Eminem logo no começo. Para uma boa risada, vale a pena ver esse vídeo.
  Gatman & Robin (2005)
Existe dupla mais perfeita do que Batman & Robin, oops, quer dizer Gatman & Robin? Mais uma vez Eminem se junta com o 50 Cent para criar esse vídeo feito todo em animação. O vídeo clipe só está disponível na edição especial do CD do 50 Cent, "The Massacre", que foi relançada com um DVD com vídeo clipes de todas as faixas do CD.
  Welcome To Detroit (2005)
Eminem faz sua participação no vídeo clipe do Trick Trick, outro rapper de Detroit, em uma casa noturna onde ele encara uns gangsters que estão tentando arranjar confusão com o Em e seus parceiros, dai o Eminem liga para seu mano Trick Trick para ir até lá dar um reforço. O vídeo clipe foi gravado na cidade de Detroit.
  When I'm Gone (2005)
O vídeo clipe começa com o Eminem num centro de apoio, onde as pessoas conversam sobre suas vidas, e Eminem começa a falar da sua também, inclusive sobre o fato de que ele ficou viciado nos soníferos. O vídeo ilustra as letras da música, incluindo as linhas descrevendo como sua filha Hailie empilhou caixas na frente da porta de sua casa para impedir que o Eminem saísse para fazer turnê.
  Shake That (2006)
Shake That é uma das 3 músicas inéditas do álbum "Curtain Call - The Hits", e tem participação do Nate Dogg. O vídeo é todo feito em animação e mostra o Eminem e Nate indo para uma casa de strip, se divertindo com as vagabundas, se drogando e ficando bêbados. O objetivo dos dois é pegar as putas
para transarem. É bem engraçado, vale a pena conferir.


postado por 25253 as 08:22:44
1 comentários:

Willas:
Naoo Inportall ! Eminemmm é Massa d+
13/06/2011 18:37:07
Comente este post
Início
Perfil
25253
Meu Perfil

Meus Links
>> Hotéis no Brasil
>> Encontra Brasil
>> Guia DF
>> Encontra Distrito Federal
>> DNS Dinâmico
>> Blog Grátis
Criar Blog
Manta Absorvente de Óleo
Hoteis

Palavras-Chave
>> video

Favoritos
Não há favoritos.

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
eu amo o EMINEM,SLIM SHADY...MARSHAL MATHERS

Posts Anteriores
>> livrografia
>> filmografia
>> discografia
>> biografia du eminem!

Arquivos
2006, 01 maio

14497 acessos
CRIAR BLOG GRATIS
..