Blog do Sizan
Blog do Sizan
quarta, 02 maio, 2007
O custo das vidas

Governo Annibal Barcellos:
1994 - 38.050.940,46

Governo João Capiberibe
1995 - 28.356.998,69
1996 - 43.564.807,44
1997 - 29.932.594,84
1998 - 29.593.120,82
1999 - 33.776.964,00
2000 - 57.913.576,00
2001 - 56.508.233,52

Governo Dalva Figueiredo
2002 - 63.458.557,70

Governo Waldez Góes
2003 - 81.546.559,08
2004 - 182.919.489,84
2005 - 173.106.320,77
2006 - 213.880.860,14

Recebi esta lista de pagamentos feitos pelo Governo do Estado do Amapá na área de saúde do ex-governador João Alberto Capiberibe. Apertei alguns botõezinhos da calculadora e fiquei espantado:

Do último ano do governador Capi para o primeiro ano do governador Waldez houve um aumento de 44% no orçamento da saúde;

Só durante o governo Waldez houve crescimento de 162% no dinheiro destinado à saúde. Quem olhar com atenção verá que os maiores saltos do orçamento da saúde durante este governo foram em anos eleitorais (2004 e 2006);

Comparando os orçamentos dos anos de 2001 e 2006 – último ano do Governo Capi e último ano do mandato anterior de Waldez – houve um salto de 278% no volume de dinheiro;

Nos últimos 12 anos houve um aumento absurdo nos recursos destinados ao setor no estado do Amapá: espantosos 654%!!

Com certeza, nenhum outro estado e nem mesmo a União verificou tamanho crescimento no aporte financeiro para a saúde. Considerando os recursos, os menos avisados vão pensar que o estado do Amapá tem um sistema de saúde amplo, irrestrito, gratuito e de primeiríssimo mundo.

Não haverá maior engano. A Polícia Federal está trabalhando para desmontar uma quadrilha que se instalou na Secretaria de Saúde do Estado desde 2003. Estima-se que tenha desviado, ano passado, R$ 15 milhões.

Não há remédios, equipamentos, profissionais, leitos!! Equipamentos de hemodiálise na única clínica do estado param no meio da sessão. A empresa que os deveria manter tem contrato com o governo do estado até o final do próximo ano e é uma das indiciadas pela PF no desvio de recursos públicos. Roubo que já custou algumas vidas.A dengue assola o estado. A implantação de serviços de saneamento parou faz tempo.

Para os atuais governantes do Amapá, está sendo mais lucrativo que investir nas Ilhas Cayman. Maluf foi quem errou o investimento!! 


postado por 50872 as 05/02/2007 09:49:39 # 1 comentários
sexta, 27 abril, 2007
Pioridade Penal

De acordo com o Instituto Latino-Americano das Nações Unidas para Prevenção do Delito e Tratamento do Delinqüente), o percentual de jovens com idade inferior a 18 anos que comete atos infracionais é de menos de 1% da população total nessa faixa etária.

Dados da secretaria de segurança de São Paulo revelam este mesmo índice nos crimes cometidos naquele estado. Outros lugares não têm dados detalhados.

 Uma pesquisa realizada em 2002 pelo Ministério da Justiça e pelo IPEA traçou o perfil dos jovens que estavam em unidades de internação e confirmou o grau de vulnerabilidade deles.

Entre esses adolescentes, 90% eram do sexo masculino, 76% tinham entre 16 e 18 anos, 63% não eram brancos (e, destes, 97% eram afrodescendentes), 51% não freqüentavam a escola, 90% não concluíram o ensino fundamental, 49% não trabalhavam, 81% viviam com a família quando praticaram o ato infracional, 12,7% viviam com famílias que não possuíam renda mensal, 66% eram de famílias com renda mensal de até dois salários mínimos e 85,6% eram usuários de drogas.

O Brasil tem 25 milhões de adolescentes, cerca de 15% da população brasileira, segundo o último censo do IBGE. É um País marcado pelas desigualdades sociais, onde 1% da população rica concentra 13,5% da renda nacional, contra os 50% dos mais pobres que detêm 14,4%, de acordo com dados do IBGE de 2004. Tal desigualdade traz conseqüências diretas para as crianças e os adolescentes. Muito embora 92% das pessoas entre 12 e 17 estejam matriculadas na escola, 5,4% ainda são analfabetas. Na faixa etária de 15 a 17 anos, 80% dos adolescentes estão nas escolas, mas somente 40% estão no nível adequado à sua idade e apenas 11% dos adolescentes entre 14 e 15 anos concluíram o ensino fundamental. Na faixa de 15 a 19 anos, diferentemente do que ocorre entre 7 e 14 anos, a escolarização diminui à medida que aumenta a idade. Segundo pesquisas recentes da Unesco, a escolarização bruta de jovens de 15 a 17 anos é de 81,1%, caindo para 51,4% quando a faixa etária é de 18 a 19 anos.

