Momento Esportivo
Momento Esportivo
sexta, 20 fevereiro, 2009
'Muito prazer. Kléber!' (20/02)

Os mais de 34 mil torcedores cruzeirenses que foram ao Mineirão, ontem à noite, ver a goleada por 3 a 0 sobre o Estudiantes, de La Plata, na estreia no Grupo 5 da Copa Libertadores, sabiam que o jogo seria nervoso, truncado, cheio de catimba dos argentinos. Mas estavam conscientes de que, apesar de todas as dificuldades e de algum sofrimento, o final seria feliz. Não erraram. Os 100% de aproveitamento na temporada estão mantidos, em oito jogos, e, mais importante, surgiu novo candidato a ídolo com a camisa celeste: Kléber.

E ele não fez cerimônia. Marcou dois gols, nos 14 minutos em que atuou. Poderia ter sido um momento mágico para o novo atacante celeste, logo em sua estreia, conquistando definitivamente o torcedor e mostrando o quanto será importante para as competições da temporada. Sem medo de desafios, encara os obstáculos de peito aberto. Foi para cima dos argentinos, mas não perdeu o rótulo de um dos mais geniosos jogadores do futebol brasileiro, criando problemas nos jogos, de tanto reclamar das faltas recebidas e ao cometer algumas faltas duras, além de não aceitar as marcações dos árbitros.

Ao fazer seu segundo gol, Kléber não aguentou de emoção e tirou a camisa, levando o cartão amarelo. Atendendo  pedido do técnico Adílson Batista, que não gosta de ver o adversário sair jogando livre e exigia isso de Guilherme, o novato derrubou Verón, em falta normal de jogo, e recebeu outro amarelo, consequentemente seguido do vermelho. Em outras situações, o mundo poderia vir abaixo. Mas o jogador recebeu a punição com tranquilidade. E a torcida o aplaudiu intensamente.

Kléber reiterou a promessa de mudar o comportamento, que o levou a receber 15 cartões amarelos em 27 jogos pelo Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Adílson manifestou a convicção de que o reforço construirá nova e bela história na Toca da Raposa. Pelo menos mostrou que será importante para um time que almeja o terceiro título da Libertadores, repetindo os feitos de 1976 e 1997.

No primeiro tempo, o time praticamente não existiu. Não conseguiu fugir da marcação do Estudiantes. Apenas a partir dos 35min, quando a torcida deu o grito, tudo começou a clarear, mas foi na segunda etapa que realmente ocorreu o que todos esperavam: eficiência no futebol, velocidade, mais luta e, sobretudo, gols. Mas também foi o período em que os argentinos mais ameaçaram, com duas boas jogadas logo no início. Henrique salvou uma e Fabrício, outra, ambas com Fábio já batido.

Pouco depois de Kléber substituir Thiago Ribeiro, Wellington Paulista recebeu de Fernandinho e foi derrubado pelo zagueiro Cellay na área. Pênalti, que Fernandinho cobrou com violência, à direita de Andújar. No segundo, em tabela rápida de Kléber e Wellington Paulista, o estreante chutou cruzado, no canto direito. Em seguida, Wellington Paulista encontrou Marquinhos Paraná pela direita e o volante, rapidamente, virou o jogo para o meio, onde Kléber entrava livre, para bater rasteiro, novamente à direita do goleiro. Apesar da expulsão, o Cruzeiro soube administrar o jogo e até criou chances para ampliar.

MORTE Antes do jogo, houve um minuto de silêncio, pela morte do jornalista argentino Sebastián Echeverría, de 30 anos, do jornal El Día, de La Plata, que veio a Belo Horizonte fazer a cobertura do jogo e foi atropelado, no fim da tarde, por um ônibus, na Avenida Cristiano Machado, próximo ao Minas Shopping.

Kléber fez uma otíma partida contra o Estudiantes (ARG) com seus dois gols que garantiram a vitória do Cruzeiro por 3x0. O Cruzeiro começou com tudo a Taça Libertadores da América de 2009.



postado por 84623 as 11:54:29
0 comentários:

Comente este post - Início
Perfil
84623
Meu Perfil


Meus Links
Blog Grátis
Hotéis
Palavras-Chave
Cruzeiro
Kléber
Vitória
Gols
Favoritos
Não há favoritos.

adicionar aos meus favoritos

Colaboradores do Blog

Comunidades
Universo do Esporte
Comunidade Esportiva
sou feliz, e dai? ta te atrapalhando? to nem ai!!
Posts Anteriores
Tabu azul e queixas alvinegras
Adílson aposta no sucesso de Kléber no Cruzeiro.
Cruzeiro goleia o Social e lidera o Mineiro: 5 a 0.
À espera do ídolo (22/12)
Thiago Heleno comemora bom momento dentro e fora de campo (18/09)
Sorín de volta ao cruzeiro
Ficou barato no Olímpico (20/07)
Convocação desnecessária (28/06)
Cruzeiro cumprirá acordo com o São Paulo (24/06)
Gentilezas perigosas (23/06)
Arquivos
01 fevereiro, 2009
01 dezembro, 2008
01 setembro, 2008
01 julho, 2008
01 junho, 2008
01 maio, 2008
01 abril, 2008
01 janeiro, 2008
01 dezembro, 2007


1804 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..