Momento Esportivo
Momento Esportivo
domingo, 20 julho, 2008
Ficou barato no Olímpico (20/07)

 Mesmo sem os volantes Ramires e Fabrício, suspensos, e o armador Wagner, contundido, todos peças importantes do time celeste e com o técnico Adílson Batista obrigado a fazer outras mudanças, em função da ausência do atacante Weldon e a volta de Marquinhos Paraná ao meio-campo, esperava-se um futebol bem melhor do que o apresentado pelo Cruzeiro, ontem, contra o Grêmio, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. Muitos eram os motivos para acreditar. O principal deles: os gaúchos são concorrentes na briga pelo título e não seria bom permitir a ultrapassagem do rival na classificação. O time ficou atrás e foi castigado, perdendo por 1 a 0, placar que poderia ter sido ainda maior, não fossem as espetaculares defesas de Fábio.

A verdade é que o técnico Adílson Batista, que gosta de inovações, surpreendeu em apenas uma posição, ao escalar Jonathas, que jogou na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, ao lado de Guilherme, no ataque. Não houve, em momento algum, o entrosamento com o companheiro de ataque e ficou fácil para o Grêmio jogar defensivamente. Tanto que seus dois laterais avançaram e o goleiro Victor foi exigido, durante todo o jogo, apenas duas vezes. O Cruzeiro poderia ter chutado mais. Houve momentos, principalmente no segundo tempo, em que tocou a bola, avançou um pouco mais, mas as poucas finalizações foram longe do alvo.

Quando alguém se lembrar do jogo, dois detalhes não faltarão: as defesas de Fábio, espetaculares, e as falhas do zagueiro Espinoza. Por duas vezes, ele complicou. Na segunda, por pouco o Cruzeiro não levou o segundo gol, já que passou para Perea que completou livre e Fábio defendeu. O resto cairá rapidamente no esquecimento, porque não foi nada de extraordinário: um futebol agressivo do Grêmio e o Cruzeiro tentando se defender. Se houvesse mais um gol, ele teria de ser dos donos da casa.

O gol saiu logo no começo da partida. Rafael Carioca desceu pela esquerda e centrou. A bola foi na direita para o lateral Paulo Sérgio, que chutou de primeira, entre as pernas de Fábio. Mesmo sem agredir, Adílson Batista não quis fazer as três alterações a que tinha direito. Lançou apenas Jajá no lugar de Gerson Magrão, que não conseguiu jogar como no Ipatinga. Fisicamente está bem, mas falta-lhe entrosamento com o grupo.

É bom o cruzeirense esquecer o que ocorreu ontem e apostar tudo na reabilitação, quarta-feira, contra o Goiás, no Mineirão.

CONQUISTA

O Cruzeiro conquistou invicto ontem, ao golear o Karlslunds, da Suécia, por 6 a 0, a Copa Gothia, em Gotemburgo, na Suécia, competição na categoria sub-16. A final foi no Estádio Ullevi e os campeões foram aplaudidos, de pé. Os gols da equipe dirigida por Hamilton Mendes foram marcados por Sebá, Dudu, Eber, Alan, Maceióe Marcos.





postado por 84623 as 09:50:40
0 comentários:

Comente este post - Início
Perfil
84623
Meu Perfil


Meus Links
Blog Grátis
Hotéis
Palavras-Chave
Cruzeiro
olímpico
Favoritos
Não há favoritos.

adicionar aos meus favoritos

Colaboradores do Blog

Comunidades
Universo do Esporte
Comunidade Esportiva
sou feliz, e dai? ta te atrapalhando? to nem ai!!
Posts Anteriores
Convocação desnecessária (28/06)
Cruzeiro cumprirá acordo com o São Paulo (24/06)
Gentilezas perigosas (23/06)
Sampaio Corrêa 2008
Agora o cruzeiro só pensa no brasileirão
Viórias Lucrativas
Depois da desclassificação da libertadores
Marcelo Moreno quer mostrar ao Boca um novo Cruzeiro
Cruzeiro 2008
Libertadores para o Cruzeiro
Arquivos
01 fevereiro, 2009
01 dezembro, 2008
01 setembro, 2008
01 julho, 2008
01 junho, 2008
01 maio, 2008
01 abril, 2008
01 janeiro, 2008
01 dezembro, 2007


1804 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..