Mesmo assim a Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal resolveu aprovar a proposta de emenda constitucional que reduz a maioridade penal para 16 anos. Deverá ainda ser aprovada pelo plenário do Senado e pela Câmara dos Deputados para ser promulgada pelo Congresso.

A classe média aplaude uma atitude que não terá nenhum efeito prático. Serve apenas para revelar o comportamento retrógado composto por idéias de uma elite conservadora e uma classe média hipócrita que não aceita, por exemplo, terem banidos seus "backs" ou suas carreirinhas, dos quais tiram um barato e que contribuem para a criminalidade.

Hipocrisia pura, onde um lado nunca aceita a culpa que tem e considera culpados pelos crimes dos algosas suas vítimas. Hipocrisia pura dos que não concordam em distribuir os direitos aos quais tem acesso e que pretendem imputar penas aos outros que não admitem a si próprios ou aos seus filhos. De um lado o que fuma o baseado. Do outro, o que vende ou entrega. Só um lado será penalizado.


postado por 50872 as 04/27/2007 05:37:32 # 1 comentários
Sem trégua


A deputada Janete Capiberibe (PSB/AP) tem se desdobrado para não deixar esmorecer o combate à corrupção no estado do Amapá. Como a Polícia Federal, que a cada dia desmantela uma quadrilha diferente, a parlamentar socialista age em diferentes frentes para incentivar e apoiar os órgãos que trabalham no combate ao crime organizado naquele estado.

Aliás, a PF tem tido um bom material de trabalho no Amapá. Desde o tráfico de drogas ao roubo de dinheiro público, passando por prostituição e contrabando. Não falta quase nada.

A parlamentar já esteve com o diretor da Polícia Federal Paulo Lacerda e com o ministro da Justiça Tarso Genro manifestando seu apreço à Operação Antídoto que está desbarantando  uma quadrilha instalada na secretaria de saúde do estado do Amapá. Envolvendo o alto escalão do governo e políticos com foro privilegiado, desviou só no ano passado cerca de R$ 15 milhões. Também por isso, a saúde publica dos amapaenses está um caos.

Nesta sexta-feira, 27, Janete encontrou-se com o procurador geral da República, Antônio Fernando Santos. O pôs a par da situação da saúde no Amapá, reforçando os impactos da corrupção no governo do estado sobre o setor. "Tem muita gente morrendo por causa da roubalheira", lamentou. "O Amapá, que é o começo do Brasil, pode ser também o lugar onde começa a erradicação da corrupção no serviço público", desejou a socialista.

Com o mesmo fim, o ex-governador João Alberto Capiberibe apresentou o projeto transparência - PL 217/2004 - que visa tornar públicas, pela Internet, todas as contas em todas as instâncias e esferas do poder público. A proposta já foi aprovada no Senado Federal e está pronta para a pauta da Câmara. Quando governador do Amapá, entre 1995 e 2002, Capiberibe escancarou as contas do estado, mantidas assim até hoje por força de lei. A consulta aos dados ajuda a descobrir o superfaturamento nas compras da secretaria de saúde daquele estado, por exemplo. O procurador geral (ao centro na foto, junto com o ex-governador do Amapá e a deputada Janete Capiberibe) gostou da idéia.

Se tem coisa que corrupto não gosta é de publicidade.


postado por 50872 as 04/27/2007 03:08:17 # 0 comentários
quarta, 18 abril, 2007
TrAnsGEnIcOs

É dada quase como certa a liberação do plantio de milho transgênico no Brasil. A soja RR foi o primeiro cultivo transgênico permitido, em 2004, provisoriamente, para atender os produtores gaúchos, que já a cultivavam ilegalmente e contrabandeada da Argentina há uma década.

O provisório foi renovado nas safras consecutivas para legalizar um "fato consumado", estratégia usada pelos produtores gaúchos para forçar a liberação do grão, mesmo existindo sementes de soja convencional suficientes para o plantio. O grão transgênico da oleaginosa, agora, alastrou-se pelo centro-oeste mas ainda não há estudos definitivos do seu impacto sobre o meio ambiente. Alegam menor custo na produção e melhor produtividade do grão. Mesmo que esta correlação resulte em maior lucro, resistem em pagar royalties à tecnologia desenvolvida pela Monsanto. Contrabandeado é melhor!

