O LIVRO DE RENESMEE ou LUA CHEIA
O LIVRO DE RENESMEE ou LUA CHEIA

segunda, 04 janeiro, 2010
Fim do Capítulo 2 - Início Capítulo 3

A expressão em seu rosto passou de confusa para surpresa, minha mãe sempre caiu em meu jogo, quando eu queria saber algo.

-Ela te disse alguma coisa?

-Não, e deveria?

-Nessie, eu sei que é difícil de admitir, eu já passei por isso, mas eu sou sua mãe, pode me contar, filha.

-Contar o quê?

-Pensei que você gostaria de me dizer algo, mas se não quer, vou te deixar em paz.

Ela levantou, e senti, pelo seu tom de voz que estava magoada. Então a chamei e pedi que se senta-se na cama e lhe mostrei meus novos sentimentos, novas e desconhecidas emoções. Também lhe mostrei o quanto eu estava confusa com todas elas. A cada imagem que eu a mostrava, via um sorriso no canto da sua boca aparecer e sumir.

Quando as luzes das minhas lembranças se apagaram, ela respirou fundo e gaguejou algumas coisas, totalmente confusa. Bella odiava quando eu a deixava confusa, pois ela devia se sentir a mãe, dona das respostas e não a adolescente que virou vampira, embora em anos humanos ela estivesse com vinte e quatro anos, mas por dentro ela não lidava bem com a experiência de ser mãe tão cedo, e também devemos considerar que eu me tornei uma adolescente problemática muito rápido, não deu pra ela acompanhar minha mudança.

-Renesmee, é lindo o que você sente pelo Jacob, querida. E você nem compreende o sentimento direito, não é? Você está apaixonada, ô, eu não esperava que isso acontecesse tão rápido, mas aconteceu.

-Mãe, eu não posso me apaixonar por um lobisomem! Eu sou uma vampira!

-Meio vampira, meu amor. Você não oferece risco nenhum ao Jacob, já que você não possui veneno!

-Ah! Então é por isso que vocês agem todos como se isso fosse a coisa mais normal do mundo?

-Bem, mais normal não. Você é uma das poucas de sua espécie e ainda se apaixona por um lobisomem. Foi isso que eu e seu pai estávamos conversando, pensando na possibilidade de filhos, iria misturar demais...

-Filhos? Cara, vocês estão viajando! Vocês acham que eu vou me casar com o Jacob e ter filhos?- não segurei o riso, parecia até brincadeira.

Eu não pude me controlar! Minha mãe ali na minha frente me falando em filhos! A cara séria como ela falava sobre o assunto! Foi hilário!

- Nessie, não brinque com isso. É sério! Além disso você é imortal, e ele...

-Mãe! Não vamos fazer planos, ok! Você e o papai estão muito confiantes com esse romance, não é?

- Não é confiante...

- Sei, sei. Está bem, prometo avisar a vocês qualquer plano meu tá?

- OK, espero que sim!

Ela se levantou me beijou novamente e saiu do quarto devagar, como que pensando. Eu também não posso negar que fiquei pensativa com essas observações de minha mãe, ela estava certa. O que seria nossos filhos? Vampiros-lobisomens-humanos? E a imortalidade? Como é que eu poderia viver sem Jacob? Não! Se havia uma coisa clara era a certeza de que eu estava apaixonada por Jacob Black.

JACOB...                                       

3. COMO EM UMA PROVA DE ATLETISMO, TERIA OBSTÁCULOS

Quando a avistei meu coração começou a acelerar, de novo a sensação de estar fazendo algo bom tomou meu corpo. Ela corria, mas parou ao me ver, e continuou, só que andando, de cabeça baixa, parecia mirar a areia com uma cara encabulada, não sei. Nessie parecia também estar sentindo o mesmo que eu, e isso era o que mais me assustava, eu não podia iludi-la ou decepcioná-la.

Edward e Bella só concordavam com isso por que sabiam que não vinha de mim, era mais forte que eu, por isso permitiam. Droga! O arrepio de novo não! É, toda vez que Nessie me abraçava eu me arrepiava todo, parecia não um lobo, mas um gato todo eriçado, só que em forma humana.

-Oi! Cheguei na hora?-ela me olhou sorridente.

-Oi! Bem, não marquei horário, posso dizer que não estou aqui a muito tempo.

Nessie abaixou a cabeça, sorrindo, seus cabelos foram todos para frente de seu rosto, e ela parecia saber muito bem como tirá-los de sua frente. Girou levemente a cabeça, e em um segundo, todo seu cabelo estava no lugar. Isso me pareceu familiar, e era. A loira psicopata costumava fazer o mesmo movimento com a cabeça para afastar a cabeleira. Ela deve ter puxado a tia nesse aspecto.

