Diario de uma Emetofobica
Diario de uma Emetofobica
domingo, 26 agosto, 2007
A CAMINHO DA CURA

Queridos amigos,
 Tenho uma noticia boa,alias,otima para dividir com voces.
Estou em tratamento (cansei de sofrer,e procurei ajuda profissional),com uma psquiatra,uma psicologa e uma nutricionista.Cheguei a pesar 40 quilos por causa desta fobia,eu tinha pavor de comer e de sair de casa,nao estava mais aguentando,achei que ia enlouquecer. Nao tenho crises ha mais de tres meses.
Estou muito bem,me alimentando melhor e tambem saio de casa sem nenhum problema (pego onibus ,trem,aviao e ainda voltei a dirigir).Abandonei tambem o meu "kit de sobrevivencia" composto por remedios e uma sacolinha plastica,sempre na minha bolsa,caso passasse mal.
E logico que nao foi assim num passe de magica,mas gradualmente estou melhorando ,pessoal.A primeira coisa e aceitar a doença e procurar ajuda,se eu soubesse que me faria tao bem,teria procurado muito antes.Estou fazendo terapia uma vez por semana e tomando um antidepressivo (acho que e este remedio que tem me ajudado mais).
Tenho notado a melhora em varios aspectos: por exemplo, acompanhei meu marido ao hospital para fazer uma endoscopia (antes,ate parece que eu faria isto,principalmente porque ele passou mal logo apos o exame e eu fiquei ao lado dele).Senti nojo,medo,mas nao aquele desespero,aquela ansiedade e vontade de sair correndo.Tambem voltei a comer em restaurantes,a experimentar novos sabores e o melhor,nao tomo dramim,plasil,sal de frutas ha um bom tempo (isto pra mim é uma grande conquista).
Sei que tenho um caminho muito longo a percorrer ainda,mas estou muito melhor e gostaria de dividir isto com vcs .
Procurem ajuda,queridos amigos.O que eu mais desejo é que todos voces consigam melhorar,como eu estou melhorando.Se alguem precisar de mais alguma informaçao,estou a inteira disposiçao.
Um abraço.

postado por 53011 as 07:17:05 #
4 Comentários
Isabela:
oi Bruna me chamo Isabela e fiquei surpresa quando entrei no google digitei" medo de vomitar"e apareceu a opção em clicar no seu blog.eu nunca imaginei que medo de vomitar fosse uma doença pensava que era uma doença que eu tinha e que estava escondida e que demostrava através do medo de vomitar.Olha sofro muito com esse medo e lendo esse depoimentos aki ví que os meus sintomas são iguaiszinhos aos dessas pessoas, tenho consulta marcada com psiquiatra e estou comesperanças que vou ficar boa.Mais quero dizer aki8 p Michele que sempre tive esse medo terrível e tive 03 filhos, foi difícel mais consegui sobreviver ,com a ajuda de deus e do meu marido.Quando for no médico e tiver resultados mando um recado.Abraçossss
30/01/2008 21:38:43  

Bruna / para MICHELE e PEDRO:
Queridos amigos,

Fiquei meio ausente do blog por um tempo porque eu estava de ferias,mas agora voltei.
Fico muito feliz em saber que o blog tem ajudado voces de alguma forma.Se precisarem,estou a disposiçao.
Um abraço
15/11/2007 10:36:06  

Pedro:
conheci seu blog hj e jah o tenho como leitura obrigatória!
eu naum sofro de emetofobia, mas namoro há dois anos com uma pessoa q sofre e tenho aprendido dia a dia a lidar com isso!
tento lidar o melhor possível e demonstrar em cada crise o máximo de paciência, mas confesso q às vezes tenho muita dificuldade!
espero que, com seu blog, eu posso aprender e entender ainda mais!

