Aulas de Fisioterapia
Um pouco de mim

Bom, como eu não estou com paciência pra digitar nenhuma aula aqui hoje, eu vou falar um pouco sobre os últimos acontecimentos de minha vida. Eu sei que a proposta inicial era fazer desse blog um local para compartilhar as minhas aulas, mas isso aqui é um BLOG. Nada mais normal do que falar de mim!

Esses dias foram bastante cansativos e corridos, estudando muito para a apresentação de um trabalho que eu não sabia nada. No fim das contas, o trabalho saiu legal, mas a professora não gostou porque não fomos "criativos", como ela mesma disse.

Ainda assim, nada tira a minha felicidade e a minha cara de boba. Estou namorando. Depois de tanto tempo achei que não iria namorar tão cedo. Achava que estava espantando os homens, mas parece que estava fazendo disso uma preparação para o que viria depois. Acho que esse tempo que eu me dei foi mais pra poder me centrar, me colocar no lugar, colocar minhas idéias, minhas angústias, minhas frustrações, meus deseperos, meus pensamentos, meus sonhos, enfim, colocar minha vida no lugar.

Hoje eu me acho uma pessoa muito mais madura do que há seis meses atrás. A terapia ajudou muito, ajuda muito. Não dá pra passar por todos os problemas que eu passei sem surtar. Foi por isso que pedi ajuda. Isso nunca é demais. Sou uma mulher melhor, mais calma, mais tranquila, menos neurótica.

Esse meu relacionamento de agora está me colocando numa posição de mudanças. Ele é mais velho do que eu 11 anos e tem uma filha. Isso quer dizer que eu tenho que abandonar o jeitinho de menina e assumir uma postura de mulher. Tudo muda. O comportamento muda, a conversa muda, o corpo muda, o cabeça muda, os lugares frequentados mudam. E eu me vejo hoje num ponto de minha vida em que tenho que pensar no meu futuro. Eu tenho planos, assim como todo mundo. Não vou me desfazer deles. Quero ter uma vida boa, tranquila e feliz. Por enquanto, não me vejo ainda casada e com filhos, mas eu sei que isso é só uma questão de tempo. Isso é consequencia.

Adoraria que isso se tornasse verdade com Roger (meu atual namorado), porque é uma pessoa especial. Ele faz eu me sentir bem, feliz, protegida. Eu o respeito muito e também o adimiro. Tenho o maior carinho por ele e sei que sou correspondida.

Não sei se a vida é apenas uma grande roda gigante cheia de altos e baixos; fato é que estou no topo dela e não gostaria de sair mais nunca!

postado por 23781 em 10:14:46 :

1 comentários:Comente este post!
em 05/09/2007 10:43:23 , ricardo escreveu:
oi reveca. to passando aki só p agradecer pela aula de psicomotricidade postada no seu blog. Gostaria de saber se vc tem mais alguma coisa relacionada à contradições históricas dentro da propria psicomotricidade, tiipo autores da mesma corrente divergindo sobre o assunto.
Ficarei muito grato se vc puder me ajudar mais uma vez! ahh li seu perfil e vi q vc tem uma linha de raciocínio, em relação à vida, parecida com a minha (os altos e baixos) hehe
espero q esteja muito bem e q vc possa subir mais ainda. xeru
CRIAR BLOG GRATIS   
..