-Então, aqui estou. Qual é o assunto?-Nessie parecia estar nervosa.

-Era pra ter algum?-eu brinquei, pois realmente não sabia por que tinha chamado ela pra vir, pelo menos não havia um bom motivo.

-O meu pai me disse que você queria me ver, imaginei que gostaria de me dizer algo, estou errada?-objetiva como sempre, ela me deixou sem reposta. Foi então que lembrei da história do nosso futuro romance, quer dizer, se a lenda toda estivesse certa, nós dois seríamos almas gêmeas.

-Eu não lembro bem por que mandei você vir, mas te asseguro que existe um bom motivo!- eu ri e ela também. Peguei em sua mão, sem olhar nos seus olhos, fui andando pela praia, procurando as palavras para desenrolar o assunto. Mas foi ela quem tomou a iniciativa.

-Ontem conversei com meu pai... -ela disse olhando para o mar - Ele parecia saber de algo sobre... -seu êxito foi para olhar minha expressão, e eu demonstrei seriedade-... Nós.

Percebi que o clima estava meio desconfortável para tratar desse assunto, então resolvi mudar até que eu e Nessie estivéssemos prontos.

-E então? Como foi a conversa com seu pai?-eu disse tentando não olhar para ela.

-Eh... Prefere que eu mostre ou conte?

-Oh! Já que você perguntou, prefiro cinema telepático!

Sua risada foi baixa, porém ouvida. Seus dedos com cuidado chagaram até a minha bochecha, sua mão estava suando, nada normal. As imagens da discussão, do choro, me causaram certa angústia, mas depois de ver eles se abraçando me acalmei. Foi aí que Renesmee retomou, de forma sutil, nossa conversa. Ela me mostrou uma conversa sua com a mãe, onde discutiam sobre um relacionamento entre nós dois.

Eu retirei sua mão do meu rosto levemente, e olhei no fundo de seus olhos. Ela parecia surpresa com minha reação, mas eu continuei olhando para tomar coragem e iniciar a conversa.

-Hum... Era mais ou menos sobre isso que eu queria falar com você...

-Eu já desconfiava. Jake, não precisa se obrigar a gostar de alguém... –como se eu tivesse escolha- Bem, se você não gostar, é claro. Olha, todos estão imaginando que nós dois... Eh... Que nós dois estamos apaixonados e isso não precisa ser assim...

-E nós não estamos?-eu falei pra ver sua expressão, que se iluminou de alegria, demonstrando que realmente havia sentimento e esperanças em seu coração.

-É, parece que há alguma coisa... Não seria certo chamar de... Amor... -ela falou, levando seu olhar para a areia. Eu não hesitei, levei minha mão ao seu queixo e trouxe seu olhar de volta ao meu.

-Você não considera esse sentimento como amor?...Você não sente seu corpo tremer quando eu me aproximo de você? Não sente seu coração acelerar quando nossos olhares se encontram? Não sente um arrepio quando sua mão pega na minha? E um...

-Um vazio quando o outro não está perto... É... Eu sinto. Mas não podemos... -ela se virou rapidamente e nossas mãos se soltaram. Nessie se abraçou, como que se protegendo, nós ficamos calados por algum tempo.

-Por que não podemos?-eu quis saber, não levando em conta os motivos que Bella á havia dado.

-Hãn? Quais são os motivos?-Renesmee me olhou confusa, pois ela esperava que eu desistisse de nós. Eu sabia os riscos, os empecilhos, tudo, mas quando eu estava ao lado dela, não pensava em mais nada. Coisas da impressão.

Na noite passada eu não dormi, considerando possibilidades, hipóteses, soluções, mas sem parar de pensar em Nessie, em seu rosto, sua voz, seu corpo... Tudo nela havia mudado, e confesso que eu também mudei, antes eu abandonaria ela se rolasse algum sentimento, eu fugiria como fiz em outras ocasiões, lutaria contra o sentimento dentro de mim.

Eu agora não queria lutar, iria enfrentar obstáculos, desafios, tudo por esse amor, eu estava pronto, preparado para amar, finalmente! Minha vontade era de pegar Renesmee em meus braços e levá-la pra outro lugar, longe do mundo. Mas isso era impossível e romântico demais pra mim. Apenas enfrentaria o que tivesse que enfrentar, e agora, bem, agora eu só queria ter a certeza de que não lutaria sozinho, eu tinha que saber se Renesmee também faria o mesmo por... Nosso amor!

