black/white, and shades of grey
black/white, and shades of grey

quinta, 27 março, 2008
pontes e mundos

pontes ligam algo a alguma coisa. necessárias... pelo menos pra mim. essa foi uma das lições que a faculdade me deu. tudo tem sua forma ciclica, sempre existe um ponto a ser revistado, algo a ser revisto. cria-se pontes pra ligar esses mundos... mundos meus, mundos onde eu vivo... mundos onde eu tudo posso. e eu posso, e vou conseguir.

eu ando ouvindo ana carolina demais demais! ela é a trilha sonora quando passeio pelas pontes dos meus mundos, de um lado a outro. como eu já mencionei em posts atrás, ela só faz música quando esta apaixonda mesmo, só pode. e em meio aos meus cds, pedaços de letras que aparecem na minha mente no vai e vem dos pensamentos... lá ta ela, presente. e ela... aquela? que presente! te quero presente, sem queimar as pontes e sem destruir meus mundos. também tenho saudades... "mas já são 4 e tal...".

Eu vou atravessar o rio a deslizar
Que me separa de você
O tempo atravessa em meu lugar
E deixo pra depois o que eu tinha que fazer
O destino aceito sem dizer sim ou dizer não
Sem entender
E fica a sensação de saber exatamente porque menti
Eu sei de onde vim e pra onde irei
Mas com você eu fico sem saber onde estou
Nós dois que sequer nos parecemos
E não cabemos num mesmo espelho
Mas nos olhamos toda manhã
A ferrugem mesmo pouca
Corrói os trilhos
As ruas nos atravessam
Sem olhar pro lado
Estou em você
E fica a sensação de saber exatamente porque menti
Eu sei de onde vim e pra onde irei
Mas com você eu fico sem saber onde estou
Eu vou atravessar o rio a deslizar
Que me separa de você
O tempo atravessa em meu lugar
E fica a sensação de saber exatamente porque menti
Eu sei de onde vim e pra onde irei
Mas com você eu fico sem saber onde estou
Eu vou atravessar o rio a deslizar
Que me separa de você

ana carolina - "o rio"



postado por 69447 as 11:17:49
noite, pós ensaio... 2 quadras e últimos dias

"Do grego syn (união, junção) - aisthesis (percepção), Sinestesia é uma condição neurológica na qual o estímulo em um dos sentidos provoca uma percepção automática em outro sentido. Há dezenas de modalidades de sinestesia. A mais comum é a visão de cada letra ou algarismo de uma cor diferente. E as cores designadas para cada letra do alfabeto também diferem de pessoa para pessoa. Alguns sinestetas “vêem” sons, outros sentem o sabor de palavras ou formas, o cheiro dos objetos que tocam, enxergam imagens ao ingerir certos alimentos, e outras misturas de sensações".

____________________________________________

Eu e você
Não é assim tão complicado
Não é difícil perceber...
Quem de nós dois
Vai dizer que é impossível
O amor acontecer...
Se eu disser
Que já nem sinto nada
Que a estrada sem você
É mais segura
Eu sei você vai rir
Da minha cara
Eu já conheço o teu sorriso
Leio o teu olhar
Teu sorriso é só disfarce
E eu já nem preciso...

Sinto dizer que amo mesmo
Tá ruim prá disfarçar
Entre nós dois
Não cabe mais nenhum segredo
Além do que já combinamos
No vão das coisas que a gente disse
Não cabe mais sermos somente amigos
E quando eu falo que eu já nem quero
A frase fica pelo avesso
Meio na contra-mão
E quando finjo que esqueço
Eu não esqueci nada....

E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro...
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida

Eu procurei qualquer desculpa pra não te encarar
Pra não dizer de novo e sempre a mesma coisa
Falar só por falar
Que eu já não tô nem aí pra essa conversa
Que a história de nós dois não me interessa...
Se eu tento esconder meias verdades
Você conhece o meu sorriso
Lê o meu olhar
Meu sorriso é só disfarce
Por que eu já nem preciso...

E cada vez que eu fujo
Eu me aproximo mais
He! Heeeee!
E te perder de vista assim
É ruim demais
Hi! Heee!!
Por isso que atravesso
O teu futuro
E faço das lembranças
Um lugar seguro...

Não é que eu queira
Reviver nenhum passado
Nem revirar
Um sentimento
Revirado!
Mas toda vez que eu procuro
Uma saída
Acabo entrando sem querer
Na tua vida
Ah! Ah! Ah! Aaaah! Ah! Ah!...

ana carolina - "quem de nós dois"



postado por 69447 as 10:17:00
quarta, 26 março, 2008
no image

não tenho imagem e nem muitos comentários no dia de hoje. acabo de perder alguém que eu amo muito... perdi não sei por que e nem pra quem. só lembrei dessas músicas...