Agora é a vez do milho, que deve ter poucos e incipientes cultivos, mas tenderá a se alastrar levado pela fama da soja.

Os dois grãos de cultivo maciço pelo país serão transgênicos, para a felicidade dos produtores, apesar de colocar em pé de igualdade com outro grande produtor mundial de grãos: os EUA. Teremos exatamente o mesmo produto para comercializar no mercado internacional - com menos poder de barganha - quando a União Européia, por exemplo, procura banir os transgênicos.

Ainda vem aí o algodão, que está na fila da liberação cada vez mais fácil. O quórum para aprovação pela CTNBio baixou de 2/3 para maioria simples. Apesar da menor visibilidade, a campanha contra os trangênicoscontinua.


postado por 50872 as 04/18/2007 07:38:59 # 0 comentários
Tarso Genro


Tranqüilo, confiante, sereno... É assim que quem for conversar com o Ministro da Justiça Tarso Genro vai encontrá-lo, mais do que em qualquer outra fase de sua vida política.

Sem mágoa, ressentimento, manipulação política, Tarso tem o comportamento de quem tem competência e sabe que está desenvolvendo uma tarefa fabulosa para um Brasil melhor e, com certeza, com muitos corruptos a menos soltos por aí.

Reuniu-se hoje com a deputada Janete Capiberibe (PSB/AP), que manifestou ao ministro seu apoio às ações de combate ao crime no Amapá e sua preocupação com o sucateamento da saúde pública daquele estado. Pelo menos R$ 20 milhões foram desviados do setor, R$ 15 deles ano passado. A Polícia Federal tem indícios de que serviram para abastecer o caixa 2 da campanha do governador Waldez Góes (PDT).

"As investigações vão continuar sem qualquer tipo de interferência política, seja do Executivo ou de fora. A Polícia Federal tem compromisso com a legalidade e com o combate ao crime”, afirmou o ministro, com relação à Operação Antidoto, no Amapá, mas que vale para todas as outras que a PF vem fazendo pelo país afora.

O recado de Tarso é claro, principalmente quando se sabe que sempre há os que tentam relaxar as operações da PF quando chegam nos figurões. A OAB esteve reunida com o ministro Tarso na terça na tentativa de "manerar" a Operação Hurricane. O governador do Amapá Waldez Góes e parte da bancada federal do estado estiveram com Mares Guia, semana passada, tentado diminuir a dose de Antídoto. As operações devem mesmo dar calafrios em muita gente graúda cujas fontes de renda não podem ser conhecidas.


postado por 50872 as 04/18/2007 05:12:30 # 0 comentários
terça, 17 abril, 2007
Meu gás carbônico

Tenho que plantar, urgentemente, 15 árvores para neutralizar minha emissão anual de gás carbônico. São 2,34ton/ano: 0,24 tonelada pelo uso de gás, 0,58 pelo uso de energia elétrica e 1,5 tonelada pela queima de combustível em transporte.

Quem quiser calcular o quanto emite anualmente de gás carbônico pode fazê-lo acessando o site www.iniciativaverde.com.br. O mesmo site informa plantas nativas brasileiras e sua indicação para plantio. Uma ótima dica para quem está preocupado com seu próprio futuro. O planeta ainda tem mais futuro que a humanidade que, acredito, tem mais que eu próprio.


postado por 50872 as 04/17/2007 05:33:31 # 0 comentários
Milagres do papa

Eu é quem estou mesmo por fora. Sou do tempo em que, na Igreja Católica, havia a opção preferencial pelos pobres... Agora, a Polícia Federal vai "desinfetar" a Praça da Sé para que o papa possa passar por lá. Se Cristo não tivesse ressucitado, estaria se revolvendo no caixão.

Mas pelo menos tem a vantagem de o papa fazer milagres. Aliás, nem chegou ao Brasil e os está fazendo. Vai ser canonizado em breve. A prefeitura de Aparecida está fazendo obrasque nunca fez nos últimos 3 anos e o católico governador paulista libera dinheiro que poderia ter feito em outras ocasiões. Até recapeamento de pista vai ter. Em caráter emergencial. Isso para três dias de papa, se fosse só para o povo, bom, o povo só vive lá mesmo!


postado por 50872 as 04/17/2007 04:42:09 # 0 comentários
Deuzabezoe

Deu no Terra. A comitiva papal vai consumir 500 garrafas de vinho nos três dias que ficará na capital paulista. O mais barato é um brasileiro, do Nordeste, por R$ 18,90. O mais caro é um chileno, por R$ 348,00.

