Minha Casa Minha Vida

O Minha Casa, Minha Vida é um programa de habitação Federal do Brasil lançado em 2009 ainda no Governo do Ex-presidente Lula.

Foi criado com o objetivo de subsidiar a aquisição de casas ou apartamentos próprios para famílias de baixa renda que se enquadram nos requisitos do programa, dessa forma, ajudando a famílias a conquistar seu sonho da casa própria.

O Minha Casa, Minha Vida possui parceria com estados, entidades sem fins lucrativos, e municípios, que atuam garantindo condições especiais de financiamento para as famílias que participam do projeto.

Minha Casa Minha Vida

Devido ao multiculturalismo existente no Brasil, o projeto conta com duas opções de habitações, para que as famílias possam ter a opção que melhor se adequa a sua necessidade, elas são:

  • Habitação Rural
  • Habitação Urbana.

Como fazer cadastro no Minha Casa Minha Vida

Quem deseja participar do projeto, precisa antes se inscrever no programa Minha Casa Minha Vida, para isso, é preciso:

  • Ir até a prefeitura para fazer a inscrição no Minha Casa Minha Vida;
  • Aguardar a abertura de vagas para seu município
  • Se enquadrar nos requisitos.

Infelizmente, em alguns municípios as vagas são poucas e acabam muito rápido, ainda existem estados no Brasil que não são contemplados pelo programa.

É preciso ter paciência e aguardar que as novas vagas sejam anunciadas, pois só assim as famílias serão contempladas.

O financiamento da habitação no Minha Casa Minha Vida é feito pela Caixa Econômica Federal, e ocorre em até 120 parcelas que podem variar de R$80 a R$270,00.

Através do programa, o Governo pode pagar até 90% do valor do imóvel, por isso, o prazo máximo de pagamento do financiamento são de 10 anos com parcelas sempre abaixo de 10% da sua renda.

Em caso de não pagamento das parcelas, o imóvel comprado é usado como garantia do financiamento.

Requisitos para fazer inscrição no Minha Casa Minha Vida

Confira abaixo os requisitos para fazer a inscrição no Minha Casa Minha vida:

Requisitos para fazer inscrição no Minha Casa Minha Vida

  • As habitações só podem ser usadas para moradia, pessoas que tem o objetivo de usar o espaço para comércio não podem fazer o financiamento;
  • Possuir uma renda de até 7 mil reais mensais;
  • Não pode ter sido beneficiado por outro programa de habitação do Governo;
  • Não pode possuir casa própria ou financiada em seu nome;
  • Deve ser contribuinte do INSS
  • A residência deve ficar na mesma região do trabalho atual;
  • Necessário apresentar carteira de trabalho e para comprovação de renda, o contracheque;
  • A residência não pode ser vendida antes do fim do financiamento;
  • É preciso ter o cadastro no CadÚnico 2019 atualizado.

Quem pode ter Minha Casa Minha Vida 2020

O Minha Casa Minha Vida 2019 possui várias modalidades para contemplar as famílias, elas são:

Faixa 1: Para famílias com renda de até R$ 1.800,00

O financiamento nessa faixa é de até 120 meses, as prestações variam entre R$ 80,00 a R$ 270,00 conforme a renda bruta familiar;

Faixa 1,5: Para famílias com renda de até R$ 2.600,00:

O financiamento é feito para até 30 anos, o subsídio vai até 47,5 mil reais e o imóvel novo possui taxas e juros de 5% ao ano;

Quem pode ter Minha Casa Minha Vida 2020

Faixa 2: Para famílias com renda de até R$ 4.000,00:

Nessa categoria o subsídio liberado será de até R$29.000,00;

Faixa 3: Para famílias com renda de até R$ 7.000,00:

Nessa última categoria, o programa oferece 3 tipos de taxas de juros diferenciadas com relação ao mercado.

Como contratar Minha Casa Minha Vida

Para se inscrever no Minha Casa Minha Vida 2019 é muito fácil, mas é preciso bastante paciência, pois o resultado da aprovação pode demorar.

Confira abaixo como é feito o processo para contratar o Minha Casa Minha Vida:

  • Famílias com renda menor a R$ 1.800,00 mensais é preciso se inscrever pela Prefeitura do seu município ou por uma entidade organizadora.
  • Famílias com renda acima de R$1.800,00 até R$ 7.000,00 podem optar por uma entidade organizadora ou fazer o contrato direto com a Caixa Econômica Federal, dessa forma, de forma individual;
  • A Caixa Econômica Federal é a responsável por avaliar as solicitações e comunicar aquelas que se adequam aos pré requisitos, informando a data do sorteio das habitações;
  • Se aprovada e sorteada, a família pode assinar o contrato do financiamento.

Documentos para fazer o Minha Casa Minha Vida

Para se inscrever no programa Minha Casa Minha Vida 2019 é necessário estar com alguns documentos em mãos.

Não esqueça de levá-los na hora de fazer a inscrição e novamente quando for assinar o financiamento, pois podem haver necessidade de confirmar algum dado.

Confira abaixo uma lista com os documentos necessários:

  • Documento de Identidade (RG);
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Carteira de Trabalho (CTPS);
  • Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento;
  • Comprovante de estado civil;
  • Extrato atualizado do FGTS;
  • Comprovante de renda (contracheques)
  • Declaração de Imposto de Renda de pessoa Fìsica do ano em vigor ou o mais atual;
  • Para autônomos, necessário levar os extratos bancários dos últimos 3 meses para comprovar renda;
  • Ficha de cadastro habitacional (realizado junto a prefeitura)

Simulador Minha Casa Minha Vida

Se você não sabe exatamente em qual categoria do Minha Casa Minha Vida você e sua família se enquadram melhor, ou gostaria de simular a quantidade de parcelas e valor do financiamento, confira abaixo!

Através do Simulador Minha Casa Minha Vida 2019, você pode simular o seu financiamento, confira abaixo como utilizar essa ferramenta:

  • Entre no site oficial da Caixa Econômica Federal ou clique aqui;
  • Preencha os campos solicitados com os dados necessários;
  • O simulador irá orientá-lo através das etapas, evite pular qualquer uma delas;
  • Ao final, você terá o resultado do seu simulado.

Simulador Minha Casa Minha Vida