Se eu pudesse ficar
Então a noite se renderia a você
Fique, e o dia manteria sua confiança
Fique, e a noite seria suficiente

Tão longe, tão perto
(...)
E se você escutasse eu não poderia chamar
E se você pulasse, você apenas cairia
E se você gritasse, eu apenas te escutaria

Se pudesse ficar
Então a noite poderia te levantar
Fique... Então o dia manteria a sua confiança
Fique... Com os demônios que você afogou
Fique... Com o espírito que eu encontrei
Fique... E a noite seria suficiente

Três horas da manhã
Está quieto e não há ninguém por perto
Apenas o estrondo e a explosão
Como se um anjo caísse ao chão
Apenas o estrondo e a explosão
Como se um anjo atingisse o chão

U2 - "faraway (so close)"

Meu coração pulou
Você chegou, me deixou assim
Com os pés fora do chão
Pensei: que bom

Parece, enfim, acordei
Pra renovar meu ser
Faltava mesmo chegar você
Assim, sem me avisar

Pra acelerar
Um coração que já bate pouco
De tanto procurar por outro
Anda cansado

Mas quando você está do lado
Fica louco de satisfação
Solidão nunca mais

Você caiu do céu
Um anjo lindo que apareceu
Com olhos de cristal
Me enfeitiçou

Eu nunca vi nada igual
De repente
Você surgiu na minha frente
Luz tão brilhante
Cometa em forma de gente
Invasor do planeta amor
Você me conquistou

Me olha, me toca
Me faz sentir
Que é hora, agora
Da gente ir

El cielo te envió
Un ángel bueno, una tentación
Mirada criminal
Que me embrujó

Jamás senti nada igual
De repente
Te vi parada justo en frente
Luz tan brillante

Estrella trasformada en gente
La invasora del planeta amor
Robo mí corazón

Mi ángel, mi alma
Me haces sentir
Que es hora, ahora
De ser feliz

ivete sangalo e fito paez - "frisson"

perdemos... nós duas.



postado por 69447 as 11:14:29
terça, 25 março, 2008
songs about...

você poderia ser meu alguém / você sabe que eu a protegerei / de tudo... / Eu me pergunto o que você está fazendo / imagino onde você está / há oceanos entre nós / mas isso não é muito longe...

mas há algo melhor...

Às vezes se eu me distraio
Se eu não me vigio um instante
Me transporto pra perto de você
Já vi que não posso ficar tão solta
Me vem logo aquele cheiro
Que passa de você pra mim
Num fluxo perfeito

Enquanto você conversa e me beija
Ao mesmo tempo eu vejo
As suas cores no seu olho, tão de perto
Me balanço devagar
Como quando você me embala
O ritmo rola fácil
Parece que foi ensaiado

E eu acho que eu gosto mesmo de você
Bem do jeito que você é
Eu vou equalizar você
Numa freqüência que só a gente sabe
Eu te transformei nessa canção
Pra poder te gravar em mim

Adoro essa sua cara de sono
E o timbre da sua voz
Que fica me dizendo coisas tão malucas
E que quase me mata de rir
Quando tenta me convencer
Que eu só fiquei aqui
Porque nós dois somos iguais

Até parece que você já tinha
O meu manual de instruções
Porque você decifra os meus sonhos
Porque você sabe o que eu gosto
E porque quando você me abraça
O mundo gira devagar

E o tempo é só meu
E ninguém registra a cena
De repente vira um filme
Todo em câmera lenta
E eu acho que eu gosto mesmo de você
Bem do jeito que você é

Eu vou equalizar você
Numa freqüência que só a gente sabe
Eu te transformei nessa canção
Pra poder te gravar em mim (2x)

pitty - "equalize"

estes não são meros grifos... são a verdade, pelo menos pra mim.



postado por 69447 as 11:18:47
hibernando

esta é a palavra do momento.
hibernar pra acordar aqui um tempo, quem sabe mais feliz... quem sabe correspondida. quem sabe o que vai acontecer daqui pra frente?

eu respeito tua decisão. não esqueça de essa palavra deveria ser escrita de-cisão: cisão é corte, é separação.

estou deixando os sentimentos de lado por enquanto, enfiando minha cabeça no trabalho, nos meus desenhos... nas minhas fotografias pra não pensar, pra nem pensar. eu sinto cada vez que tu pensa, cada vez que tu lembra. na verdade, eu diria que estou procurando o botão que desliga isso, que me desliga de ti. esta complicada essa procura. uma, por que não quero, mas... eu fiz por onde. duas, por que não tenho mais o que fazer.

eu sei o que eu fiz de errado... eu fui, andando... fui embora. o que eu consigo ver agora é que nós duas estamos perdendo, por motivos diferentes. mas agora não adianta mais chorar... como eu já disse, andei pra longe do que poderia ser um grande amor. e como disse meu amigo rasí: acostume-se com a idéia e assuma sua responsabilidade. não resta mais nada a ser feito, além de devolver tuas coisas. logo elas vão estar denovo contigo.

não tente sair de mim na ponta dos pés, se eu tiver que te ver sair... me deixe com os olhos bem abertos e pise com firmeza no chão. saia decidida, e não esqueça de fechar o vão.



postado por 69447 as 08:51:14
Perfil
69447
Meu Perfil

Meus Links
>> Blog Grátis
Criar Blog
Manta Absorvente de Óleo
Hoteis

Palavras-Chave
>> pra
>> s
>> entender

Favoritos
Não há favoritos.

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
>> pontes e mundos
>> noite, pós ensaio... 2 quadras e últimos dias
>> no image
>> songs about...
>> hibernando
>> pra s. entender
>> diga a ela
>> eu odiava andar
>> el fito
>> em 3 tempos

Arquivos
2008, 01 março
2008, 01 fevereiro
2008, 01 janeiro
2007, 01 dezembro
2007, 01 novembro
2007, 01 outubro
2007, 01 setembro
2007, 01 agosto

8717 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..