Serão 166 garrafas por dia, cerca de 2,3 garrafas/dia para cada um dos 70 membros da comitiva papal. Be jama brá vesda!!

Vá lá que tem os motivos nobres. A comitiva papal vai tomar o vinho de Petronlina - PE por que sua produção melhorou a vida das pessoas de uma região profundamente católica. Vai ver que os chilenos são prá lembrar o primeiro milagre de Jesus.

Se a comitiva só tomar o vinho mais barato entre os quinze selecionados, por garrafa se vai o centésimo de 5 velhinhas pensionistas do INSS. Se for o chileno mais caro, é preciso juntar o centésimo de 91!! Contando com a humildade da comitiva papal, de tomar apenas o vinho que custa "só" R$ 18,90 por garrafa, lá se vai o centésimo de 2,5 mil católicos fervorosos para abastecer a adega papal.

Desse jeito, o Papa vai virar garoto propaganda de muita vinícola.

Benzadeuz!!


postado por 50872 as 04/17/2007 03:04:15 # 0 comentários
Na sede do Império

Como ganhou dimensão o atentado maluco do estudante sul coreano Sho Seung-Hui, 23 anos, identificado como o assassino que matou 32 estudantes e professores da Virgínia Tech! Os jornais brasileiros se deliciaram. Estamparam o assunto na capa e a maioria o manchetou. Um espírito bem colonizado, por que se o assunto tivesse ocorrido na África ... alguém sabe de chacinas ocorridas na África que viraram capa de jornal?

Nada justifica que se matem pessoas, seja onde for e por qual motivo for. Mas como aconteceu na sede do Império, nossos veículos rotulam o fato como mais importante que em outros lugares do mundo... Entende-se, mas isso me dá até comichão...

Por outro lado, Sho adotou o espírito negociador norte-americano... Já fui fã de filmes de bang-bang, difundido pelo mundo, que vangloriava como se deu a colonização do oeste dos EUA.

O espírito beligerante é a principal arma de negociação norte-americana. Depois da segunda guerra mundial, quantos foram os outros conflitos nos quais os EUA se envolveram... É a única nação que vive em envolvida em conflidos permanentes e contínuos com outros país. Sua entrada e estada em guerras já nem causa apreensão... é normal.

Mexer no orçamento de guerra dos EUA causa comoção em setores industriais, econômicos e políticos. O recursos públicos gastos diretamente na fabricação de equipamentos de guerra representam quase 2% do PIB norte-americano. Sem contar os serviços afins, como a "reconstrução" dos países dizimados pelos norte-americanos.

Concluo que sua rápida americanização é um dos fortes motivos que levaram Sho a pegar em armas . Levou a política de negociação ao pé da letra. Ele estava concluindo o curso de letras, portanto há quase 4 anos nos EUA, um bom tempo para aprendê-la. Tinha algum problema a resolver e o fez da maneira americana: na bala!

Com certeza Sho teve motivos difrentes da minha breve elucubração, talvez um protesto político ou um amor proibido, mas nem é isso que pretendo entender. O que quero saber é por que damos tanta importância quando aqui em nosso país temos problemas tão grandes ou maiores que aquele.


postado por 50872 as 04/17/2007 02:08:02 # 0 comentários
Salário Mínimo

É o que estão parecendo minhas inserções neste blog... uma vez por mês e por pouco tempo...

postado por 50872 as 04/17/2007 12:58:55 # 0 comentários
quarta, 04 abril, 2007
Demo...quem?

Haverá quem tenha registros históricos mais preciso do que eu. Os hoje democratas (!!!) foram os primeiros apoiadores do golpe militar que arrebentou com a democracia brasileira em 1964 empurrando o país para 20 anos de atraso.

Depois, quando a ditadura militar - elogiada em prosa, verso, música, filmes, copa do mundo, cacete, bala, pau de arara e muito sangue - resolveu arrefecer (era a moda na América Latina e determinação da política internacional norte-americana) apoiaram a "abertura democrática".

Ano passado, o presidente dos hoje "democratas" Jorge Bornhausen pregou que a raça dos petistas - seu antagonismo mais direto e representativo - deveria ser exterminada, deixando claro que não tem muita tolerância aos diferentes, típico da democracia.

Quando o PFL - que já foi Arena e PDS - se desgasta e sofre um grande baque nas urnas, principalmente pela sua oposição ao governo Lula e, por conseqüência, às políticas aos mais pobres, a semântica entra em ação de novo, para manter o partido atualizado ao discurso da moda.

