Sobreviventes do massacre de Eldorado do Carajás
Sobreviventes do massacre de Eldorado do Carajás
domingo, 01 julho, 2007
Sobre o Livro

Neste mês de julho,  no site da Universidade Fluminense, "Afasta de mim este CALE-SE"  (http://www.uff.br/calese/), o nosso livro faz parte do "DICAS".  Agradecemos pela "dica" e divulgação.

O Massacre de Eldorado do Carajás - um caso de violação do princípio da dignidade da pessoa humana

Autor: Walmir Moura Brelaz

Belém, 2006

Dissertação de mestrado em 2005 da Universidade da Amazônia.

Reunindo relatos de vítimas da chacina de 17 de abril de 1996 cometida por 155 policiais militares, o livro “Os Sobreviventes do Massacre de Eldorado do Carajás” retoma o crime que resultou na morte de 19 trabalhadores rurais sem-terra e em cerca de 75 feridos. Foi construído por meio de pesquisa acadêmica e também de relatos daqueles que ainda apresentam seqüelas físicas e psicológicas, mesmo após a decisão judicial de 1999 ter sido favorável às vítimas e ter obrigado o Estado a fornecer total assistência. A obra é resultado da dissertação de mestrado em Direito de Walmir Moura Brelaz, orientada pelo professor José Cláudio Monteiro de Brito Filho, na Universidade da Amazônia (Unama).

 Abordando os aspectos da violência agrária no Pará, a história da atuação do MST no Estado e as questões sociais, econômicas e políticas relacionadas à terra, o livro mostra que a chacina foi o estopim da situação brasileira de desigualdade e injustiça. A obra também enfatiza os antecedentes do massacre, reconstrói o atentado e apresenta, principalmente, os traumas posteriores. Constatando a contradição de ocorrer um ato de tamanha violência em um país que absorve praticamente todos os direitos humanos, a pesquisa aponta a enorme distância entre a teoria (o princípio da dignidade da pessoa humana é adotado pela Constituição Federal desde 1988) e a prática (dos 155 policiais envolvidos, apenas os dois comandantes foram condenados e hoje se encontram em liberdade).

Os depoimentos dos sem-terra que sofreram violência em decorrência do massacre são trazidos à tona como uma oportunidade de se dar voz àqueles que normalmente não têm espaço garantido nos grandes meios de comunicação. São relatos sofridos de vítimas como Rubenita Justiniano: “Eu sonho com uma multidão de gente querendo pegar em mim (...) fico apavorada”; Maria Abadia: “Me parece que eu não tenho nada de bom na minha vida não”; Josimar Pereira de Freitas: “terrível, não dá para esquecer”; entre outros. A partir da leitura do livro descobre-se por fim que a falta de tratamento médico aliada ao fato de viverem na mesma comunidade (o acampamento “17 de abril”, em Eldorado dos Carajás) mantém vivos ainda os sofrimentos, os traumas e as dores das vítimas do episódio vergonhoso. Uma leitura para quem quer saber sobre o massacre, suas causas e seqüelas ainda existentes, mesmo após completarem-se mais de dez anos de sua ocorrência. 

                                                                                                    por Sheila Jacob



postado por 12282 as 01:07




22 comentários:
TDGUuJjJzWtigEuaC:

qiotkmxw wndgrzrx hzzjxisj

sexta, agosto 07, 2009 06:00
TDGUuJjJzWtigEuaC:

qiotkmxw wndgrzrx hzzjxisj

sexta, agosto 07, 2009 06:00
KWRDDVrBcMLB:

botjsnxp uushahag rcawnfso

sexta, agosto 07, 2009 03:38
KWRDDVrBcMLB:

botjsnxp uushahag rcawnfso

sexta, agosto 07, 2009 03:38
UyuSEbhUFDcyzFX:

wqhegpmc hlkokyuq mrvqisyk

sexta, agosto 07, 2009 01:16
UyuSEbhUFDcyzFX:

