Como tirar segunda via de CPF

São inúmeras as situações nas quais o CPF é obrigatório e, em algumas, a pessoa precisa mostrar o documento: pode ser para tirar passaporte, para fazer matrícula em um curso, para comprar algo a prestação, para fazer carteirinha do SUS e muito mais.

A pessoa que perdeu o seu documento não pode ficar sem ele: é primordial obter um novo e, além de primordial, é bem fácil. Aprenda já como tirar segunda via de CPF.

Como tirar segunda via de CPF

Como tirar segunda via de CPF – o número muda?

Quem nunca tirou a segunda via do CPF pode não saber, mas o número do documento nunca muda: nenhuma atualização de documento faz com que algum dos seus dígitos sejam trocados.

Pensando nisso, quem pede a 2° via não precisa se preocupar em guardar um número novo e nem em trocar o número em seus outros documentos.

Como tirar segunda via de CPF – por quê?

A maior razão para a 2° via do CPF ser pedida é a sua perda: diversas pessoas esquecem-no em algum lugar e, quando têm necessidade de apresentá-lo ou de usar o seu número, não o encontram.

A nova via também é bastante pedida por pessoas que quebraram o seu CPF: vale lembrar que, durante certa época, o documento ela feito em plástico, no formato de um cartão de crédito.

Outro problema com essa versão do CPF e que já fez com que muita gente precisasse de segunda via é o desgaste da impressão.

Todas as informações são gravadas em branco e, ao longo do tempo é possível que comecem a sumir. Nesse caso, os lugares que solicitam o documento não o aceitam porque não conseguem ler corretamente as informações.

É comum que as pessoas com o CPF do tipo antigo também busquem sua segunda via: há muitos anos, ele era chamado de CIC e confeccionado em um papel bem fino, semelhante ao título de eleitor atual.

É claro que, por causa da fragilidade, muita gente teve de trocar o documento.

Por outro lado, a 2° via do CPF não é necessário quando se trata de perda ou furto/roubo.

Mesmo que o cidadão registre um Boletim de Ocorrência, o documento não é cancelado, diferentemente do que acontece com o RG.

Como tirar segunda via de CPF

É a Receita Federal quem trata da emissão do COF e das suas segundas vias, mas o processo é diferente para quem tem imposto de renda declarado e quem não tem. No primeiro caso, é assim:

  • Deve-se criar um código específico acessando aqui;
  • Inserem-se os dados pedidos pela Receita Federal;
  • Seleciona-se “Avançar”;
  • Será preciso inserir algumas informações das últimas declarações de imposto de renda;
  • Fazer login no e-CAC aqui;
  • Selecionar “comprovante de inscrição do CPF”

O cidadão deve imprimir o Cadastro de Pessoa Física em um papel comum e não é necessário recortá-lo; basta guardar. Já quem não faz a declaração de imposto de renda tem de emitir a sua segunda via CPF da seguinte forma:

  • Indo ao site da Receita Federal aqui;
  • Colocando todos os dados pessoais que o site pedir;
  • A segunda via estará disponível já na tela seguinte

É válido explicar um pouco sobre a declaração do imposto de renda, que diferencia os modos de tirar segunda via do documento.

A pessoa só pode deixar de declarar o imposto se recebeu menos de R$ 142.798,5,0, para trabalhadores rurais, ou menos de R$ 28.559,70, para trabalhadores urbanos.

A Receita Federal pode atualizar esses valores de referência e, todos os anos, o cidadão tem de confirmá-los para saber se precisará ou não declarar o imposto.

Como tirar segunda via de CPF –  pode emitir nos Correios?

A 2° via de CPF, há algum tempo, era emitida pela população nos postos dos Correios, até mesmo a primeira via.

Por causa disso, há bastante gente que ainda acha que pode procurar por essas agências, mas elas não fazem mais esse tipo de serviço.

Sempre que o cidadão tiver necessidade de segunda via de CPF, é preciso procurar a Receita Federal e usar um dos procedimentos acima para conseguir o documento.

Como tirar segunda via de CPF – como funciona a impressão

Como tirar segunda via de CPF – como funciona a impressão

O CPF é um dos poucos documentos que o próprio cidadão imprime em sua casa: os outros são impressos em órgãos específicos e com papéis especiais.

A segunda via do Cadastro Nacional de Pessoa Física pode ser impressa em papel sulfite tradicional, desde que seja branco. É preferível que a impressão seja colorida e sem falhas.

Depois de imprimir o documento, não é necessário recortar a folha para que ela fique no formato de um CPF: basta manter aquela folha sem amassados e mostrá-la quando necessário.

Cabe deixar claro que imprimir o documento é obrigatório: não se deve tirar print ou foto e tentar apresentá-los porque eles não serão aceitos.