Novos descontos INSS: Tudo o que você precisa saber

As novas alterações no cálculo de descontos do INSS começam a ser aplicadas em 2020, trazendo algumas mudanças para a vida do trabalhador.

Novos descontos INSS: Tudo o que você precisa saber

Com a Reforma da Previdência, os novos descontos do INSS são recalculados, anualmente, a fim de definir quais serão os valores descontados. 

Os brasileiros que trabalham por carteira assinada enfrentarão as mudanças a partir de março de 2020, período em que os novos descontos do INSS começarão a ser aplicados.

No geral, as mudanças nas porcentagens dos descontos do INSS são calculadas de acordo com a inflação do ano anterior, estabelecendo novos valores de contribuição para os trabalhadores. 

O responsável pelo cálculo dos novos descontos do INSS é o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que junto com o Instituto Nacional de Seguro Social também aplica os descontos. 

Esse tipo de alteração acontece todo ano, a fim de equiparar os valores levando em consideração a inflação do ano anterior. 

Através da nova Reforma da Previdência, portanto, tais descontos são calculados e aplicados sob o trabalhador, alterando o valor de contribuição e, consequentemente, os descontos que serão feitos sobre sua renda mensal líquida. 

Em 2020, os novos descontos do INSS começarão a ser aplicados em março e se você quer saber como isso pode influenciar a sua vida, continue lendo este artigo. 

Novos descontos do INSS

No cenário da Reforma da Previdência, a contribuição dos trabalhadores varia de acordo com a renda mensal de cada um. Assim, quanto maior o salário do cidadão, maior a porcentagem de contribuição que deve ser feita. 

Por exemplo, se um trabalhador recebe até R$ 1.802,76 ao mês, a porcentagem de contribuição dele deve ser de 8% de seu salário líquido.

Já para aqueles que ganham mais de R$ 3.000,00, o desconto deve ser correspondente a 11% da renda mensal. 

Dessa forma, de acordo com o total líquido do salário do trabalhador, os descontos são feitos. 

De acordo com o novo cálculo da tabela, o reajuste dos descontos do INSS passou a ser de 4,48% – levando em consideração a inflação do ano de 2019. 

Com isso, a partir de março de 2020 os novos descontos do INSS deverão ser aplicados e descontados do trabalhador, a fim de garantir seus direitos junto ao Instituto Nacional de Seguro Social. 

A contribuição com o INSS é obrigatória para todo cidadão que trabalha com carteira assinada, nos moldes CLT, afinal esta é a garantia de que ele, quando precisar, poderá contar com seus direitos. 

O INSS cobre aposentadoria, auxílio doença e acidente, além de salário maternidade e pensão em caso de morte, portanto a contribuição do trabalhador é essencial para garantir os seus direitos. 

Geralmente, os descontos são feitos pela própria empresa, onde tais deduções são realizadas diretamente na folha de pagamento.

Demais reduções salariais

Além dos descontos do INSS, o trabalhador também deve arcar com outras reduções salariais, como Imposto de Renda e benefícios da empresa. 

Assim, de acordo com as leis, os trabalhadores que recebem mais de R$ 1.903,98 são obrigados a declarar o Imposto de Renda, junto à Receita Federal.

Por outro lado, os que não ganham mais do que o teto limite, encontram-se isentos da taxa.

No entanto, é importante destacar que desde abril de 2015 a tabela de descontos do Imposto de Renda não foi atualizada. 

Além disso, os benefícios da empresa também geram algumas deduções no total do salário do trabalhador como, por exemplo, vale-refeição ou alimentação, vale-transporte, auxílio médico, entre outros. 

Advertências de faltas injustificadas e contribuições sindicais ou com programas de previdência privada também são descontados da folha de pagamento. 

Novos valores

Em 2020, os novos descontos do INSS começarão a ser aplicados a partir do mês de março. Dessa forma, os descontos feitos entre janeiro e fevereiro ainda são referente à tabela anterior, do 2019. 

O INPC já realizou a atualização das taxas de referência para o ano de 2020, de forma a proporcionar um novo cálculo de acordo com as novas faixas salariais. 

Confira a seguir os novos descontos INSS para o ano de 2020:

Novos valores

Novos valores

Alíquotas para janeiro de fevereiro

Como os novos descontos INSS só passam a valer no mês de março, as alíquotas de janeiro e fevereiro de 2020 são correspondentes à tabela do ano de 2019. Veja como elas são aplicadas: 

  • Salários de até R$ 1.830,29: 8%;
  • Salários de R$ 1.830,29 a R$ 3.050,52: 9%;
  • Salários de R$ 3.050,52 a R$ 6.101,06: 11%.

A partir de março

Já em março, com os novos descontos do INSS, as alíquotas serão as seguintes:

  • 7,5% para um salário mínimo;
  • 9% para mais de um salário mínimo até R$ 2.089,60;
  • 12% para R$ 2.089,61 a R$ 3.134,40;
  • 14% para R$ 3.134,41 até R$ 6.101,06.

É importante deixar claro que a mudança no desconto no INSS começa a ser aplicada a partir de março de 2020. 

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Se precisar deixe um comentário!