Arquitetura Líquida
Arquitetura Líquida

quinta, 18 outubro, 2007
Libeskind, construindo com sentimento...

Daniel Libskind é um  arquiteto que coloca em suas obras o sentimento que envolve o momento em que outrora estas foram destruidas e a causa do mesmo com uma pitada de esperança no futuro, todo essa emoção relatada para descrever seus traços talvez se deva ao fato de que ele é flho de uma familia que sofreram  as consequencias da guerra de Hitler, talvez na mente daquela criança existam lembranças que hoje o inspiram a projetar dessa forma, Executor de uma arquitetura geometrica com linhas e caminhos que se cruzam e explicam seus motivos para estarem ali, uma arquitetura com significado.

Daniel Libeskind admite ter uma crença poderosa na habilidade das pessoas em aprender com a História e com a arquitetura. Sua visão de mundo o faz acreditar que assim como um edifício e uma cidade estão sempre presentes ao longo do tempo e da história, o ato de construir pode transformar a cultura de uma cidade.

A maior  parte dos projetos fundamentais deste arquiteto constituem o trabalho de transformar pathos em arquitetura ao incorporar a memória sobre os acontecimentos mais traumáticos para a humanidade contemporânea, o Holocausto e o 11-S: a remodelação da Potsdamerplatz em Berlim, o Museu Judeu de Copenhague, a Casa Felix Nussbaum, o Imperial War Museum em Manchester, o memorial Memória e Luz em Pádua e a torre da Liberdade em Nova York.

Daniel Libeskind admite ter uma crença poderosa na habilidade das pessoas em aprender com a História e com a arquitetura. Sua visão de mundo o faz acreditar que assim como um edifício e uma cidade estão sempre presentes ao longo do tempo e da história, o ato de construir pode transformar a cultura de uma cidade.

A maior  parte dos projetos fundamentais deste arquiteto constituem o trabalho de transformar pathos em arquitetura ao incorporar a memória sobre os acontecimentos mais traumáticos para a humanidade contemporânea, o Holocausto e o 11-S: a remodelação da Potsdamerplatz em Berlim, o Museu Judeu de Copenhague, a Casa Felix Nussbaum, o Imperial War Museum em Manchester, o memorial Memória e Luz em Pádua e a torre da Liberdade em Nova York.

Daniel Libeskind admite ter uma crença poderosa na habilidade das pessoas em aprender com a História e com a arquitetura. Sua visão de mundo o faz acreditar que assim como um edifício e uma cidade estão sempre presentes ao longo do tempo e da história, o ato de construir pode transformar a cultura de uma cidade.

A maior  parte dos projetos fundamentais deste arquiteto constituem o trabalho de transformar pathos em arquitetura ao incorporar a memória sobre os acontecimentos mais traumáticos para a humanidade contemporânea, o Holocausto e o 11-S: a remodelação da Potsdamerplatz em Berlim, o Museu Judeu de Copenhague, a Casa Felix Nussbaum, o Imperial War Museum em Manchester, o memorial Memória e Luz em Pádua e a torre da Liberdade em Nova York.



postado por 60396 as 07:19:54
0 comentários:

Comente este post
Início
Perfil
60396
Meu Perfil

Meus Links
Hotéis no Brasil
DNS Grátis
Blog Grátis
Criar Blog
DNS Grátis
Blog Grátis
Hoteis

Palavras-Chave
>> significado
>> arquitetura

Favoritos
EM PROCESSO DE FORMAÇÃO...
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
>> O Ground Zero
>> Comentário de Libeskind
>> Daniel Libeskind
>> Carlo Aymonino X Aldo Rossi
>> Obras
>> Quarteirão em Berlin
>> Algumas obras
>> Cemiterio de San Cataldo
>> Obras
>> Aldo Rossi e sua historia

Arquivos
2007, 01 outubro
2007, 01 setembro
2007, 01 agosto
2007, 01 junho
2007, 01 maio

6141 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..