Suite das Letras
Suite das Letras
domingo, 20 dezembro, 2009
Sociedade Massacrada XXXIII

Basta! O castigo que vens dando...
Vicente celestino


Basta! É o que queria ouvir deste povo cordeiro que aí está. Seria o mínimo visto que nadamos em meio a corruptas sanguessugas e mercenários e, no entanto o que é observado é que cada vez mais aqueles que de alma branca se vestiam estão também se lançando a corruptividade sendo levados como em bandos a miséria em vida e da alma pelo dinheiro...
Seres antes tidos como honrados aqueles vistos como virtuosos homens e mulheres em que nos espelhávamos estes mesmos estão já corrompidos pela ganância, busca de bens, já sem escrúpulos não se importando como alcançam o desejado.
Estes seres aplaudidos nas igrejas por esmeradas condutas aparentes, apenas a cada dia estão somente fazendo crescer o seu patrimônio e fazendo que seus filhos apenas herdem o mesmo e desta forma fazendo-nos voltar ao monarquismo, aos senhores, fazendo-nos escravos novamente o que muitos entre nós nunca deixaram de ser, pois se mantêm assim amparados pelo governo sem desejarem crescimento ou evolução... 
Este povo em sua maioria sem condições, nasce no lixo, vive no lixo, enquanto seus reis aqui, os paranormais das igrejas e os pseudopliticos vivem apenas jogando lixo para seu povo, suas promessas que nunca são cumpridas...
Caminhamos como escravos nesta sociedade dita livre, rastejando dia a dia pelo pão, pelo vinho ou apenas em seu íntimo pelo cumprimento daquelas promessas que nos foram feitas, segurança, alimentação, saúde, educação mas não! O povo não necessita de ser alimentado e sim aos olhos de seus reis de lavagem como porcos, do resto atirados do banquete de seus paranormais das igrejas e pseudopoliticos. O povo não necessita de segurança e sim de ser espancado ao ousar levantar a voz contra seus reis e deuses da terra exigindo justiça. O povo não necessita de saúde, ele tem que ser forte ou morrer pois se precisar de atendimento a única coisa que conseguira com eficácia,” pela condição que tem e salário”, é morrer esperando...
O povo não necessita de educação e sim apenas um diploma, arrogância e muita mais muita ignorância para que seus líderes religiosos, espirituais, governamentais, ou guias os louvem e os roubem.
Burros formados na base da marcecibilidade de um povo casmurro com líderes aleivosíacos.
Doente caminhamos ano após ano e cegos tristemente observamos sempre o mesmo acontecer.
Ano passado na virada de 2008  para 2009 enchentes causaram a desgraça de muitas famílias, 2007 o mesmo ocorreu e 2010 o mesmo ocorrerá e isso que vos falo não é profecia e sim uma triste realidade de um povo que vive como ratos nos esgotos, um povo sem voz, calado pela dor da perda, pela tristeza esgarçada e perpassada como diz meu amigo Vinicius, a dor, o desamparo, a humilhação que este povo sofre faz dele um prato cheio para sanguessugas, políticos e feiticeiros das igrejas, apenas usam o desgraçar para prometerem a cura que nunca vira por eles e quando não vier a culpa será do doente pela falta de fé ou de Deus, ou qualquer desculpas que inventem...
Na medida em que adotamos uma postura em rompimento a agressão a nós feita somos tachados de loucos ou endemoniados  mas é necessária esta revolução senão continuarão sendo queimadas bruxas em prol de uma mentira por eles ditas como verdades.
Nossa educação está sendo jogada no lixo, desculpem-me, nosso sistema educativo, pois não há reformas educativas feitas pelo governo mesmo que esteja claro esta necessidade, involuimos  musicalmente, espiritualmente levados pela ignorância de nos acharmos inteligentes demais para sempre mais aprender, evoluir...
Designamos vício, drogas, álcool, e coisas assim e por sempre olharmos os vícios alheios nem ao menos suspeitamos que podemos estar viciados no vício da sujeição, nos sujeitamos por costume, estamos acostumados com a dor e parece-nos normal o descaso, ou nos desacostumamos ou morremos pelo costume...
Se fossemos um pouco mais corajosos e levantássemos a voz pelos nossos direitos como em coro, uma hora ou outra seriamos ouvidos mas não! Acovardamo-nos e abaixamos a cabeça quando não por covardia, insensatez, é apenas por vergonha ou culpa que se carrega...
Ou sentimos vergonha do que nos tornamos e gritamos basta a toda sem-vergonhice feita pelo governo e igrejas nos livrando da culpa argüida pela sujeição ou melhor é formarmos filas a caminho do cemitério ao provável descanso, provável paz...
 
yendisasorsaid@hotmail.com
escritor, peta e membro da ACL. Academia Contagense de Letras


postado por 12542 as 10:53:09 #
0 Comentários

Comente este post!   |    <<< Voltar para Início

 
Perfil
12542
Meu Perfil



Links
Blog Grátis

Palavras-Chave
igreja
povo
política
arrogância
fome
salário
2009
2010
Deus
escritor

Favoritos
Suite das Letras
O Máximo pra ser Feliz
Blog do Carlos César
mais...

adicionar aos meus favoritos


Colaboradores do Blog


Comunidades
Não há comunidades.

Posts Anteriores
O Lento Alento
Ano Novo: Canção Nova de Esperança
Lí­rios Possí­veis
Fluxopoema
Minas Infinita
Professores Eternos
Formas de Amor Luxúria
Ecologia Mental
Tributo ao bailarino assassinado Igor Xavier
Poetas Del Mundo em Belo Horizonte

Arquivos
01 abril, 2014
01 maio, 2013
01 dezembro, 2010
01 novembro, 2010
01 setembro, 2010
01 agosto, 2010
01 julho, 2010
01 junho, 2010
01 maio, 2010
01 abril, 2010
01 março, 2010
01 fevereiro, 2010
01 janeiro, 2010
01 dezembro, 2009
01 novembro, 2009
01 outubro, 2009
01 setembro, 2009
01 agosto, 2009
01 julho, 2009
01 junho, 2009
01 maio, 2009
01 abril, 2009
01 março, 2009
01 fevereiro, 2009
01 janeiro, 2009
01 dezembro, 2008
01 novembro, 2008
01 outubro, 2008
01 setembro, 2008
01 agosto, 2008
01 julho, 2008
01 junho, 2008
01 maio, 2008
01 abril, 2008
01 março, 2008
01 fevereiro, 2008
01 janeiro, 2008
01 dezembro, 2007
01 novembro, 2007
01 outubro, 2007
01 setembro, 2007
01 agosto, 2007
01 julho, 2007
01 junho, 2007
01 maio, 2007
01 abril, 2007
01 fevereiro, 2007
01 janeiro, 2007
01 dezembro, 2006
01 novembro, 2006
01 outubro, 2006
01 setembro, 2006
01 agosto, 2006
01 julho, 2006
01 junho, 2006
01 maio, 2006
01 abril, 2006
01 março, 2006
01 fevereiro, 2006
01 janeiro, 2006
01 dezembro, 2005
01 novembro, 2005

154409 acessos
CRIAR BLOG GRATIS   
..