entrar          esqueci minha senha
  Usuário/email:
  Senha:
        

BASIADO NOS ENSINAMENTOS DO RABINO MORRIS KERTZER
2 comentário(s):
Germano Brandes:
Como judeu sefaradita temos que manter uma união entorno de um mesmo objetivo. Preservar os costumes de nossos ancestrais e acima de tudo valorizar o teu companheiro que talvez necessite de uma palavra amiga, uma contribuição mínima que seja já faz parte do stame hebraico.
25/07/2011 15:56:14
Regina Stella Finocchio dos Anjos:
Ao ler esse texto postado na página inicial, sobre a aproximação dos gentios ao mundo judaico,
Chorei muito, pois minha luta e desejo de me aproximar desse povo, vem desde os 12 anos de idade quando discuti com um padre e afirmei que a Trindade não existia, fugi de tudo, depois me aproximei do protestantismo e batia na mesma tecla..Jesus não era D'us, porque o Eterno é INdivisível, É Único, Soberano, Criador e Salvador. Minha fé em HaShem e a certeza da vinda do Maschaich para nossos dias é enorme.
Estudo sózinha a Torah, já tentei me aproximar de muitas sinagogas com humildade pois sonho em assistir um serviço religioso.
Estou com 52 anos, e o meu AMOR pelo Judaismo aumenta cada dia mais.
Leio muito e tudo sobre o Judaismo e tenho uma facilidade de compreensão muito grande, isso faz parte de mim, não sei como, mas meu coração transborda de felicidade nos momentos que oro a HasHem pois ´so a Ele devo mnha vida.

Porque é tão difícil ser aceita nesse meio? Me convenceram a ser B'nei Noach, as leis são puras, mas falta o participar, o entrosar, não existem serviços religiosos, o encontro com aqueles que partilham do mesmo pensamento. Preciso e desjo a união, o pensar junto, estudar junto e chegar lá..na conversão.

Baruch HaShem
29/04/2010 19:09:57
Copyright 2005-2017 UniBlog.com.br