Negam até o substantivo "Partido", que é o que são, como todas as outras agremiações políticas brasileiras assim constituídas, na tentativa de abrandar o negativismo que a sociedade brasileira vê naqueles que são menos comprometidos com os direitos da maioria da população.

Talvez o mais adquado fosse "Oportunistas".


postado por 50872 as 04/04/2007 06:41:41 # 0 comentários
Bão

Notícia do jornal The Economist, publicada pela BBC Brasil e que peguei no Terra, trata da "paciência" ou da falta de pressa, tipicamente interiorana, do presidente Lula. Nem vou me deter nesta abordagem, até por que, quem pressionava pela reforma ministerial era muito mais a imprensa, tugida pela oposição, interessada numa mudança de rumos e na desestabilização do governo, e aliados, ávidos por um pouco mais no butim.

Tento entender as entrelinhas e as descubro escritas por uma cartilha liberal. Vai aparecer lá no finalzinho da matéria: "Os mercados financeiros estão com disposição a perdoar". Veja que os eleitores - e em se tratando do presidente Lula estão nas camadas mais pobres, tornaram-se um detalhe menor que os "mercados" - leia-se iniciativa privada, sempre vampirescos no poder público quando trata-se de engordar seus lucros diretamente ou por políticas "oficiais".


postado por 50872 as 04/04/2007 06:36:36 # 0 comentários
Amarelas


Se depender da oposição, o FUNDEB, que substitui o Fundef no financiamento da educação pública, incluindo a educação infantil e a de jovens e adultos, não será implementado nunca. Na pauta para ser votado há pelo menos três semanas, o relatório da deputada Fátima Bezerra à Medida Provisória 339/06 já está com as páginas amareladas.

Como uma das virtudes, o relatório inclui as creches comunitárias e privadas conveniadas entre os recebedores de recursos do Fundo para contemplar a educação das crianças de zero a três anos, hoje desprotegidas. Só 12% das 13 milhões nesta faixa etária freqüentam uma escola. O objetivo é chegar a 50% delas até 2009. Ponto para as entidades ligadas à educação e para a deputada federal Janete Capiberibe, que fez de um fundo para estas crianças sua primeira proposta na Câmara dos Deputados, em 2003.

Se tudo correr bem, o relatório da deputada Bezerra será lido e votado em plenário na próxima semana. Enquanto a oposição ao governo boicota as votações tentando instalar uma CPI para fazer circo, este é um dos projetos importantes que, não sendo votado, retarda a vida dos cidadãos brasileiros, principalmente os que mais carecem de serviços públicos eficientes.


postado por 50872 as 04/04/2007 05:42:08 # 0 comentários
Antídoto

Foi um verdadeiro antisséptico a Operação Antídoto da Polícia Federal, no Amapá. 25 foram presos, as investigações continuam e devem ter ainda outras doses de Antídoto no futuro. Cerca de R$ 20 milhões foram desviados da secretaria de saúde do estado do Amapá, segundo investigação da PF.

Enquanto isso, há denúncias de que o estado enfrenta um surto de dengue - cerca de 1,3 mil casos registrados e 8 de dengue hemorrágica, obscurecidos. Não bastasse, faltam serviços, profissionais, remédios...

Ganhou destaque no noticiário nacional:

Vídeo "Globo Notícia"

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL13034-5598,00.html

http://g1.globo.com/Noticias/Economia/0,,MUL14908-5599,00.html

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,AA1502012-5598,00.html

http://oglobo.globo.com/pais/mat/2007/03/28/295110390.asp

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u90880.shtml

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u90915.shtml


postado por 50872 as 04/04/2007 05:24:22 # 0 comentários
sexta, 30 março, 2007
Têm remédio...

No estado do Amapá, têm gente que está preferindo ficar doente a tomar qualquer remédio. Uma operação da Polícia Federal está desmantelando um esquema de fraudes na compra de medicamentos instalado na Secretaria de Saúde daquele estado, que já desviou mais ou menos R$ 20 milhões.

Só quem não tem culpa no cartório quer saber de Antídoto!!!


postado por 50872 as 03/30/2007 12:52:23 # 0 comentários
 
Perfil
50872
Meu Perfil

Links
Blog Grátis

Palavras-Chave
capiberibe
mitterrand
câmara
direitos
humanos

Favoritos
Blog do Sizan
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
O custo das vidas
Pioridade Penal
Sem trégua
TrAnsGEnIcOs
Tarso Genro
Meu gás carbônico
Milagres do papa
Deuzabezoe
Na sede do Império
Salário Mínimo

Arquivos
2007, 01 maio
2007, 01 abril
2007, 01 março
2007, 01 fevereiro

5188 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..