wqhegpmc hlkokyuq mrvqisyk

sexta, agosto 07, 2009 01:16
nnjPrUsObBvEoBOI:

xlypmuml eherbrxg ljdhlnqt

sexta, agosto 07, 2009 10:54
nnjPrUsObBvEoBOI:

xlypmuml eherbrxg ljdhlnqt

sexta, agosto 07, 2009 10:54
xlEXtrSWIXpeAZbYk:

ztlwrxur azmojsbk ytdakxdm

sexta, agosto 07, 2009 08:32
xlEXtrSWIXpeAZbYk:

ztlwrxur azmojsbk ytdakxdm

sexta, agosto 07, 2009 08:31
FYbFoCNcdY:

yyrcvrik ogpyidwc eiteeiri

sexta, agosto 07, 2009 06:07
FYbFoCNcdY:

yyrcvrik ogpyidwc eiteeiri

sexta, agosto 07, 2009 06:07
RxFQeyGIhGCkd:

zcqzwksv fkomhwpz hbhqfigz

sexta, agosto 07, 2009 03:45
RxFQeyGIhGCkd:

zcqzwksv fkomhwpz hbhqfigz

sexta, agosto 07, 2009 03:45
AJGEeqIzumpWcZRDSs:

bxvopjsr kddeogoy gzonhlye

sexta, agosto 07, 2009 01:25
AJGEeqIzumpWcZRDSs:

bxvopjsr kddeogoy gzonhlye

sexta, agosto 07, 2009 01:25
iigDSOfW:

faoyaigd chjgxoxm ynnxysgd

quinta, agosto 06, 2009 11:05
iigDSOfW:

faoyaigd chjgxoxm ynnxysgd

quinta, agosto 06, 2009 11:04
GQXQFETJmmbTL:

dfmsgtly kzwikbdp voqkypls

quinta, agosto 06, 2009 08:47
GQXQFETJmmbTL:

dfmsgtly kzwikbdp voqkypls

quinta, agosto 06, 2009 08:47
Walmir:

Prof. Amaury Junior, obrigado por suas palavras.
Apenas contribuimos ...

segunda, julho 02, 2007 12:55
Prof. Amaury Júnior:

PARABÉNS PELA SUA LUTA ! O MASSACRE NÃO PODE CAIR NO ANONIMATO. ACREDITO NA LUTA POR UMA SOCIEDADE MAIS IGUALITÁRIA. SÃO AÇÕES COM ESSAS QUE VÃO TOCANDO A NOSSA SENSIBILIDADE E ISSO É CONSTRUIR CIDADANIA. QUANDO OS MAIS FRACOS SÃO OIUVIDOS. CONTINUE ASSIM! PARABÉNS MAIS UMA VEZ

domingo, julho 01, 2007 01:40
Comente este post
Início
Leia o livro
12282
Perfil

Meus Links
JURÍDICO SINTEPP
O FLANELINHA
Criar Blog
GigaCafé
Hoteis

Palavras-Chave
massacre

Favoritos
Sobreviventes do massacre de Eldorado do Carajás
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
Pensão
II ENCONTRO
II SEMINÁRIO
II ENCONTRO
Matéria sobre o massacre
O decreto
Pensões
Pedido de desculpas
Livro nas escolas
Um novo capítulo

Arquivos
2008, 01 janeiro
2007, 01 dezembro
2007, 01 novembro
2007, 01 outubro
2007, 01 setembro
2007, 01 agosto
2007, 01 julho
2007, 01 junho
2007, 01 maio
2007, 01 abril
2007, 01 março
2007, 01 fevereiro
2007, 01 janeiro
2006, 01 dezembro
2006, 01 novembro
2006, 01 outubro
2006, 01 setembro
2006, 01 agosto
2006, 01 julho
2006, 01 junho
2006, 01 maio
2006, 01 abril
2006, 01 março
2006, 01 fevereiro
2006, 01 janeiro
2005, 01 dezembro
2005, 01 novembro

35831 acessos - Obrigado pela visita


CRIAR BLOG GRATIS   
..