seixos da poesia
seixos da poesia
sexta, 18 janeiro, 2008
HORAS NOTURNAS

                             HORAS NOTURNAS

  Quando bate a modorra,

       reluto incançavelmente

     para não sucumbir á efêmera morte diária

      a que me impõem os contínuos breus dormentes,

      os quais me fazem jazer sobre a cama

      do esteio da velha solitude teimosa

      que comigo aporta nesta alcova nova.

  porque quero muito ficar

    ao sabor do fraternal masoquismo

         dum recente relicário

   de rios que inexplicavelmente sem sentido se esfumaçam:

                 afinal sem saber-se refluentes.

  Sem saber se exatamente poderão talvez um dia desses

             voltar á sua congênita forma.

  No entanto, eu bem sei: eles não são molas!              

  Ah, me pego subitamente

    afogando-me nas águas profundas do divagar

               onde alfobram o titanismo

    e seus devotados miasmas garridos.

              Entretanto, uma vez mais,

     para o quarto retorno. Me fixo na janela

     a contemplar o fluir e o refluir das relíquias fraternas

     que, na estrada saudosista da memória, perpassam lépidas.

             Sim, então, sob o peso da dor, sobre o leito, desmaio.

             Com efeito, sob o peso das águas que não jorram,

                          no catre, eu mortamero cansado!

 Cansado de olhar o rio que corre. Corre cheio de desapego:

                                    desapego ao passado ainda tão claro.                  

                        JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA



postado por 86135 as 09:14:25 #
3 Comentários

Ana Oliveira:
Adorei a forma como se expressa através das palavras.

Parabéns pelo blog.
Muito interessante!

Abraço
Ana Oliveira
quinta, agosto 28, 2008 02:45  

LUIZ ALBERTO MACHADO:
Maravilha seu espaço, parabens, meu amigo. Estarei indicando nas minhas páginas.
Abração & tataritaritatá!
www.luizalbertomachado.com.br

sábado, janeiro 19, 2008 05:03  

Ivna:
gostei do post, gostei mesmo =D

Mas a julgar pelo vocabulário, vc deve ser bem mais velho q eu ^^''

Bom, velho ou novo, parabéns =D
sexta, janeiro 18, 2008 10:29  

Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
86135
Meu Perfil

Links
Blog Grátis

Palavras-Chave
poemando

Favoritos
seixos da poesia
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
CHUVAS DE PENSAMENTO
POEMA DO DEPOIS
ORVALHOS CAÍDOS SOBRE OS CACTOS
TAL QUAL O VENTO
NILO NORDESTINO
OTROS OJOS
THE WHITE RIVER
A CROMÁTICA DA DOR
O ÊXTASE DA DOR IMPOSTA POR UM FANTASMA
NOVA LUA-NOVA DE DESTERRO

Arquivos
2008, 06 fevereiro
2008, 18 janeiro
2008, 16 janeiro
2008, 15 janeiro
2008, 14 janeiro
2008, 13 janeiro

4230 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..