-Nessie, preciso saber... -peguei novamente em sua mão e apertei-... Você me ama?

-Sim...

-Diga isso olhando dentro dos meus olhos... -ela fez como pedi, e em seus olhos encontrei força para continuar a falar -Diga...

-Eu te amo... –ela disse e pausou longamente, olhou para a areia e suspirou- Um amor impossível! Por que tem que ser assim? Eu só queria ter você pra mim...

-Mas você já me tem!-passei meus dedos por sua face, sentindo suas bochechas ficarem quentes e rubras. Ela focou seus olhos no horizonte e deixou algumas palavras saírem como sussurros.

-Não para sempre...

Lágrimas rolaram de seus olhos, eu fiquei sem ação, ela sofreria mais se continuasse me amando, então seria melhor parar de pensar em não lutar? Eu fiquei confuso e, ao escutá-la soluçar, abracei-a fortemente, ela continuava olhando para o mar.

-Mas... Eu estou disposta a arriscar... Vou lutar até o fim... Se você puder ser meu, eu te terei, nem que seja por pouco tempo. Por isso não me deixe...

Renesmee parecia ter o mesmo poder do pai, ler mentes, pois suas ultimas palavras foram decisivas pra mim. Ela parecia saber o que eu pensava, e tinha dito exatamente o que eu queria lhe dizer, só que de maneira mais possessiva.

Ela se virou para mim e retribuiu meu abraço me apertando bastante, eu fiz o mesmo, mas eu queria saber ainda como iríamos fazer para superar os obstáculos, pois eles iriam aparecer, um por um, e eu sabia que poderíamos superá-los. Me afastei de seus braços e olhando nos seus olhos perguntei só para ter certeza:

-Você enfrentaria tudo por mim... Quero dizer, por nós dois?

Sem êxito ela afirmou que sim, sua voz era firme e decidida. Então resolvi descontrair o ambiente...

-Hei! Que história é essa de filhos meio lobo, meio humano, meio vampiro?

Renesmee riu gostosamente, e olhou para a areia, sua face muito corada, pegou na minha mão e me puxou, recomeçamos a andar pela praia de La Push.

-Bem... Era só brincadeira... Você sabe como é a minha mãe... Exagerada!

-E você não pensa em ter lobinhos como filhos?

-O quê? Vamos devagar ta bem. Acabamos de começar um... Um...

-Um namoro?

-É namoro? É que ninguém me pediu, oficialmente, então...

-Não seja por isso!-me ajoelhei na areia, peguei sua mão beijei e fiquei olhando dentro de seus olhos.

-Então, Renesmee Charlie Cullen, aceita namorar comigo? Jacob Black?

-Como poderia dizer não...

-Hum! Quer dizer que você quer passar o resto dos seus dias ao lado de um lobisomem?

-Se esse lobisomem for você, está faltando é dia para que eu possa estar ao seu lado...

Sua voz ficou com um tom triste, então percebi que os maiores obstáculos eram nós mesmos, quer dizer... Eu era um lobo, Renesmee meio humana meio vampira, e imortal... Eu morreria cedo ou tarde e ela continuaria viva. Sei que ela não iria suportar me ver partir mas ela teria que viver.

-Isso é só um pequeno problema... -tentei brincar-... Sem contar que, quando eu desistir de ser lobo, vou ficar velho e feio, mas você? Vai continuar a mesma menina com carinha de 15 anos. Isso é uma desvantagem para um lobo... Nada de imortalidade!

Eu estava em pé e comecei a andar, ela veio me seguindo, mas nossas mãos não estavam unidas, então passai meu braço por cima dos seus ombros e ficamos abraçados caminhando em direção a floresta da reserva La Push .

-É, nisso eu devo te lembrar, ser vampiro é bem mais legal... -Nessie agora estava mais animada, estava sorrindo e fazendo graçinhas.

-Oh... Nada disso! Viver pra sempre é uma desvantagem, admito. Mas nada de os vampiros serem melhores que os lobos. Nós podemos nos transformar em lobos e os vampiros não se transformam em nada, nem em morcego.

-Só por isso...

-Não... Vampiros não comem comida humana, que é uma delícia, eles preferem os humanos, que não são lá essas coisas...

-É, você tem razão, os lobos são bem mais legais do que os vampiros! Mas nada de ficar convencido, tá bem?

-Ah! Pode deixar, mas o que te fez mudar de ideia?-eu brinquei, pois Renesmee era como o pai, não mudava de opinião tão rápido.