=)
04/10/2007 03:16:42  

Michele:
Que otimo, Bruna!
Entrei no seu blog hoje, pela primeira vez e já devorei tudo!!! Eu tenho o mesmo problema, e como você, também sofro muito com ele. Só há alguns anos assumi que isso é realmente uma doença e comecei a me informar melhor. Inconscientemente, percebi que poderia ser um problema relacionado à perdas realmente. Não me lembro de ter passado por nenhuma perda significativa antes de desenvolver o problema, mas lembro muito bem que sempre tive medo de perder coisas e pessoas, mesmo quando essa possibilidade não era óbvia. Sempre odiei mudanças, e também não suporto quando as coisas fogem ao meu controle.
Lendo aquele e-mail que você trocou com uma profissional psicanalítica, comecei a entender muitas coisas sobre mim e sobre o meu problema.
Já há algum tempo venho tentando lutar contra esse medo, mas é muito difícil, como você também sabe muito bem. Como tinha muito medo de ficar sem minha família, percebi que o único jeito era radicalizar, então fui morar sozinha. No início ficava desesperada pelo medo de passar mal e não ter minha mãe por perto, mas com o tempo, melhorei bastante. Hoje, fico sozinha em casa na maior parte do tempo e consigo viver bem. Às vezes é difícil controlar isso, mas eu tento pensar que posso cuidar bem de mim mesma, usso muito meu pensamento positivo, rezo à Deus, e no final, tudo fica bem.
Há mais de 12 anos não vomito (tinha muito medo só de citar esta palavra, mas agora já está um pouco mais fácil) e ainda acho que vou morrer se isso acontecer. E ainda prefiro morrer, realmente. O medo é tão grande que faço comparações absurdas, do tipo: minha mãe é a pessoa que mais amo no mundo, mas e se eu tivesse que escolher entre viver sem nunca vomitar e minha mãe morrer ou, minha mãe ficar viva, e eu correr o risco de vomitar como qualquer outra pessoa, o que eu prefiro???? Ainda prefiro a primeira opção.
Sabe, coisas assim, totalmente absurdas!!!
Aprender a ficar sozinha comigo mesma me ajudou bastante, mas ainda não é suficiente. Não saio à noite para baladas, porque tenho medo que alguém passe mal. Eu jamais passaria já que eu mesma nunca bebi por medo de passar mal. Não faço viagens de ônibus longas por medo de passar mal, ou que alguém no ônibus passe mal, etc, etc, etc, entre outras coisas. Por exemplo: Tomo Dramin, todos os dias, mesmo que não sinta nada. Tomo remédios para digestão, dores de barrigas, etc. Não vivo sem remédio. É um saco. Você me entende.
Mas, acredite, ainda sim posso dizer que estou muito melhor que alguns anos atrás. Já consigo até viajar de avião! Ganhei 4 quilos - coisa que eu realmente precisava muito e não conseguia ! Também acompanhei meu namorado a uma endoscopia! Mas ele não passou mal, graças à Deus, porque acho que eu entraria em pânico e sairia correndo, sim!!!!
Agora, estando numa idade em que gente começa a ter desejos de ser mãe, me pergunto: será que eu vou conseguir? Mulher grávida tem enjôos!!! Muitos!!!
Morro de medo e não sei se vou conseguir fazer isso. Mas, talvez ser mãe seja a minha salvação! Será? Será que existe mesmo esse amor incondicional que falam tanto? Será que quando eu engravidar, vou amar tanto meu bebê desd o primeiro dia, que qualquer coisa vai valer à pena? Não sei. Espero que sim!
É um martírio!

Enfim, por entender o que se passa com você, fico muito feliz que você esteja conseguindo melhorar. Te desejo muito sorte nessa dura caminhada!!
E se encontrar a cura definitiva para esse mal - um comprimido, uma injeção, transplantes, enfim, rsrsrsrs - me mande um email!!!! )
Bjo
12/09/2007 18:55:24  

Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
53011
Meu Perfil

Links
Blog Grátis
Hoteis

Palavras-Chave
tratamento

Favoritos
Não há favoritos.

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
A PERSONALIDADE DO FOBICO
O MEDO PATOLOGICO E AS LIMITAçOES NA VIDA DO EMETOFOBICO
DESCOBERTAS SOBRE A POSSIVEL CAUSA DA MINHA EMETOFOBIA
EMETOFOBIA E ANOREXIA : CAUSA E CONSEQUENCIA
TERAPIAS ALTERNATIVAS PARA CONTROLAR O MEDO
TRATAMENTO : COMO ESCOLHER UM BOM PSQUIATRA
ESTAMOS NO ORKUT
A EMETOFOBIA NA INFANCIA
TESTE DE ANSIEDADE
TECNICAS PARA O AUTOCONTROLE DA ANSIEDADE

Arquivos
2009, 01 maio
2008, 01 março
2007, 01 dezembro
2007, 01 agosto
2007, 01 julho
2007, 01 junho
2007, 01 maio
2007, 01 abril
2007, 01 março

21356 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..