-É que eu tenho uma quedinha por sua forma de lobo...

As bochechas de Renesmee ficaram vermelhas como de costume, eu gargalhei, eu sabia que ela gostava de mim, porém não sabia que gostava mais da parte de lobo. Eu amava aquela maluquinha, agora que voltei, chegava a doer só de pensar em me separar dela de novo. Ficar tanto tempo assim perto da pessoa por quem o lobo sofre impressão é quase impossível, mas como tenho sangue alfa, para o saudoso Quil, podia ser normal eu ter poderes de superação maiores que os outros.

 Finalmente o sol começou a esquentar, deveria ser mais de meio dia. O clã dos Cullen deveria estar meio que curioso e preocupado, já que Alice era bloqueada pra nos ver. O que era ótimo!

-É, acho que tenho que ir... Você não tem algo pra fazer hoje não?

Nós dois havíamos parado embaixo de uma arvore no começo da floresta. Eu estava sentado, ela abraçada comigo, olhando para a praia.

-Bem, tenho que fazer uma ronda junto com o meu bando. Voltando a ativa novamente. Já estava ficando louco de saudades daqui. Mas é coisa rápida, por volta das seis estou sem nada pra fazer novamente.

Renesmee se levantou e me puxou, nós dois estávamos em pé agora.

-Então você pode passar lá em casa mais tarde...



postado por 121594 as 04:13:00
13 comentários:

carol:
Que Porcaria Sabe Que Dia E Hoje ? Hoje E Terça Ainda Falta 5 Dias Para Domingo :( x(
27/12/2011 14:56:58
carol:
Eu Não Consigo Ler Ver O Capítulo 8 você posta todo domingo a noite o capítulo 8 ?
27/12/2011 14:55:39
carol:
Eu Não Consigo Ler Ver O Capítulo 8 você posta todo domingo a noite o capítulo 8 ?
27/12/2011 14:54:41
Thaynara:
Gueirnan eu não consigo achar o cap.8,aonde vc postou ele?
20/07/2011 10:06:31
Thaynara:
Gueirnan eu não consigo achar o cap.8,aonde vc postou ele?
20/07/2011 10:05:39
Elizangela:
Eu to adorandoo vc tem uma imaginacao e tanto, pq vc nao vai em uma editora e fas o livro ou ja tem nas livrarias?
13/06/2011 16:17:10
Elizangela:
Eu to adorandoo vc tem uma imaginacao e tanto, pq vc nao vai em uma editora e fas o livro ou ja tem nas livrarias?
13/06/2011 16:16:06
Raissa:
Você deveria caprichar mais nos momentos em que Jacob e Renesmee passam juntos.. Esse amor pode ser muito mais lindo!
24/10/2010 12:30:49
mima:
esse livro é muito massa,
adorei o primeiro capitulo
ate imprimi as folhas pra mim fazer tipo um livro
to amando isso
vc é uma pessoa muito genial vc é d+ por estar fazendo essa continuaçao
vc tem q publicar
vc é uma escritora impressionante
xeru!
08/09/2010 10:58:23
nicolly:
muito legal o seu livro voce tenque publica ele quando termina eu vou ser uma das primeiras a compra!!!!!!!é muito legal a história de jacob e nessie!!!
03/07/2010 18:15:52
vanessa:
To adorando seu livro, ele é otimo!
Parabéns!
23/06/2010 15:52:48
ana:
gueirnan por favor publica o cap 8 eu to muito ansiosa
09/02/2010 22:03:20
GÜEIRNAN:
gente me desculpem, mas as postagens do capitulo 8 só seram feitas no domingo a noite.
descupem-me.
05/02/2010 19:15:07
Comente este post
Início
Perfil
121594
Meu Perfil

Meus Links
>> Blog Grátis
Criar Blog
Manta Absorvente de Óleo
Hoteis

Palavras-Chave
>> Fim
>> 2º
>> Inicio
>> 3º

Favoritos
Continuação do Livro de Renesmee
O LIVRO DE RENESMEE ou LUA CHEIA
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
>> Continuação do Capítulo 3
>> Capítulo 4
>> Continuação do Capítulo 4
>> Capítulo 5
>> Continução do Capítulo 5
>> Capítulo 6
>> Continuação do Capítulo 6
>> Continuação do Capítulo 6.2

Arquivos
2011, 01 fevereiro
2010, 01 abril
2010, 01 janeiro
2009, 01 dezembro
2009, 01 novembro
2009, 01 setembro
2009, 01 agosto
2009, 01 julho
2009, 01 junho

105497 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..